braços

Braços gigantes? Este treino pode te fazer crescer em 2 semanas

Você tá cansado de treinar e não ver seus braços crescerem? Então se liga nesse treino insano que promete te dar um gás, e deixar seus braços gigantes!

São poucas as pessoas que conseguem tirar duas horas por dia para gastar na academia. E a maioria dos que conseguem fazer isso são atletas profissionais..

Antigamente, o problema era ainda pior: além da falta de tempo, os equipamentos e o conhecimento técnico sobre desenvolvimento físico eram muito mais limitados.

Mesmo assim, tá cheio de atleta da década de 60 ou 70 cujo shape é referência até hoje – Arnold que o diga.

O que eles tinham de sobra era uma vontade insana de correr atrás dos resultados que queriam.

Então a pergunta que fica é: por que ainda tem muito cara que em 6 meses não consegue ganhar os músculos que poderia ganhar em 2 semanas?

Bom, talvez você precise começar a levar seus treinos mais a sério!

Para isso, confira um treino insano que vai te deixar te ajudar a desenvolver os braços em apenas 2 semanas! 

É claro que você não vai passar de um braço fino pra um braço de bodybuilder em 15 dias, mas é fato que esse treino pode acelerar e maximizar seus ganhos. Se liga:

Braços gigantes? Este treino pode te fazer crescer em 2 semanas

braços 2

Este treino montado pelo PhD Ellington Darden deve ser feito três vezes na semana, em dias não consecutivos, durante duas semanas. Tá fácil hein?!

Você fará três exercícios diferentes, repetindo-os na segunda semana. Quando você repete os exercícios na segunda semana, é crucial que faça um progresso – colocando mais peso ou mais repetições a cada exercício.

O treino apresenta um ciclo de três exercícios para o bíceps e outros para o tríceps. Os exercícios mudam a cada treino, então você irá realizar 18 exercícios de braço diferentes.

Faça todos os três exercícios sem descanso no meio, essa é a dica de ouro desse treino, não se esqueça disso!

Você deve fazer uma série de cada exercício, usando o máximo de peso possível para 8 a 12 repetições. É muito importante dar o seu máximo e deixar seu músculo queimar a cada exercício.

Além dos seis exercícios de braço, você fará quatro outros exercícios, para um total de 10 exercícios por treino. Nesses casos, faça uma série all-out (máximo de intensidade e esforço em somente uma série – vá no seu limite) de 8 a 12 repetições.

Descanse apenas o mínimo de tempo possível, para melhorar ainda mais seus ganhos.

Esse treinamento funciona melhor se você contar com a ajuda de um brother. Dessa forma, cada um tem alguém para ajudá-lo a mudar os pesos mais rapidamente do que se estiver sozinho.

Certifique-se de que um indivíduo complete todo um ciclo de três exercícios para bíceps ou tríceps antes que o outro comece.

Quando você termina com os ciclos do bíceps e do tríceps, você pode alternar os exercícios restantes da maneira usual – fazendo sua série e depois se recuperando enquanto seu parceiro de treino faz o dele.

Agora se liga nessa lista de exercícios:

Exercício 1

Ciclo Tríceps

braços 3

  • Tríceps supino com pegada pronada na largura dos ombro. Sem descanso.
  • Supino com pegada normal. Sem descanso.
  • Supino com pegada bem aberta. Descanse dois minutos enquanto você configura o ciclo do bíceps.

Usar uma pegada invertida é uma maneira nova de fazer supino que enfatiza o tríceps de uma maneira ligeiramente diferente.

Configure como você faria normalmente, mas pegue a barra com uma pegada pronada na largura dos ombros, e segure com braços retos sobre o peito.

Mantenha os cotovelos próximos aos seus lados enquanto você abaixa lentamente até o peito.

Toque a barra e depois, sem pausar, complete o movimento voltando para a posição inicial.

Lembre-se, você não está no powerlifting aqui, você não está tentando quebrar um record. O objetivo é acumular fadiga, bombeando os braços cheios de sangue. Então, precisa de reps lentos com transição suave nas fases concêntricas e excêntricas do movimento.

Quando terminar a série, tire 20% do peso da barra o mais rápido que puder. Isso ajuda a pensar com antecedência, e lembre-se de usar placas que permitam uma remoção rápida. (Obviamente, um parceiro de treinamento ajuda com esta parte do processo.)

Faça a proxima série com a pegada normal do supino. Tire mais 20% do peso da barra e faça uma pegada um palmo mais larga do que o convencional.

Agora que seu tríceps está profundamente cansado, mas com a amplitude de movimento reduzida devido a pegada aberta, você poderá fazer uma nova série. Mas dessa vez terá que ir mais rápido!

Ciclo Bíceps

braços 4

  • Rosca direto com pegada fechada. Sem descanso.
  • Rosca direto com pegada normal. Sem descanso.
  • Rosca direto com pegada aberta Descanse dois minutos.

Você pode usar uma barra olímpica ou mais curta. Use cerca de 30% menos peso do que você faria normalmente para 10 repetições.

Pegue a barra com os seus mindinhos a cerca de 8 a 10 centímetros de distância. Fique com os pés numa posição ligeiramente mais larga do que o normal para auxiliar o equilíbrio. Incline-se para a frente cerca de 45 graus de flexão do quadril. Deixe seus braços perpendiculares ao chão.

Agora, faça de 8 a 12 repetições a uma velocidade controlada, com transições suaves ao subir e descer o peso. Quando você fizer o maior número de reps possíveis coloque a barra no chão. Não altere o peso.

Pegue a barra na linha da largura do ombro. Desta vez, você ficará de pé enquanto faz suas roscas, em vez de curvar-se. Ancore seus cotovelos firmemente contra a lateral da sua cintura e mantenha-os lá. Faça as repetições máximas almejando 8 a 12 repetições. Se der mais, ótimo!

Quando você fizer a última rep, tente fazer mais uma. (Isso realmente se aplica a todos os exercícios deste programa.) Quando não conseguir mais um, coloque a barra para baixo. Não altere o peso.

Pegue a barra com uma grande abertura,  fique de pé, e desta vez comece com os cotovelos ligeiramente flexionados e para trás, assim os cotovelos ficarão um pouco atrás do seu tronco.

Agora faça uma amplitude de movimento reduzida, já que o bíceps estão quase completamente fadigados.

À medida que você sobe a barra, mantenha-a perto do seu tronco. Há um ponto de alta intensidade no meio da amplitude de movimento, e é tudo o que você está tentando acertar aqui – esqueça o inicio do movimento e o final.

Foque nesse ponto mais difícil. Não se preocupe com a velocidade das suas reps neste exercício final. Basta completar a série e depois admirar seu braço quando conseguir.

Outros exercícios

braços 5

  • Agachamento
  • Panturrilha na máquina
  • Abdominal sit-up
  • Rosca punho

Você não vai fazer variações complicadas no agachamento, panturrilha, abdominal ou rosca punho. Apenas escolha o máximo de peso que você pode fazer para 8 a 12 repetições a uma velocidade deliberada e com transições suaves entre as fases concêntrica e excêntrica.

Quando você terminar sua última série, aproveite para descansar e tirar uma ótima noite de sono. Você vai precisar! 

LEIA MAIS: 6 exercícios que podem ajudar a ‘corrigir’ seus ombros
LEIA MAIS: 3×10: esse pode não ser o número ideal para a hipertrofia

Comentários