pernas

Pernas finas? 5 dicas para dar um ‘up’ nas pernas da mulherada!

Ter pernas turbinadas é o sonho de toda mulher e muitas vezes bem difícil de realizar. Confira estas dicas que vão te ajudar a obter pernas mais definidas!

Pra quem gosta de ter o corpo sarado, ter pernas finas irrita qualquer mulher.

É claro que o corpo feminino se comporta completamente diferente do masculino. E não da pra escolher onde você perde peso, ou ganha.

Muitas mulheres por exemplo reclamam muito que quando emagrecem a primeira coisa que perdem é o bumbum e coxas. Quando tudo o que elas querem é perder só a barriga.

Mas para quem tem pernas muito longas e finas e vivem em busca de ter pernas mais turbinadas, alguns exercícios, treinos e uma alimentação específica podem ajudar a alcançar esse objetivo.

Adicionar calorias à sua dieta e incorporar uma rotina de construção de força do corpo inferior pode ajudar a estimular os músculos das pernas. Se liga nessas dicas!

Pernas finas? 5 dicas para dar um ‘up’ nas pernas da mulherada!

1- Calorias ajudam você a criar músculos de perna

Para ganhar músculos, você precisa consumir um pouco mais de calorias do que está acostumada.

Mas não faça nada por conta própria, consulte um nutricionista para determinar sua queima diária de calorias e o quanto você deve gastar por dia – de forma geral, você vai precisar consumir entre 250 e 500 calorias a mais por dia do que está acostumada.

Como mulher, você deve estar sempre acostumada a comer menos para não engordar, porém seu corpo precisa de combustível extra para criar músculos nas pernas. Então viver de dietas restritivas não vão te ajudar!

Só que tem um ponto importante: não adianta aumentar a ingestão calórica comendo um monte de porcarias. Você precisa de calorias “limpas”, com uma boa proporção entre carboidrato, gordura e proteína – e é por isso que falar com um nutricionista é fundamental.

Você pode adicionar essas calorias comendo mais vegetais, frutas, proteínas magra, produtos lácteos com baixo teor de gordura ou grãos integrais.

Comer mais calorias não significa que você precisa começar a investir em batata frita, e besteiras.

O ideal também é investir um pouco mais em proteína, procure opções leves, como peito de frango, carnes magras, peixe branco ou tofu.

2- Os exercícios certos

Agachamento, leg press e stiff são bons exemplos de exercícios que trabalham a musculatura das pernas.

Não tenha medo de pegar pesado com seu corpo. Tente levantar peso entre 75% a 85% do peso máximo que você consegue levantar de uma vez (75-85% do seu 1RM). Os exercícios devem ser extremamente desafiadores nas últimas repetições!

Por mais que queira sentir sua perna ficando gigante logo, o tempo de descanso é essencial para a a recuperação e, consequentemente, para a construção dos músculos. Por isso, dê pelo menos 2 dias de folga para os treinos de perna durante a semana.

Afinal de contas, paciência é a palavra chave para a transformação do seu corpo!

3- Cuidado para não lesionar o músculo

Pegar pesado é bom, mas não ultrapasse o limite máximo que seu corpo aguenta.

Há muita gente na academia que negligencia os músculos estabilizadores mais pequenos nos quadris que evitam lesões e garantem o correto movimento e a estabilidade dos quadris e da pelve.

Sem que esses músculos funcionem corretamente, todos os outros movimentos se tornam menos efetivos e potencialmente mais perigosos.

Trabalhe com os abdutores (coxa externa) e adutores (coxa interna) como parte de seu aquecimento antes de executar o agachamento e deadlift.

4- Alongamento é importante

Gastar de 10 a 20 minutos na esteira ou bicicleta não constituem um aquecimento adequado.

O aquecimento cardiovascular faz pouco para preparar seu corpo o suficiente para os exercícios que você precisa executar.

Sempre comece seu treino com pelo menos 5-10 minutos de alongamento ativo (baseado em movimento), para trabalhar a estabilidade do seu corpo, e com algumas séries leves, para dar um bom start’ no seu treino.

5- Tipo de corpo feminino e tamanho das pernas

Sua capacidade de aumentar o tamanho da sua perna e ganhar músculo depende muito dos seus genes.

Se você tem tipo de corpo com ossos finos e baixa gordura corporal, é mais difícil ganhar massa muscular. Seu corpo é naturalmente magro e limitado devido aos seus genes.

Você pode até ganhar algum peso com o treinamento de força e o aumento do consumo de calorias saudável, mas alcançar as pernas da Gracyanne Barbosa pode ser meio impossível.

Já mulheres com estrutura óssea de tamanho médio ou grande podem obter o aumento do tamanho da perna com mais facilidade.

Por isso, antes de querer se matar na academia para ter um pernão, converse com seu treinador, e saiba entender seu corpo.

Independentemente dos seus resultados, o exercício e uma dieta saudável tornam você uma mulher mais apta e mais forte.

LEIA MAIS: Creatina: 4 motivos para as mulheres que treinam começarem a tomar
LEIA MAIS: 4 razões para as mulheres investirem em treinos de força

Comentários