jj watt nfl box jump

5 treinos de monstros da NFL que atletas de outros esportes deveriam fazer

Os caras da NFL não são só ogros com força monstruosa. Eles também precisam trabalhar várias outras qualidade físicas, e algumas podem ser úteis pra você!

Se engana quem pensa que os monstros da NFL são apenas ogros com uma força monstruosa. Bom… eles não deixam de ser ogros com uma força monstruosa, mas a capacidade física dos jogadores de futebol americano vai muito além disso.

Aqui, separamos alguns vídeos de treinos e movimentos realizados por jogadores da NFL, mas que podem ser muito úteis para atletas de outros esportes – não apenas bodybuilding, mas futebol, tênis, basquetes e milhares de outros.

Se você pratica esportes, veja algumas ideias de treinos que os caras da NFL fazem e que podem ser úteis para você – claro que é preciso ajustá-los à sua capacidade física, com ajuda de um profissional de educação física.

5 treinos de monstros da NFL que atletas de outros esportes deveriam fazer

1- O treino de agilidade de Andrew Hawkins

Se você pratica esportes que precisa de agilidade, como futebol, basquete ou tênis, para citar apenas três exemplos óbvios, você precisa treinar essa qualidade.

E é claro que é totalmente aceitável se você não conseguir fazer um trabalho de pernas na velocidade do Wide Receiver do New England Patriots, que é praticamente a mistura do Super-Homem com o Flash.

Mas o conceito é aplicável à situações mais próximas da realidade. Circuitos com cones e escada de agilidade certamente poderão ser úteis para aumentar a velocidade das suas pernas e dos seus movimentos.

2- O salto na caixa do J.J. Watt

Você não é um dos maoires defensive ends da história como o monstro do Houston Texans, então obviamente você não vai conseguir pular sobre uma caixa com mais de 1,5m de uma hora para a outra.

Mas mesmo em caixas (muito) menores, esse é um ótimo trabalho de potência, que pode ser muito útil para quem pratica outros esportes – todos que envolvem arranque e mudanças bruscas de direção, por exemplo.

Do LPO ao futebol, melhorar a explosão e a força das pernas será sempre de extrema importância.

3- O treino de coordenação do Donte Whitner

O safety que já passou por Buffalo Bills, SF 49ers, Clevand Browns e Washington Redskins hoje é “free agent”, mas sua capacidade física ainda é monstruosa.

No seu perfil no Instagram, ele já mostrou um treino de coordenação que pode ser utilizado por qualquer atleta, de qualquer esporte, que terá grandes benefícios.

Trata-se de um movimento simples: o treinador arremessa uma bola de tênis, você agarra com uma mão e joga de volta; ele atira outra, que você agarra com a outra mão e devolve; e assim sucessivamente – no caso, Donte e um colega de time fazer o mesmo treino simultaneamente.

Esse tipo de treino é capaz de promover uma ótima ativação neural, melhorando a comunicação entre os sistemas nervoso e musculo-esquelético.

4- A corda naval de Travis Kelce

Um bom treino de corda naval como o do tight-end do Kansas City Chiefs é capaz de elevar monstruosamente o seu ritmo cardíaco ao mesmo tempo que ativa fortemente o core e outros músculos.

A bem da verdade, esse tipo de treino é capaz de ativar praticamente o corpo todo, dos braços às pernas; dos posteriores da coxa aos músculos dorsais.

Esse treino pode ser útil para basicamente qualquer atleta, do bodybuilder ao jogador de futebol.

5- O Farmer’s Walk do Colin Kaepernick


O quarterback do San Francisco 49ers mostrou um belo treino de Farmer’s Walk que você pode “roubar” e colocar na sua rotina. É uma forma simples e efetiva de aumentar a sua força.

E não importa se você vai usar as correntes ogras do jogador da NFL ou halteres, esse exercício vai aumentar sua força. E melhorar sua pegada. E trabalhar ombros, costas, bíceps e tríceps.

De novo, é mais um exercício que vale para quase todo atleta. Para quem é bodybuilder, por exemplo, é essencial.

LEIA MAIS: James Harrison, da NFL, impressiona ao levantar 326kg no quadril 
LEIA MAIS: 10 coisas que você precisa saber sobre a luta entre Mayweather e McGregor 
LEIA MAIS: O treino insano de LeBron James durante os playoffs da NBA

Comentários