Tudo sobre BCAA: o que é, para que serve e como tomar

Acabe com as suas suas dúvidas sobre o BCAA e saiba como você pode aumentar sua performance acrescentando esse suplemento na sua dieta

Com certeza, o BCAA é o segundo tipo de suplemento mais mencionado nas academias.

Mesmo assim, muitas pessoas ainda não sabem como ele funciona, e quais são os benefícios na hora de ver os resultados do seu treino.

Neste post, você vai entender para que serve o BCAA, e como você pode acrescentá-lo na sua dieta de maneira correta.

Melhorando o seu desempenho durante o treino e assegurando uma melhor recuperação.

Você também vai saber quais alimentos podem proporcionar uma dose natural de BCAA – mesmo que pequena – para ajudar sua dieta.

Quer aprender mais sobre o BCAA? Então, se liga:

Tudo sobre BCAA: o que é, para que serve e como tomar

O que é BCAA?

bcaa

O termo BCAA é uma abreviação de Branched Chain Amino Acids – Aminoácidos de Cadeia Ramificada.

Essa cadeia ramificada de aminoácidos inclui: isoleucina, leucina e valina.

Em conjunto, esses três aminoácidos formam cerca de um terço das proteínas musculares.

Eles são essenciais para a síntese de proteínas relacionadas com o crescimento de massa muscular.

Saiba que nosso corpo não é capaz de produzir esses aminoácidos por conta própria.

Geralmente, eles são consumidos em uma quantidade pequena por meio de diversos alimentos.

Só que uma alimentação regular pode não oferecer a quantidade de aminoácidos necessários ao corpo.

Por isso, complementar as refeições com suplementos é tão importante para quem busca manter ou melhorar a forma física.

Alguns suplementos, como o Whey, já contém o BCAA em sua composição, porém, existem algumas diferenças entre consumi-lo isolado e outros suplementos com os aminoácidos.

Além do Whey conter outros nutrientes e mais calorias, ele apresenta um tempo de absorção do BCAA isolado um pouco maior.

Ou seja, a velocidade de absorção é diferente e os aminoácidos do Whey podem demorar mais para serem absorvidos.

Para que serve?

Uma das funções do BCAA é transportar o nitrogênio, facilitando a síntese de proteína para a produção de novas fibras musculares.

De certa forma, o BCAA alerta ao organismo que não é necessário interromper a síntese de proteínas, já que existem aminoácidos circulando no sistema para repor os que foram perdidos durante o exercício físico.

Até mesmo para evitar que os mesmos sejam usados como fonte de energia.

Além disso, a Leucina pode ser considerada um dos principais gatilhos para a síntese de proteína.

Isso porque o aumento da concentração deste aminoácido promove a ativação de uma proteína quinase, chamada mTOR que estimula a síntese proteica.

O BCAA também traz diversos outros benefícios para a saúde, além de ajudar na formação de massa muscular.

Ele traz uma melhora em: longevidade, sistema imune, sensibilidade à insulina, força e resistência.

Na prática, ele melhora a recuperação após exercícios que podem causar lesões musculares, o que permite que você treine com maior frequência e intensidade –

De maneira resumida, o BCAA pode ser utilizado como fonte de energia durante o treino, impedir o catabolismo, reduzir a fadiga física e mental.

Além de fornecer aminoácidos necessários para os músculos estimularem a síntese de proteínas.

Como tomar BCAA?

phoenix bcaa 3000

Atualmente, os suplementos de BCAA estão presentes no mercado em quatro formas diferentes: em pó, cápsula, comprimido e líquido.

Da mesma forma que os suplementos Whey Protein, ele pode ser consumido antes e/ou depois do treino.

Sua versão em pó é a mais fácil de se utilizar na hora de misturar com outros alimentos ou de consumir durante os treinos.

O BCAA geralmente é consumido antes do treino para evitar o catabolismo, e ser utilizado como fonte de energia e/ou depois para estimular a síntese de proteína e melhorar a recuperação muscular.

Apesar de ser mais consumido nesses horários, não há uma regra de quando o suplemento deve ser consumido, tudo depende da dieta e necessidade de cada um.

Para assegurar o consumo adequado às suas necessidades, um médico ou nutricionista deverá ser consultado.

As porções em que se deve tomar o BCAA também variam com o peso, objetivo e necessidades de cada um.

Por isso, você deve seguir as recomendações de seu nutricionista, médico ou da embalagem.

Para potencializar ainda mais os seus resultados e virar um monstro, você pode fazer um shake que misture BCAA e Whey Protein.

Fontes naturais de BCAA

bcaa-alimentacao-suplemento

As fontes naturais são: laticínios, carne vermelha, ovos e frango.

Uma porção de 100g de carne, por exemplo, oferece em média 1.7g de leucina, 1g de isoleucina e 1g de valina.

As proteínas vegetais, embora em menor concentração, também podem oferecer BCAAs.

Algumas fontes naturais de BCAA vegetais são: soja, lentilha, feijão, trigo integral, nozes e milho.

Sendo o feijão o que oferece maior quantidade entre os vegetais.

O BCAA tem efeito colateral?

O consumo de BCAAs não costuma estar associado a efeitos colaterais.

Porém, é recomendado que pessoas portadoras de enfermidades, como problemas renais, consumam o suplemento sob orientação médica ou de um nutricionista.

 

LEIA MAIS: Bodybuilding salva a vida de mulher que tentou suicídio duas vezes
LEIA MAIS: Filmes de terror podem te fazer perder até 200 calorias!

Comentários