alongamento dinâmico

4 técnicas de recuperação muscular essenciais para qualquer atleta

Um bom processo de recuperação muscular pode não apenas melhorar sua performance na próxima sessão, mas também aumentar e acelerar seus ganhos

O processo de recuperação muscular é essencial para qualquer atleta, e por isso merece atenção.

Não só para quem quer crescer – e que já deve estar cansado de saber que é no descanso que ocorre a maioria dos ganhos – mas também para quem tem outros objetivos. Um bom processo de recuperação muscular evita lesões e garante um boa performance a cada sessão, além de acelerar os resultados.

Quer ver algumas técnicas que você precisa utilizar na sua fase de recuperação muscular (aquele momento entre um treino e outro)? Então se liga:

4 técnicas de recuperação muscular essenciais para qualquer atleta

1- Caminhada

caminhada rápida

É realmente tentador ficar jogado no sofá por horas no dia seguinte de um treino pesado ou de alguma atividade física muito intensa, e ainda achar que esse descanso vai ajudar no processo de recuperação dos seus músculos.

Mas a verdade é que músculos doloridos e articulações tendem a ficar ainda piores com a inatividade. A solução é fazer atividades de baixa intensidade para uma recuperação ativa.

Uma boa opção é uma caminhada acelerada, que não chega a ser uma corrida, tampouco uma caminhada “comum”. O Dr.Jordan Metzl, do Hospital de Cirurgias Especiais de Nova York, dá outras sugestões de atividades para dias de folga após um treino muito intenso, como yoga, pilates e natação.

2- Água

atleta bebendo água

É fundamental se manter hidratado durante o exercício físico, porque isso pode melhorar sua performance. Da mesma forma, se você quer estar física e mentalmente preparado para o próximo treino, é igualmente importante continuar bebendo água depois.

A água atua em processos anti-inflamatórios e várias outras funções que irão ajudar na diminuição das dores musculares e a acelerar o processo de recuperação muscular – como já falamos várias vezes, a urina transparente é a melhor medida para saber se você está bebendo água o suficiente.

Outro ponto importante é consumir muitos alimentos ricos em água depois de treinar – como frutas, verduras e legumes.

E não é só bebendo que a água pode ajudar após atividades físicas intensas. Estudos comprovam que banhos frios ou gelados no pós-treino são uma forma eficiente de reduzir as inflamações e dores musculares

3- Alongamento

alongamento

 

O alongamento dinâmico é uma das formas mais eficientes de aquecer antes do treino, preparando músculos e articulações para o esforço que virá na sequência – o que evita lesões e ainda melhora o desempenho.

Mas o alongamento após a atividade física é tão importante quanto. Um bom alongamento pós-treino promove o aumento da flexibilidade e a melhora da amplitude de movimento.

Mais do que isso, esse alongamento é capaz de relaxar músculos e articulações, evitando ou diminuindo as dores e garantindo a restauração da amplitude de movimento antes da próxima sessão.

4- Sono

sono

Uma boa noite de sono não apenas restaura suas energias e sua disposição física e mental, como tem papel fundamental na produção de hormônios como testosterona e GH.

O sono é, sem dúvida nenhuma, a etapa mais importante do processo de recuperação muscular, porque além de garantir que você esteja 100% física e mentalmente, também tem papel essencial no desenvolvimento muscular.

Um completar, um estudo da Escola de Medicina da Universidade de Stanford com equipes esportivas – incluindo times de basquete, futebol, tênis e natação – concluir que “aumentar a quantidade de horas dormidas melhora a performance e acelera a hipertrofia e os ganhos de força e resistência”.

Não existe um número exato de horas que você deve dormir por dia, mas, de forma geral, fica em torno de 8 horas, em ambiente escuro, silencioso e com temperatura amena.

E aí, você se preocupa com seus músculos também depois de terminado o treino? Como é o seu processo de recuperação?

Comentários