água ou leite whey protein

Whey com água ou leite? Descubra o que é melhor!

Quase todo mundo que frequenta academia já se perguntou (ou se pergunta) o que é melhor para misturar com o whey: água ou leite. Aqui, você vai encontrar a resposta – e muito mais.

“Whey protein com água ou leite?”. Qualquer frequentador de academia já se fez essa pergunta. Você está entre eles?

Chega de dúvidas! A seguir, vamos desmistificar o que dizem por aí a respeito do assunto e explicar se você deve tomar whey com leite ou água e por quê.

Afinal, a forma como esse suplemento entrará em seu organismo pode fazer toda a diferença em seu desempenho e nos resultados que você espera obter em curto e longo prazo!

O que é o whey protein?

Antes de chegarmos ao nosso tema central, sempre é bom relembrar que o whey protein é a proteína proveniente do soro do leite, extraída, geralmente, durante o processo de transformação do líquido em queijo e coalhadas.

O consumo dessa substância é uma das melhores maneiras de repor proteínas no organismo de um atleta ou dos praticantes de atividades físicas intensas.

E sabe por que isso acontece? Devido ao alto valor biológico (VB) do whey e também por esse ingrediente ser essencial para a recuperação e crescimento da massa muscular. E sabemos que você se preocupa muito com isso.

Apesar disso, antes de sair comprando qualquer pote de whey por aí, é preciso saber que existem três tipos diferentes do produto que, devido a um processo de microfiltragem do leite, apresenta níveis distintos de concentração de proteína.

Veja cada um deles e decore para que serve os três tipos de whey!

Isolado

A fórmula do whey isolado é a que apresenta maior concentração de proteína com menores índices de carboidratos em relação às outras. Por isso, ela é a mais recomendada e a preferida dos marombeiros e esportistas.

O tipo isolado — devido à maior e mais apurada filtragem – também tem menor quantidade gorduras e açúcares em sua composição.

Algumas marcas chegam a prometer índices nulos dessas substâncias em suas receitas, o que pode ser bem atrativo para quem deseja hipertrofiar e monstrar com rapidez e qualidade.

Contudo, a eficácia e a capacidade singular de melhorar o desempenho dessa fórmula quase mágica não é algo barato. O whey isolado é o mais caro do mercado.

Concentrado

Mais barato, o whey concentrado passa por um processo de filtragem mais simples e, por consequência, menos custoso.

Por isso, não é tão puro como o isolado. Sua fórmula apresenta menores taxas de proteína pura e maiores índices de gorduras, açúcares e carboidratos, que pode variar bastante dependendo da qualidade e da marca do produto.

Contudo, essa fórmula contém grandes quantidades de BCAAs e glutaminas também vitais para a regeneração dos músculos, entre outras funções do organismo, como melhorar a resistência imunológica contra doenças.

Por outro lado, devido à presença dos carboidratos, gorduras e açúcares em sua composição, este tipo de whey, se não tomado corretamente e associado a um treino bem elaborado, pode favorecer o aumento de peso e o percentual de gordura.

Hidrolisado

Por fim, também existe o whey hidrolisado, uma variante do isolado e do concentrado.

Por ser fabricado a partir dos outros dois, ele tem as mesmas características globais dos demais, porém, por ter suas cadeias proteicas quebradas em partículas menores, ele age mais rápido.

E qual e resultado dessa ação rápida? Faz com que o organismo absorva todos os componentes do suplemento de forma mais acelerada e completa. Boa notícia, não é?

Apesar das diferenças e dos níveis distintos de pureza, não há uma fórmula melhor do que a outra. O que vai dizer qual o tipo ideal de whey, primeiramente, serão as recomendações médicas, seguidos pelos objetivos traçados e os treinos programados para cada pessoa.

Mas e aí, com água ou leite?

Depois dessa pequena aula sobre as principais características do whey protein, é normal surgirem alguns questionamentos sobre como consumir da maneira correta esse suplemento alimentar.

E aqui chegamos ao ponto principal deste post: whey protein com água ou leite?

Especialistas, profissionais de educação física, marombeiros de plantão e frequentadores de academias são quase unânimes nesta resposta: misture seu whey e faça seu shake com… ÁGUA! Mas por quê?

Teor calórico

A principal diferença entre a água e o leite está no fator calórico. O leite, mesmo o desnatado, conta com níveis, mesmo que baixos, de gordura, carboidrato e até mesmo da proteína em sua composição.

Essa combinação, dependendo da característica do whey e do tipo do leite escolhido, poderá te fazer ingerir calorias exageradas e desnecessárias em uma única suplementação.

Imagine combinar o whey concentrado — que já conta com maiores taxas de gorduras, carboidratos e açúcares em sua fórmula —, com um copo de leite integral, o tipo mais gorduroso e com mais calorias, por exemplo.

O resultado disso? Uma bomba calórica, que pode estragar qualquer treino!

No entanto, ao misturar com água você consumirá apenas as quantidades indicadas na embalagem de seu produto, sem nenhum outro acréscimo, favorecendo o aumento da massa muscular sem elevar seu percentual de gordura.

Rapidez de absorção

Outro ponto importante para optar por misturar whey com água e não leite está nas diferentes velocidades de absorção do suplemento.

Como assim? Bem, enquanto com a água ocorre uma assimilação maior e mais rápida, com o leite essa assimilação demora um pouco mais, por conta dos macronutrientes e, sobretudo, da gordura presente na composição.

E esse tempo é ainda maior se o leite escolhido for o integral. Então, nada feito, companheiro.

Paladar

Em contrapartida, apesar de todos esses pontos positivos, tomar o whey com água é uma situação extremamente desagradável para muitas pessoas.

Mesmo com os diversos sabores disponíveis no mercado, o gosto da mistura com água não é lá dos melhores e você sabe disso, não é?

Bom, o que temos a dizer é: você vai ter que fazer uma forcinha para encarar essa, meu amigo!

E se você não quiser topar essa parada de jeito nenhum, será preciso tomar alguns cuidados:

Se o whey com água estiver fora da sua cogitação, o mais recomendado é misturá-lo com leite desnatado. A mistura não fica incrivelmente melhor, mas melhora bastante.

Com essa escolha você ingere índices mais baixos de gorduras e carboidratos, o que é muito importante para a manutenção do baixo percentual de gordura.

Caseína

Além do gosto menos tenebroso, quando o whey é combinado com a caseína presente no leite, os efeitos do suplemento são potencializados, promovendo uma maior e mais rápida recuperação muscular.

E o que isso faz no organismo? Favorece o crescimento dos músculos. O mesmo, logicamente, não ocorre quando o suplemento é misturado com água.

Por conta disso, essa combinação pode ser interessante e frutífera para alcançar suas metas. Mas aqui fica uma dica:

Para evitar o alto teor calórico e o aumento do percentual de gordura e, ainda, tirar proveito dessa combinação entre o soro do leite e a caseína, você pode optar por intercalar a forma de consumo de seu whey, ora com água ora com leite.

E qual é o veredito?

Por conta dos fatores mais importantes — como evitar a ingestão elevada de calorias e o aumento percentual de gordura, que torna mais difícil a conquista de massa magra —, o mais recomendado é, sim, tomar seu whey protein com água.

Além do mais, a mistura com água promove uma absorção mais rápida do suplemento pelo organismo, ávido por nutrientes, sobretudo após o término do programa de exercícios, e livre da presença de gordura.

Dessa forma, quanto mais rápida a reposição nutricional, melhor a resposta do organismo, o que favorece a recuperação e o crescimento da massa muscular. Tudo o que você sempre quis!

Mas atenção: apesar de a água ser a forma de mistura mais recomendada, ela não é uma regra.

O que realmente importa são os objetivos, as necessidades, a disponibilidade e o formato da planilha de treinamentos diários de cada atleta ou praticante de atividades físicas.

Outro ponto importante, mas que precisa ser lembrado:

Pessoas com intolerância à lactose ou portadores de patologias com intolerância a proteínas devem evitar o consumo desses suplementos e jamais fazê-lo sem acompanhamento e o controle de médicas ou algum outro tipo de especialista.

Quais as formas de consumo?

Contudo, algumas observações merecem destaque quanto à forma de consumo deste suplemento somente com água, pois o modo e as combinações podem influenciar diretamente nos resultados.

Muito importante: whey batido só com água nunca deve ser consumido como única fonte energética no pré-treino, pois nosso corpo precisa da energia proveniente dos carboidratos para que possamos realizar qualquer tipo de exercício físico.

E essa necessidade varia bastante de acordo com o tipo, a intensidade e a duração de cada treinamento, não se esqueça, hein? Fale sempre com o seu nutricionista!

Para não cometer este erro, consuma o whey com água é no pós-treino, já que não há ingestão de carboidratos, açúcares e gordura, justamente quando o organismo está mais suscetível a assimilar todo tipo de nutriente recebido.

Mas no caso de você desejar ingerir essa proteína do leite antes do treinamento, você deve associá-la a alguma fonte de carboidrato simples ou de cadeia curta, que fornecem energia imediata. Quais são elas? Frutas ou cereais.

Outra alternativa são os carboidratos complexos, também conhecidos como de cadeia longa, pois têm estrutura mais complexa e demoram mais para serem digeridos pelo organismo. Algumas opções são: aveias, batata-doce, massas e pães integrais.

Além disso, você ainda pode optar por combinar o whey com outros suplementos baseados em maltodextrina ou dextrose.

Todas essas associações podem ser feitas para fornecer energia por mais tempo durante seus treinos e sem comprometer seu desempenho atlético.

Mas tome muito cuidado: existem carboidratos bons e ruins para a alimentação. Clique aqui para saber a diferença entre eles.

E os cuidados mais importantes?

Procure um especialista

Por conta de todas essas diferenças entre os variados tipos de whey, preste bastante atenção ao comprar os produtos, seja em lojas físicas e, principalmente, pela internet para não cometer enganos e prejudicar seu treinamento.

Para evitar problemas, conte sempre com a ajuda de um médico especialista, de um nutricionista ou nutrólogo para te indicar o tipo ideal de produto para o seu caso e a forma e quantidades corretas de consumo.

Essa recomendação é importante pois a ingestão inadequada pode ter efeito reverso ao desejado e estragar todo seu planejamento, arruinando seus objetivos por completo.

Entre os principais problemas desenvolvidos pelo uso incorreto de suplementos alimentares estão o aumento de gordura corporal, elevação do colesterol e perda de massa magra. Nada do que você queira, né?

Isso ocorre, muitas vezes, porque os frequentadores assíduos de academia devem manter altos os níveis de proteína no organismo durante todo o dia, consumindo o suplemento aproximadamente de 3 em 3 horas e não somente pré ou após o treino.

E quando isso é feito de maneira incorreta ou esse “combustível” não é queimado em sua totalidade durante as atividades físicas, os efeitos colaterais aparecem! É como colocar mais lenha do que o necessário em uma fogueira.

Treine duro

Agora que você conhece as diferenças e vantagens de tomar o seu whey protein com água ou com leite, sabe que a forma de consumo de qualquer uma dessas opções depende, principalmente, dos objetivos que você pretende alcançar.

Portanto, agora é com você, meu amigo! Seja qual for a sua maneira preferida de consumir e o suplemento escolhido por você, faça uso dele conforme a recomendação que você recebeu e não se desligue dos treinos!

E lembre-se de ficar bastante atento na hora de comprar seus suplementos para não adquirir qualquer porcaria vendida por aí.

Lembre-se de que nenhum suplemento faz milagre ou traz resultados sem ser aliado a outras práticas, como uma alimentação balanceada, noites bem-dormidas e repouso adequado.

Também não adianta nada consumir de maneira errada, concorda? Então tenha muita disciplina, força de vontade e, principalmente: foco! Acreditamos em você e estamos aqui para ajudar!

Agora acesse nosso site, continue navegando pelo nosso blog e curta nossa página no Facebook para sempre ficar informado sobre as últimas novidades do mercado fitness e esportivo!

Você também vai receber dicas importantes sobre suplementos, alimentação, tipos de treinamento e tudo mais sobre o mundo das academias e da marombagem.

Aqui te daremos todo o suporte e informações que você precisa para crescer saudável e em tempo recorde, pois para isso não há segredo: é necessário trabalho forte e dedicação.

E caso você tenha ficado com alguma dúvida ou tenha alguma dica ou sugestão, deixe seu comentário e compartilhe conosco seus conhecimentos! Bons treinos!

 

 

Comentários