maltodextrina

Waxy Maize, Maltodextrina ou Dextrose: como alcançar a hipertrofia?

Maltodextrina, dextrose e Waxy Maize. Você já ouviu falar nestes suplementos que podem ajudar na hipertrofia? Saiba tudo sobre eles

Você é daqueles caras que não importa o quanto já cresceu e quer sempre ficar ainda mais monstro?

Seu sonho é ter músculos de aço? Quer “monstrar” de forma saudável e impressionar todo mundo? Pensa em se tornar referência na academia?

Então provavelmente já ouviu falar em suplementos como a maltodextrina ou a dextrose, que podem ajudá-lo a alcançar a hipertrofia, certo?

E sobre os efeitos do Waxy Maize, já está por dentro do assunto?

Se ainda não sabe tudo que gostaria sobre esses três tipos de suplemento, vamos resolver seu problema.

Descubra os benefícios eles, tanto quando utilizados tanto separadamente, quanto juntos.

Tire suas dúvidas sobre o assunto e confira dicas de como combinar maltodextrina, dextrose e Waxy Maize antes, durante e após os treinos.

Maltodextrina-ou-dextrose-como-alcançar-a-hipertrofia 3

Tudo que você precisa saber sobre a maltodextrina

A maltodextrina é utilizada por atletas do mundo todo e de diversas modalidades esportivas.

Até mesmo os famosos lutadores de MMA já declararam publicamente que tomam esse suplemento, só para você ter uma noção de como é popular.

Já pensou ter o corpo parecido com o deles?

Com força de vontade, persistência e os suplementos certos, você chega lá com certeza.

A seguir, esclareceremos as principais dúvidas que as pessoas têm em relação à maltodextrina. Vamos lá?

Do que é feita a maltodextrina?

A maltodextrina é um suplemento retirado da conversão enzimática do amido de milho. e é considerado um hidrato de carbono complexo.

Ele possui alto índice glicêmico, que significa que esteja disponível para o corpo e músculos de uma maneira relativamente rápida.

Tudo acontece porque a maltodextrina é um polissacarídeo, que primeiro se quebra em glicose e depois é rapidamente absorvida pelo corpo.

Já sabemos que, quanto mais intenso for o seu ritmo de malhação, mais carboidrato é utilizado durante a atividade.

Portanto, o consumo deste suplemento pode ser benéfico em diversas modalidades, principalmente em atividades de resistência e duração mais longa.

Até mesmo porque, como você também já sabe, os carboidratos são a principal fonte de energia do nosso corpo.

Eles que oferecem a força que você precisa para as atividades que te tornam um mostro.

 

Quais são os benefícios da maltodextrina?

De uma forma geral, podemos dizer que as principais funções da maltodextrina são fornecer energia para treinos mais pesados e auxiliar na hipertrofia.

É por isso que a maltodextrina se tornou um item fundamental na dieta de quem treina.

Um dos principais benefícios da maltodextrina é que ela mantém os níveis ideais de glicose no sangue durante a prática do exercício.

Além disso, com a quantidade necessária de glicose no sangue durante o exercício físico, a massa muscular é preservada.

Existe uma forma correta de tomar maltodextrina?

Sim, existe. E você precisa prestar muita atenção, pois a maltodextrina, conforme visto anteriormente, é um suplemento a base de carboidratos.

Portanto, se consumido de forma errada, pode fazer com que você engorde ao invés de ganhar massa muscular, dando o efeito contrário.

Uma dica muito importante é não tomar maltodextrina em dias que não realizar treinos!

O dia que acontecer algum imprevisto, é melhor suspender o uso!

De acordo com profissionais especializados na alimentação de atletas, pode-se tomar a maltodextrina antes e durante o treino.

Assim, logo que você sai, já impede que seu corpo precise pegar energia de outras partes do seu corpo, como os músculos.

Nós já tratamos desse assunto de catabolismo com mais detalhes aqui, lembra?

Mas as quantidades e os horários devem ser prescritos por um profissional.

Quais os tipos de maltodextrina existentes no mercado?

Assim como a maioria dos suplementos alimentares, a maltodextrina é encontrada em lojas especializadas em diferentes versões e sabores.

As mais comuns são em gel e em pó.

A versão em gel é bastante prática para carregar sempre junto com você, pois não é necessário nenhuma mistura para consumi-la.

Já a versão em pó, precisa ser diluída em água, utilizando o liquidificador ou a shakeira.

Em que quantidade a maltodextrina pode ser consumida?

Geralmente, os atletas consomem até três colheres de sopa de maltodextrina em pó, diluída em água.

No entanto, a quantidade ideal varia de pessoa para pessoa, de acordo com seu metabolismo e com diversos outros fatores.

O ideal é sempre consultar um médico e um nutricionista para realizar uma avaliação, que será baseada em exames fisiológicos, antes de começar a tomar qualquer tipo de suplemento.

Há contraindicações para o consumo de maltodextrina?

Por possuir uma superdosagem de carboidrato, a maltodextrina não deve ser tomada por pessoas que são diabéticas.

Por isso, é muito importante realizar uma avaliação com um profissional antes de iniciar o uso do suplemento e de qualquer outra substância.

A maltodextrina engorda?

Muita gente tem medo de tomar maltodextrina e engordar.

Isso realmente pode acontecer, mas apenas se o uso não for feito de forma correta.

Assim como todos os suplementos, a maltodextrina não faz milagres.

A ação do suplemento se deve, principalmente, à força de vontade de quem o consome. Portanto, tome o suplemento apenas se você pegar pesado na academia.

Agora que você já está por dentro de como e do por que tomar maltodextrina, vamos falar de outro suplemento: a dextrose.

Tudo que você precisa saber sobre a dextrose

Assim como a maltodextrina, a dextrose é um dos suplementos mais conhecios.

O suplemento permite que quem o toma consiga se exercitar por mais tempo e com mais intensidade.

Continue lendo e fique bem informado sobre os benefícios desse suplemento.

O que é a dextrose?

A dextrose é um suplemento alimentar retirado de enzimas do amido de milho.

Pertence à classe dos monossacarídeos e é um hidrato de carbono simples de fácil digestão e absorção pelo corpo humano.

A absorção da dextrose acontece quase que imediatamente. Portanto, deve ser sempre acompanhada de proteínas e consumida no pré-treino.

Uma boa dica é misturar dextrose com Whey Protein.

Assim, o corpo absorverá as cargas de carboidrato e proteína ao mesmo tempo. Pronto, você tem a combinação correta para malhar pesado e ter ótimos resultados!

Como ganhar músculos tomando dextrose?

Maltodextrina-ou-dextrose-como-alcançar-a-hipertrofiaAntes de responder a essa pergunta, é necessário que você entenda o conceito de catabolismo.

Chamamos de catabolismo o processo no qual a degradação da fibra muscular é iniciada.

Durante essa etapa, nosso corpo transforma a proteína em energia.

O problema é que quem frequenta academia com o objetivo de ganhar músculos, precisa de proteínas para treinar com bastante intensidade, alcançando assim resultados melhores de hipertrofia.

É justamente para solucionar esse problema que se deve tomar a dextrose.

Quando a quantidade de carboidratos está alta em nosso organismo, elas são utilizadas para a produção de energia, poupando a quebra de proteína e fazendo com que ela fique livre para produzir seus novos músculos.

O catabolismo pode ocorrer em dois principais momentos do dia: ao amanhecer, logo após acordarmos, e no momento do pós-treino.

Converse com um profissional, para adequar a dextrose nas suas rotinas.

A dextrose também facilita o crescimento dos músculos por ajudar o organismo a formar glicogênio.

Em alguns treinos mais pesados, o glicogênio chega a representar metade da energia consumida durante a atividade física, sendo um elemento muito importante para alcançar a hipertrofia.

Como tomar dextrose?

Os suplementos de dextrose são encontrados em pó e o consumo deve ser feito em forma de shake, misturando o pó com água.

Tomando dextrose após treinar, você poderá repor as energias musculares gastas, contribuindo para a recuperação das microlesões musculares e proporcionando uma melhor absorção de nutrientes que contribuem para a construção de músculos.

Vale salientar que não é necessário tomar o suplemento nos dias em que você não realiza treinos.

Há contraindicações para o uso da dextrose?

A dextrose, assim como a maltodextrina, é um carboidrato e, como você provavelmente já deve saber, se transforma em glicose no sangue.

Por esse motivo, a dextrose não é indicada para pessoas diabéticas.

Então, antes de começar a tomar dextrose, consulte seu nutricionista e solicite alguns exames para ter certeza de que seu corpo está pronto para receber esse tipo de suplemento.

Quais são as precauções necessárias para tomar dextrose?

Antes de iniciar o consumo de qualquer tipo de suplemento, é necessário realizar uma série de exames, sempre orientado e supervisionado por seu médico ou nutricionista.

Maltodextrina e dextrose: como obter resultados com a união dos suplementos

Assim como podem ser tomados separadamente, também é possível alcançar ótimos resultados de hipertrofia tomando a maltodextrina e a dextrose juntas.

De acordo com as informações que vimos anteriormente, ambos os suplementos têm sua base nos carboidratos e são extraídos, principalmente, do milho e derivados.

Uma medida adotada por muitas pessoas é combinar as doses, suprindo assim os pontos fracos das duas.

A combinação dos dois hidratos otimiza os resultados e faz com que você tenha mais sucesso!

Para que você alcance seu objetivo e consiga resultados surpreendentes, elaboramos um cronograma para você saber quando e como tomar os suplementos.

Maltodextrina-ou-dextrose-como-alcançar-a-hipertrofia 2

Pré-treino

Tome um shake de maltodextrina e dextrose cerca de meia hora antes de pegar pesado na academia.

Tomando os suplementos no pré-treino, você melhora a concentração da glicose no sangue, tendo mais energia para se exercitar mais com mais intensidade.

Dessa forma, seus músculos ficam mais fortes e prontos pra pegar pesado.

Pós-treino

Depois de pegar pesado na academia, seu corpo precisa recuperar a energia gasta.

Por isso, é bom consumir a combinação de suplementos também no pós-treino.

Isso fará com que seus índices de glicogênio não baixem e que você não se sinta cansado para realizar as tarefas do seu dia a dia.

Ao mesmo tempo, seus músculos estarão se recuperando e ficando prontos para o treino do dia seguinte.

A combinação de suplementos repara os gastos de hoje e prepara para o batidão de amanhã.

E sobre o Waxy Maize, afinal?

Como prometemos, estamos falando hoje de três importantes suplementos para quem quer crescer, crescer e crescer.

Um pouco diferente da maltodextrina e da dextrose, o Waxy Maize chegou há pouco tempo e já está se firmando como o “queridinho” dos marombeiros.

O suplemento permite que você treine por mais tempo, ajudando você a atingir seu objetivo, mas tem outros benefícios também.

Vamos descobrir quais são eles?

O que é a Waxy Maize?

O Waxy Maize é outro tipo de suplemento disponível no mercado.

Tem um índice glicêmico baixíssimo e é indicado para quem malha pesado.

A composição do Waxy Maize é o que oferece a ele esse grande diferencial.

Ele também é produzido a partir do amido, mas uma espécie diferente.

Nesse caso, o amido tem 70% de amilopectina e 30% de amilose.

Ele oferece energia por mais tempo — sem dar aqueles picos de insulina que todo mundo teme.

Ou seja, ele fornece energia de forma mais constante.

Ponto extra para ele!

E o amido, para quem não sabe, é a principal forma de armazenamento de carboidratos nos vegetais.

Quais são os benefícios do Waxy Maize?

Se você estava procurando um carboidrato para oferecer energia antes de pegar pesado na academia, pode ser que tenha encontrado um bom representante — um dos melhores no mercado, sem dúvidas!

Sua composição não tem açúcar e nem glúten, sem contar que não retém a água, dando aquela sensação de inchaço.

Como tomar o Waxy Maize?

Como ele não tem açúcar, você pode tomar o Waxy Maize nos seus shakes já que ele vem em pó e precisa ser batido.

A dosagem depende muito do seu objetivo e perfil, mas não saia tomando sem acompanhamento.

Dê aquela perguntada para o seu médico ou nutricionista para que ele recomende a dosagem ideal para você.

Existe algum tipo de contraindicação para o consumo?

Bem, mesmo com as diferenciações, o perfil dos três suplementos é bem parecido, né?

Então o Wazy Maize apresenta a mesma contraindicação.

Mesmo tendo baixo índice glicêmico, ele não deve ser ingerido por diabéticos ou por pessoas que tenham tendência em desenvolver a doença.

Existe algum tipo de benefício exclusivo?

Sim. A vantagem desse suplemento é que ele retém bem menos líquido, sendo rapidamente absorvido por seu intestino.

Essa medida possibilita que ele leve consigo para o sangue todos os outros nutrientes que você ingeriu junto, nutrientes que podem ser usados no abastecimento dos músculos lesionados pelo treinamento.

Tudo isso fortalece a sua musculatura e pode conferir ganhos ainda melhores para romper com os obstáculos que impedem seu progresso.

Diferenças entre Waxy Maize, Maltodextrina e Dextrose

Os três exemplos que levantamos aqui são os principais quando o assunto é suplementação através de carboidratos.

Antes do desenvolvimento do Waxy Maize, o consumo era muito voltado para a maltodextrina e a dextrose, que, embora tenham a mesma base, são bem diferentes.

Ao oferecer energia rapidamente para o seu corpo, eles promovem um certo pico de insulina.

Além disso, a maltodextrina é produzida através do amido de milho, assim como o Waxy Maize.

Mas, como você já percebeu, os tipos de milho são bem diferentes nesse caso.

Um tem a digestão mais lenta, já que é formada por um hidrato de carbono complexo, porém, rápida absorção.

E o que isso significa? Que a insulina vai aumentar na sua corrente sanguínea, provocando também um aumento da glicose nas células.

A sua composição também conta com componentes como a frutose e a glicose.

A dextrose, por sua vez, é um pouco diferente da maltodextrina, já que é absorvida de maneira bem mais rápida.

Como é simples e facilmente quebrada, de uma maneira rápida ela oferece a energia e as necessidades de energia que seu organismo tem.

Como ainda tem um alto índice glicêmico, pode promover alguns picos de insulina, mas também é responsável por ajudar a transportar outros nutrientes para suas células, como as proteínas e o famoso BCAA. Uma grande vantagem, não é?

O Wazy Maize, para finalizar nossa recapitulação, é um carboidrato com digestão lenta, mas de forma muito facilitada.

Com um baixo índice glicêmico, ele não produz picos de insulina, mas também ajuda no transporte de outros nutrientes. Como tem uma osmose baixa, a sua entrada acontece de forma facilitada na corrente sanguínea e chega aos músculos com muita rapidez.

E aí, você vai começar a tomar maltodextrina ou dextrose? Ou vai seguir o caminho do Waxy Maize? Ou pensou em combinar alguns deles para obter resultados ainda melhores?

 

Comentários