Conheça 7 tipos de macarrão e escolha qual é o melhor para você

Quem treina pode, sim, comer macarrão, mas precisa escolher o de melhor valor nutricional para não prejudicar seus ganhos

Existem mais de 60 tipos de macarrão no Brasil, de diversos formatos e composições, que podem ser preparados de maneiras diferentes para agradar todos os paladares.

O macarrão é um alimento fonte de energia e fibras, de fácil digestão, minimamente processado e que também pode ser de baixo índice glicêmico.

Pode ser um prato único ou estar acompanhado de carne, peixe e outros alimentos fonte de proteína, tornando o prato ainda mais nutritivo. 

É um alimento muito consumido, pois além de versátil e prático, é um alimento com custo acessível e bom rendimento.

O formato do macarrão (espaguete, fettuccine, penne, fussili, etc.) não influencia nos valores nutricionais, porém o preparo da massa pode fazer diferença.

Antes, se pensava em praticidade e durabilidade, mas hoje a preocupação com a saúde esta ganhando cada vez mais espaço.

Por isso, os fabricantes estão enriquecendo o produto com vitaminas, farinhas e grãos integrais, minerais e ingredientes orgânicos, para tornar o alimento mais saudável.

Isso faz com que os valores nutricionais dos macarrões tenham uma diferença.

Essa diferença não é muito grande, mas pode fazer diferença na sua dieta e na sua saúde, e conhecendo cada uma delas, é possível fazer a melhor escolha.

Veja agora as informações nutricionais de 7 tipos de macarrão e escolha qual o melhor para você.

Saca só:

Conheça 7 tipos de macarrão e escolha qual é o melhor para você

1. Macarrão tradicional / clássico

Macarrão Tradicional

O macarrão é conhecido como massa seca e é produzido com dois ingredientes apenas: farinha e água. Ele passa por um processo de secagem que permite um grande prazo de validade. 

Esse macarrão está saindo do mercado, pois há um aumento da oferta do grano duro.

  • Calorias: 282 calorias 
  • Carboidrato: 58 g
  • Proteína: 9,1 g
  • Gordura: 1,6 g
  • Fibra alimentar: 2,4 g 
  • Sódio: 0 mg

2. Grano duro

Grano Duro

Este macarrão é muito consumido do exterior e está presente em grande parte dos produtos brasileiros.

É feito com um tipo especial de trigo denominado durum e água. Ele também pode ser feito com o grão, água e ovo ou clara de ovo.

Após o cozimento, resulta em massa mais solta e al dente. Em relação aos valores nutricionais não há grande diferença entre o comum e ele.

Mas, por agradar mais o paladar de algumas pessoas.

  • Calorias: 280 calorias 
  • Carboidrato: 56 g
  • Proteína: 10 g
  • Gordura: 1,6 g
  • Fibra alimentar: 1,6 g
  • Sódio: 0 mg

*versão com clara de ovo.

3. Macarrão com ovos

Macarrão com Ovos

O macarrão com ovos passa pelo menos processo do macarrão comum, mas, além da farinha e da água contém ovos.

Por conter ovos, há quem acredita que é o macarrão é rico em proteína, mas isso não é verdade!

O ovo é adicionado à massa por questões tecnológicas, pois a proteína da clara do ovo ajuda a manter a estrutura da massa depois do cozimento. 

A quantidade de ovo usada para cada quilo de macarrão é baixa, então não há uma grande quantidade de proteína na massa.

Isso é comprovado na tabela nutricional do alimento. Se você comparar a versão tradicional com a versão com ovos, você vai ver que não há uma grande diferença.

  • Calorias: 284 calorias
  • Carboidrato: 59 g
  • Proteína: 8,8 g
  • Gordura: 1,4 g
  • Fibra alimentar: 2 g
  • Sódio: 6 mg

4. Macarrão integral

Macarrão Integral

O macarrão integral é preparado com farinha de trigo integral, no lugar da farinha de trigo comum, por isso contém mais fibras.

As fibras ajudam a aumentar a sensação de saciedade, reduzindo a fome, melhoram o funcionamento do intestino e ainda ajudam a prevenir doenças cardiovasculares.

Além disso, por conter fibras, possui índice glicêmico mais baixo que as versões comuns, evitando o aumento repentino da glicemia e insulina, que ajuda no controle e prevenção do diabetes e também na redução da fome.

  • Calorias: 271 calorias
  • Carboidrato: 56 g
  • Proteína: 10 g
  • Gordura: 0,8 g
  • Fibra alimentar: 5,6 g
  • Sódio: 0 mg

5. Massas frescas 

Macarrão Massa FrescaMacarrão Massa Fresca

As massas frescas têm características artesanais, passam por processo parcial de secagem, por isso, são comercializadas refrigeradas. 

Por serem frescas, possuem um prazo de validade menor que as versões secas. Por isso, devem ser consumidas em poucos dias. 

Há quem diga que é a melhor opção, pois os alimentos frescos são sempre mais naturais, mas ainda há contradições sobre o assunto.

  • Calorias: 231 calorias
  • Carboidrato: 46,4 g
  • Proteína: 5,7 g
  • Gordura: 1,9 g
  • Fibra alimentar: 2,2 g
  • Sódio: 256 mg

6. Macarrão sem glúten

Macarrão Sem Gluten

O macarrão sem glúten é feito com farinha de arroz, milho ou outras que não contêm glúten. Foi desenvolvido para os celíacos, que são intolerantes a esse tipo de proteína.

Algumas pessoas acreditam ser a opção mais saudável, visto que alguns especialistas dizem que o glúten é inflamatório.

Entretanto, outros especialista afirmam que não há estudos conclusivos mostrando que o glúten faz mal para a saúde.

Dessa forma, o glúten só deveria ser evitado por quem tem intolerância a proteína e esse macarrão é indicado para essas pessoas.

  • Calorias: 282 calorias 
  • Carboidrato: 62 g
  • Proteína: 5,2 g
  • Gordura: 1,5 g
  • Fibra alimentar: 2,5 g
  • Sódio: 0 mg

7. Macarrão colorido

Macarrão Colorido

O macarrão colorido tem cores diferentes, pois são feitos com vegetais desidratados ou corantes naturais.

Mas isso não quer dizer que são mais saudáveis e que substitui o consumo de vegetais.

Apesar dos vegetais apresentarem benefícios à saúde e valores nutricionais interessantes, a quantidade utilizada é pequena, não provocando grandes diferenças nos nutrientes do alimento.

  • Calorias: 282 calorias 
  • Carboidrato: 59 g
  • Proteína: 8,1 g
  • Gordura: 1,6 g
  • Fibra alimentar: 2,4 g 
  • Sódio: 0 mg

Os valores são baseados para uma porção de 80g e podem variar de marca para marca.

 

LEIA MAIS: [VÍDEO] Pré-treino: qual deve ser a alimentação correta para ter uma boa performance?
LEIA MAIS: 6 alimentos que a ciência já provou que fazem mal à saúde e mesmo assim você consome

Comentários