carlos dias - iridium labs - foto: Bruno Polengo

Ultramaratonista Carlos Dias entra para o time feito de Iridium

Com 100.000 km no currículo e ultramaratonas nos desertos mais temidos do planeta, Carlos Dias é o novo integrante do time feito de Iridium

A corrida é um dos esportes mais praticados do país – estima-se que cerca de 4 milhões de brasileiros praticam a atividade. Mas, deste total, quanto são capazes de correr uma maratona, de 42 km? Pouquíssimos, certo? Agora pense em alguém que corre 250 km. Difícil? Não para Carlos Dias.

O ultramaratonista de 43 anos soma mais de 100.000 km percorridos em seus 22 anos de carreira como atleta profissional – suficiente para dar duas voltas e meia na Terra. Já participou de ultramaratonas – provas de corrida com pelo menos 250 km – em diversos países e nos terrenos mais extremos do mundo.

Correr 250 km no deserto do Saara? Na Antártida? A 5.000 m de altitude? No meio da floresta? Carlos Dias já fez tudo isso. E muito mais: do Oiapoque ao Chuí a pé? Sem problemas. Da costa leste à costa oeste dos EUA? Fácil.

Não foi por acaso que o atleta foi eleito um “super humano” pelo canal de televisão The History Channel. E, menos ainda, que foi convidado para fazer parte do time de atletas da Iridium Labs.

No vídeo abaixo, a prova incontestável: Carlos Dias é feito de Iridium!

A partir de agora, o atleta de São Bernardo do Campo correrá com as cores e a marca da Iridium Labs na camisa, e terá todo o apoio que precisa para alçar vôos cada vez maiores.

O primeiro desafio já está marcado: uma etapa da 4Deserts – principal competição de ultramaratonas em terrenos extremos do mundo – que será realizada no Sri Lanka, a partir de 14 de fevereiro. Ele será o único brasileiro na disputa.

“O patrocínio da Iridium Labs irá me ajudar a planejar melhor os meus próximos passos, e vem para desenhar caminhos de vitórias e relacionamentos ainda mais valiosos com as pessoas com quem encontro na jornada”, disse o atleta que, quando está treinando, costuma ir da capital paulista até a cidade de Santos a pé.

Carlos Dias é ultramaratonista. Carlos Dias é feito de Iridium.

Nome: Carlos Dias

Nascimento: 12/01/1973 (43 anos)

Peso: 94 kg (dos quais quase 10kg são perdidos durante as provas)

Altura: 1,84 m

Site oficial: www.carlosdiasultra.com.br

Suplemento preferido: Minotauro, “perfeito para os treinos mais duros”

Currículo no esporte:

1998 – Comrades Marathon África do Sul – 90 km –

1998 – NYC Marathon – 42.195 m

1999 – Apeldoorn Holanda IAU – 24 horas – 4º colocado

1999 – Arizona Road Races – 432 km no Deserto do Arizona (EUA)- 7º colocado

2000 – Rio de Janeiro a São Paulo – 500 km

2001 – Arizona Road Races – 432 km no Deserto do Arizona (EUA)

2002 – Arizona Road Races – 432 km no Deserto do Arizona (EUA)

2003 – 1.000 milhas brasileiras (1.600 km) Porto Seguro (RJ) a São Bernardo do Campo (SP)

2003 – Jungle Marathon na floresta amazônica – 250 km – 7º colocado

2004 – Apeldoorn Holanda IAU – 24 horas – 18º colocado

2004 – Jungle Marathon na floresta amazônica – 250 km

2004 – Ecomotion na Bahia – 500 km

2006 – Jungle Marathon na floresta amazônica – 250 km

2007 – Desafio Oiapoque ao Chuí – 9.000 km em 100 dias – Recorde Brasileiro!

2008 – BR135 Serra da Mantiqueira –  217 km

2008 – Racing the Planet – Gobi March China – 250 km

2008 – Racing the Planet – Deserto do Saara – 250 km

2008 – Racing the Planet – Last Desert: Antártida – 250 km

2009 – Racing the Planet – Deserto do Atacama – 250 km

2009 – 5.100 km em 59 dias: Estados Unidos de Leste à Oeste

2010-2011 – Desafio Passos Solidários – Volta ao Brasil correndo -18.250 km em 325 dias em prol do GRAAC

2011 – Racing the Planet – Nepal – 103 km em 4 dias no lugar mais alto do planeta

2012 – 39 horas seguidas de corrida em São Paulo para prestar uma homenagem ao aniversário da cidade, comemorar seus 39 anos de vida e arrecadar fundos para o Hospital do GRAACC.

2012 – Racing the Planet – Deserto da Jordânia – 250 km

2013 – 24h de corrida sem intervalo, em 27 finais de semana consecutivos, em todas as capitais brasileiras (incluindo o Distrito Federal), em apoio à luta contra o câncer infantil

2014 – 12h de corrida ininterrupta em cada uma das 12 sedes brasileiras da Copa do Mundo de 2014, em apoio à luta contra o câncer infantil

2014 – Racing the Planet – Madagascar – 250 km

2015 – Desafio 42: 42 maratonas (42.125 m cada) em 42 dias seguidos, em comemoração ao seu aniversário de 42 anos

2015 – Racing the Planet – Equador – 250 km a 4.000m de altitude

foto: Bruno Polengo

Comentários

 

Comments are closed.