rotina de treinos

6 coisas que acontecem quando você abandona sua rotina de treinos

Tirar folga da sua rotina de treinos pode causar alguns danos a tudo o que você conquistou dando duro na academia até agora. Saiba como evitá-los.

Acontece nas melhores famílias: lesão, trabalho, viagens, estudo, ou algum outro motivo qualquer te faz dar um tempo na rotina de treinos. Isso é normal. Só que, para muita gente, superar essa quebra de ritmo e voltar a treinar não é fácil – e é aí que mora o perigo. 

Quando você deixa a rotina de treinos de lado, mesmo que inicialmente por um período bem curto, as coisas vão se complicando e voltar ao ritmo de antes vai ficando cada vez mais difícil – sem falar nos prejuízos que o tempo parado pode causar.

Em alguns dias ou semanas você pode jogar fora todos os seus ganhos de meses! Por isso, antes de cogitar largar a academia – mesmo que só por 1 dia – listamos várias coisas bem chatas que podem acontecer com seu corpo e sua saúde se você não levar sua rotina de treinos a sério.

Se liga:

6 coisas que acontecem quando você abandona sua rotina de treinos

1- Perda da aptidão cardiovascular

A aptidão aeróbia é definida como a capacidade do corpo de transportar e utilizar oxigênio do seu sangue em seus músculos.

Esta medida diminui após apenas uma ou duas semanas de inatividade, diminuindo também a capacidade funcional do coração.

Após três a quatro semanas sem praticar atividades, sua freqüência cardíaca em repouso aumenta de 4 para 15 batidas, o volume de sangue diminui 5% em 24 horas, e 20% em duas semanas.

Isso acontece com pessoas que já estão há muito tempo treinando.

Agora, se você é um iniciante na academia, e começou a frequentá-la em menos de 6 meses, perderá a aptidão mais rápido ainda.

Segundo pesquisadores, você pode perder até 40% de sua aptidão cardio.

Sendo assim, os atletas já treinados perdem menos aptidão do que as pessoas sedentárias que recentemente começaram a se exercitar.

2- Perda de flexibilidade

Outra coisa que você perde com facilidade quando tira férias da academia é a flexibilidade.

Depois de uma sessão de exercícios, os músculos e os tendões começam a se retrair ao seu comprimento de descanso típico.

Em apenas três dias já é possível perceber uma perda de flexibilidade, que pode se agravar ainda mais em duas semanas.

Por isso é importante praticar o alongamento pelo menos três vezes por semana – se não diariamente.

3- Perda da força

Quando você abandona o treinamento de força, as mudanças nos músculos começam a ocorrer em dias.

O músculo, quando não estimulado frequentemente, começará a perder a proteína que é absorvida em sua circulação e excretada através da micção.

Uma perda pequena mas significativa da proteína muscular pode começar a ocorrer em 72 horas.

Já alterações mais visíveis como falhar ao tentar levantar sua quantidade usual de peso aparecem em duas a três semanas.

4- Os níveis de aptidão diminuem quando você está doente

Uma pessoa saudável, quando sai da sua rotina de treinos, perde massa muscular e aptidão cardiovascular mais lentamente do que alguém que deixa de se exercitar devido a uma doença.

No último caso, a pessoa perderá níveis de aptidão duas vezes mais rápido.

O estresse de uma doença ou lesão assume um impacto maior no corpo do que simplesmente fazer uma pausa quando você está saudável.

Se você está se recuperando de uma fratura, cirurgia ou esteve de cama, pode demorar até mais de 12 a 24 meses para se recuperar completamente.

5- O envelhecimento afeta a perda de aptidão

Você perde força e condicionamento físico geral duas vezes mais rápido conforme envelhece.

Isso acontece em grande parte devido aos níveis hormonais.

À medida que envelhecemos, nosso organismo passa a produzir cada vez menos hormônio de crescimento humano (HGH), o que dificulta a recuperação do músculo.

Por isso, manter-se sempre em atividade com o passar dos anos, faz com que você envelheça melhor!

6- Evitar que o corpo volte à estaca zero é mais fácil do que você pensa

É claro que imprevistos acontecem, e ninguém quer passar o dia todo de suas férias na praia trancado dentro de uma academia. Mas como evitar perder todos seus ganhos?

Na verdade, você consegue manter os níveis de aptidão do seu organismo em uma quantidade surpreendentemente pequena de tempo. Não precisa se desesperar!

É preciso apenas 20 minutos de treinamento de intervalo de alta intensidade (HIIT) duas vezes por semana para manter seus níveis aeróbicos e de força em dia.

Mas o esforço deve ser verdadeiramente de alta intensidade, entre 80% e 90% da sua freqüência cardíaca máxima.

Mantendo o foco e a disciplina você não precisa se preocupar em perder todos os seus ganhos.

Fique esperto e nada de fazer corpo mole!

Leia mais: Um treino curto e otimizado para trabalhar bíceps e tríceps com eficiência

Leia mais: Treinar o mais pesado possível nem sempre é a melhor saída

 

Comentários