conor mcgregor - floyd mayweather - boxe - superluta

10 coisas que você precisa saber sobre a “luta do século” entre Mayweather e McGregor

‘Luta do século’ entre monstro do UFC e um dos maiores boxeadores de todos os tempos finalmente é anunciada. Veja tudo o que você precisa saber!

No último final de semana, a superluta entre Conor McGregor e Floyd Mayweather foi finalmente confirmada.

Foram meses e meses de negociação e provocações de ambas as partes, mas no próximo dia 26 de agosto o mundo finalmente vai poder assistir a luta entre o maior nome do UFC na atualidade e um dos maiores boxeadores de todos os tempos.

Se o boxe vinha perdendo terreno para os eventos de MMA, agora a “nobre arte” vai voltar a ser o centro das atenções com a “luta do século”. E o duelo entre o irlandês “Notorious” e o americano “Money”, que terá 12 rounds, já está movimentando casas de aposta, sites especializados, especialistas e fãs de esporte.

Se você gosta de lutas, prepare-se: você vai pode assistir aquilo que provavelmente será um dos maiores eventos esportivos de todos os tempos.

Quer saber mais sobre a superluta? Então veja algumas coisas que você precisa saber antes dos dois monstros subirem ao ringue em Las Vegas.

10 coisas que você precisa saber sobre a “luta do século” entre Mayweather e McGregor

1- Como, quanto, quando e onde

McGregor x Mayweather

Quando: 26 de agosto de 2017

Onde: a luta foi anunciada para T-Mobile Arena, mas já há especulações de que será transferida para o MGM Grand – ambas em Las Vegas (EUA).

Como assistir: detalhes da transmissão ainda não foram divulgados. Nos EUA, deverá ficar a cargo do canal Showtime, em sistema de pay-per-view. No Brasil, ainda não existe nenhum tipo de informação a respeito.

Quanto: O preço dos ingressos ainda não foi anunciado, mas se forem similares ao da superluta de 2015 entre Mayweather e Pacquiao, devem custar de $1.500 a $10 mil. Já o pay-per-view nos EUA, na ocasião, custava $99,95 e deve ser o mesmo.

2- Caminhões de dinheiro

Conor mcgregor X floyd mayweather

Os números oficiais (e finais) só serão descobertos após a luta, já que dependem de venda de pay-per-view, venda de ingressos e de produtos licencidos.

Mas sabe-se que a “luta do século” tem um caminhão de dinheiro envolvido – ou talvez vários. Atleta mais bem pago do mundo por anos – chegou a faturar R$1 bilhão em 2015 – Mayweather nunca sairia da aposentadoria por causa de alguns trocados.

Na superluta contra Manny Pacquiao, o boxeador norte-americano pisou no ringue com 100 milhões de dólares garantidos – mais tarde, afirmou ter levado 300 milhões, quando os números foram fechados.

Dana White, presidente do UFC, disse recentemente que, se as vendas de pay-per-view forem boas, os lutadores poderão ganhar quase 200 milhões de dólares.

Darren Rovell, especialista da ESPN dos EUA, estima que entre venda de pay-per-views, ingressos, patrocínios, merchandising e apostas, a luta deve girar cerca de 610 milhões de dólares.

3- Mayweather favorito

Floyd Mayweather Jr

Aos menos nas casas de apostas, Floyd Mayweather Jr é o franco favorito. Por enquanto, quem apostar 1 dólar no norte-americano ganha cerca de 1,10. Já quem preferir arriscar em Conor McGregor, vai ganhar $7 para cada $1 apostado.

A cotação, claro, varia bastante de acordo com cada casa de apostas, mas em todas elas o irlandês aparece como azarão.

Outra curiosidade é que, desde que a luta foi anunciada, no último fim de semana, McGregor recebeu um número muito maior de apostas do que Mayweather – o que provocou até um reajuste nas cotações.

De acordo com o site da ESPN, 140 das primeiras 144 apostas feitas na casa de apostas do hotel e cassino Caesars Palace foram na vitória de McGregor, colocadas por apostadores casuais. Ao mesmo tempo, quase todo o dinheiro apostado na luta até aqui foi em Mayweather – isso se explica porque quase todas as apostas em McGregor vieram de pequenos apostadores.

Os grandes apostadores, que é de onde vem a maioria do dinheiro, preferem não arriscar e vão com o favorito Mayweather. Na casa de apostas Westgate, 90% dos jogos foram no campeão do UFC, mas 80% do dinheiro investido é a favor do boxeador.

As casas de aposta, aliás, estão bombando desde o anúncio da luta. O Caesars, por exemplo, recebeu mais apostas para “May-Mac” em 4 dias do que em um 35 antes da luta entre Andre Ward e Sergey Kovalev por três cinturões mundiais dos peso-meio-pesados no boxe.

4- Invencibilidade (e recorde) em jogo

Poucos atletas no mundo são tão bons na autopromoção quanto Floyd Mayweather Jr. E, para ele, chegar a 50 vitórias sem nenhuma derrota na carreira pode ser uma conquista especial – e lucrativa.

Ao mesmo tempo em que uma derrota não vai impedi-lo de continuar ganhando (rios de) dinheiro, colocar uma invencibilidade histórica como essa é sempre um risco.

E chegar ao número redondo e histórico de 50-0 (50 vitórias e 0 derrotas) pode alavancar seus ganhos monstruosamente – imagine, por exemplo, o quanto de produtos licenciados o boxeador poderá vender.

Além disso, uma vitória na superluta faria Mayweather superar o cartel de Rocky Marciano, um dos maiores nomes da história do boxe, que também tem um cartel de 49-0 – os dois são os donos do recorde de maior invencibilidade da história do boxe.

Já para McGregor, a luta não tem grande impacto em seu cartel, já que já foi derrotado antes – 3 vezes; a última para Nate Diaz no UFC 196.

Mesmo assim, ser o primeiro e único a superar Mayweather não é pouca coisa – tanto do ponto de vista esportivo como de negócios.

5- MMA proibido

Luta de boxe

Durante a longa negociação para definição do confronto, Mayweather fez questão de se precaver com relação à possíveis “trapaças” de McGregor e incluiu no contrato multas pesadas caso o irlandês aplique algum golpe de MMA durante o combate.

A reveleção foi feito pelo presidente do UFC, Dana White, que foi uma das partes envolvidas na negociação – até porque McGregor tem contrato de exclusividade com a empresa. Segundo o dirigente, “o valor da multa é altíssimo”, mas ele não chegou a citar valores.

“Não existe a menor possibilidade de esses golpes serem executados. Isso está logo na primeira cláusula do contrato. Essa é uma luta de boxe, sob as regras da Comissão Atlética de Nevada. Quando falamos de um cara como Mayweather, as multas são exorbitantes. E todos sabemos como Conor gosta de dinheiro. Ele teria que deixar de levar para casa uma quantidade absurda de dinheiro se resolvesse usar golpes ilegais”, disse Dana White.

O MMA foi vetado até da programação da noite. Todo o card de lutas preliminares será composto por duelos de boxe – no acordo entre os lutadores, também ficou definido que toda a organização do evento ficará com a Mayweather Promotions, empresa do boxeador norte-americano.

6-Categoria definida

Conor McGregor

Dana White confirmou que a luta será realizada com luvas de 10 onças (283g) e com os lutadores pesando até 154 libras (69,85kg), que é a categoria Super Meio-Médio da Confederação Mundial de Boxe (CMB).

Mayweather já lutou (e ganhou) diversas vezes nessa categoria, então estará totalmente confortável com relação a isso.

Para McGregor, a situação não é muito diferente. As categorias no UFC são diferentes, e ele é o atual campeão da categoria Peso Leve, que vai até 155lbs (70,3kg).

Isso significa que nenhum dos dois lutadores terá que se matar para cortar peso, o que é bom para garantir um bom espetáculo e para evitar que um dos atletas suba ao ringue muito debilitado.

7- As vantagens de ‘Money’

floyd mayweather jr

Como esta será uma luta de boxe, é evidente que o dono da maior invencibilidade de todos os tempos no esporte já larga na frente. 

Mas, além disso, Floyd Mayweather pode triunfar porque sabe se defender como poucos, usando seus contra-golpes poderosos para vencer. Isso será útil para conter o ímpeto do desafiante, mas pode ser ainda melhor porque pode prolongar a luta.

Como a maioria dos grandes duelos de boxe “May-Mac” será uma luta de 12 rounds de 3 minutos (totalizando, no máximo, 36 minutos). Se não conseguir um nocaute rápido, McGregor terá de suportar uma maratona, muito maior do que as lutas de UFC, que nunca podem passar de 25 minutos (5 rounds de 5 minutos), e com a qual Mayweather está bastante acostumado.

8- As vantagens de McGregor

conor mcgregor

Se não chega como favorito, McGregor pode sim surpreender. Apesar de nunca ter feito uma luta oficial de boxe, é um fato que sua principal qualidade dentro do octógono é a “trocação” e, mais do que isso, ele treina boxe há bastante tempo, inclusive com campeões mundiais. 

Além disso, a idade pode fazer diferença: McGregor terá 29 anos no dia da luta, praticamente o auge físico para qualquer atleta de força. Mayweather, por sua vez, chegará à luta com 40 anos nas costas e praticamente 2 anos sem nenhuma luta oficial.

McGregor, apesar de não lutar desde novembro de 2016, tem sido muito mais ativo. E sabe bem o que fazer para superar adversários favoritos – José Aldo que o diga.

9- Cinturão especial

Cinturão WBC

O Conselho Mundial de Boxe (WBC) decidiu criar um prêmio comemorativo para entregar ao vencedor do duelo – quem sair com a vitória vai levar um cinturão exclusivo para a ocasião.

Segundo o presidente da entidade Mauricio Sulaiman disse ao site Boxing News, “a WBC apoia eventos que atraem interesse especial, e fazem peças de arte especiais para esse tipo de evento”. Ainda de acordo com o mandatário, é o caso da superluta “May-Mac”, que “coloca o boxe nos holofotes de todas as pessoas do planeta”.

“Isso é bom para o esporte. Quando fazemos troféus comemorativos, um trabalho de arte, é para adicionar um valor especial. Vamos muitas coisas boas fora do ringue. Seria muito fácil só ranquear lutadores, sancionar lutas e ir para casa. Mas não fazemos isso. Queremos ter certeza de que o boxe está ativo nas mentes das pessoas”, contou o dirigente.

10- O que diz a ciência

Um vídeo produzido pelo quadro “SportScience” da ESPN norte-americana para comparar os lutadores e tentar mostrar, com números e estatísticas, como a luta pode ser emocionante – assista acima (em espanhol).

Se de um lado McGregor tem um soco com força equivalente a 845 libras (343kg) e que “viaja” a quase 35 km/h, Mayweather é capaz de aplicar um contra-golpe em uma velocidade maior que o bote de uma cobra.

A análise mostra que, do ponto de vista científico, os dois lutadores tem semelhanças e diferenças, virtudes e fraquezas, e nenhum indício de favoritismo para qualquer lado.

O que pode decidir a luta, então, são questões como o preparo e condicionamento físico, a concentração e, claro, a vontade de vencer.

E aí, você está pronto para a “luta do século”? Quem leva a fatura?

LEIA MAIS: O treino insano de LeBron James durante os playoffs da NBA 
LEIA MAIS: James Harrison, da NFL, impressiona ao levantar 326kg no quadril 

Comentários