ibra

Recuperado de lesão, Ibra posta treino pesado e playlist pessoal

Contrato novo com o Manchester United, recuperado de lesão, bombando nas redes sociais com treinos e música… Zlatan Ibrahimovic está de volta!

Um dos maiores nomes do esporte mundial está de volta. E “maiores” em todos os sentidos, porque além de monstro do futebol, o cara é grande. Recuperado após sofrer uma grave lesão no joelho no início do ano, o sueco Ibrahimovic voltou com tudo.

Além de renovar seu contrato com o Manchester United, está bombando nas redes sociais, onde já divulgou vídeos treinando pesado e também sua playlist de treino.

Com 35 anos, um ego gigantesco e capacidades física e técnica muito acima da média, Ibra está de volta. E a gente selecionou alguns vídeos do treino do cara para analisar. No fim, vocÊ também pode ouvir a playlist do cara, que também está no nosso canal no Spotify.

Se liga:

Recuperado de lesão, Ibra posta treino pesado e playlist pessoal

A maioria dos vídeos de treino divulgados recentemente por Zlatan Ibrahimovic mostra exercícios de estabilização e controle de movimento, e não treinos de força ou hipertrofia. A explicação óbvia para isso é que o cara está na reta final da recuperação de uma grave lesão no joelho.

Esse tipo de trabalho é muito realizado por atletas não apenas no processo de recuperação, mas também como forma de prevenção de lesões e para preparar o atleta para os treinos dentro de campo – que é onde ele vai melhorar a performance específica de sua modalidade.

1 – Corda Naval

É um trabalho “full body”, ou seja, para o corpo todo. Envolve diversas valências físicas: resistência cardiovascular, resistência muscular de membros superiores e inferiores e uma boa estabilização do core.

Atletas de futebol precisam de uma estabilização do core enorme para as mudanças bruscas de direção o tempo todo.

Para não-atletas, a corda naval pode ser usada como uma parte do treino, num HIIT ou até num “WOD” no final do treino. Isso depende da forma com que será feita.

2 – Trote com estabilização unilateral no bosu

O trote seguido do salto e estabilização no bosu exige um ótimo equilíbrio do Ibra. 

Esse trabalho é muito empregado por preparadores físicos de futebol. A estabilização e o controle de movimento precisam ser precisos em cada mudança de direção. Ainda mais num gramado, onde o terreno pode ser irregular e levar o atleta à torções, quanto melhor a capacidade de estabilização, menos chances de se machucar.

O bosu é uma superfície instável, que faz com que o atleta exija muito de sua propriocepção – a capacidade de reconhecer a localização espacial do corpo, sua posição e orientação, a força muscular e posição de cada parte do corpo em relação às outras, sem usar a visão.

Ter uma boa propriocepção é fundamental para um campo esburacado ou quando a chuteira se prende ao gramado ou ainda quando o jogador cai sobre o pé do outro e seu pé precisa agir rapidamente para evitar uma lesão, por exemplo.

Mas essa estabilidade pode ser muito boa para praticantes de outras modalidades como basquete, handebol ou voleibol. Mesmo corredores e atletas de modalidade relacionadas ao atletismo precisam de boa propriocepção, controle de movimento e excelente estabilização de tornozelo, joelho e quadril.

3 – Alongamento dinâmico de adutores e estabilização do core com a medicine ball

Parece esquisito esse exercício, mas ele faz muito sentido para atletas, especialmente do futebol e esportes com chutes.

Zlatan faz um alongamento dinâmico de adutores que é um músculo muito utilizado no chute do futebol, também solicitado de forma menos intensa no momento do arranque da corrida.

Ao mesmo tempo que faz o alongamento dinâmico, movimenta uma medicine ball acima da cabeça para aumentar a solicitação do core no movimento, tendo assim que produzir uma força isométrica do core para estabilizar o corpo ao longo do movimento.

4 – Estabilização de core e controle de movimento de inferiores no crossover

Já falamos acima da importância do core na estabilização do movimento nos esportes, bem como falamos também do controle de movimento dos membros inferiores trabalhando a propriocepção.

Aqui, o astro sueco se desloca com pesos freando sua movimentação o que desafia sua habilidade de controlar o corpo a cada movimento. Ou seja, ele está associando os trabalhos feitos anteriormente com alguma carga contra-resistente.

Evidentemente que esses trabalhos não podem possuir uma grande quilagem, pois o objetivo não é aumentar a força, mas trabalhar a estabilidade e o controle de movimento.

5-  Cadeira extensora (excêntrica)

 

Power is nothing without control

Uma publicação compartilhada por IAmZlatan (@iamzlatanibrahimovic) em

Esse é o único trabalho que podemos considerar de força. No entanto, tem um intuito recuperativo e preventivo, devido a recente lesão do craque.

A fase excêntrica da contração muscular é a mais forte, pois é possível suportar mais carga quando o músculo é alongado do que quando ele está em isometria ou sendo contraído.

O futebol e quase todos os esportes exigem uma fase excêntrica grande de alguns músculos. No movimento do chute, por exemplo, existe um trabalho excêntrico forte da musculatura posterior da coxa.

Isso se torna ainda mais relevante depois da sua lesão do LCA (ligamento cruzado anterior). Esse ligamento é responsável por sustentar a cadeia posterior, portanto deve ter sido realizado um forte trabalho para a cadeia posterior.

No vídeo, Zlatan está fortalecendo o quadríceps para equilibrar a musculatura e deixá-la apta às intensidades do futebol novamente.

6- Taekwondo

O vídeo não mostra exatamente um treino da arte marcial, mas mostra que Ibra entende do assunto, e que sua capacidade de chutar vai muito além do que exige o futebol.

Não é por acaso: o cara é simplesmente faixa preta de Taekwondo e fã de MMA – tem, inclusive, várias fotos ao lado de lutadores brasileiros do UFC. 

É claro que, como atleta profissional de futebol, Ibra precisa tomar alguns cuidados para não se machucar na outra atividade. Mas, com alguns cuidados, é totalmente possível colocar as artes marciais numa rotina de treinos – como a gente já mostrou neste post sobre o boxe, que é um ótimo treino de cardio, ajuda a melhorar força e controle de movimento, diminui o estresse e a composição corporal.

Na legenda do vídeo com o chute de Taekwondo, Ibra ainda brinca: “qual joelho?”, em referência à lesão que o tirou dos gramados por meses.

A playlist

Em ação promocional da sua própria marca de roupas esportivas – a A-Z Sportswear – Zlatan Ibrahimovic divulgou a playlist com músicas que ele ouve nos treinos.

Segundo o sueco, a trilha sonora “tem um equilíbrio de músicas animadas e empolgantes e algumas mais lentas e melódicas, sendo uma ótima lista para momentos em que é preciso força e foco”.

Como não poderia deixar de ser, Ibra escalou até uma música dele próprio. Ouça todas aí embaixo:

Comentários