mergulho

5 razões para você colocar o mergulho no seu treino

O mergulho é um exercício completo para membros superiores, que melhora seu desempenho no resto do treino, mas que muita gente ignora. Não seja um deles.

O mergulho é um exercício simples e eficaz. Por que ele é ignorado por muito maromba? Essa é a pergunta que não quer calar.

O mergulho pode beneficiar tanto os powerlifters quanto os bodybuilders, até atletas de diversos outros esportes e modalidade.

Aqui, você vai ver cinco razões bem convincentes para colocar esse exercício na sua programação. Os benefícios são muitos e, convenhamos, não é só porque ele é um exercício de peso corporal que você precisa ignorá-lo.

E, claro, não é porque você faz um exercício de peso corporal que seu treino automaticamente se transforma em um treino funcional, né?! Flexões e barras fixas estão aí para comprovar essa teoria.

Enfim, veja os motivos abaixo, e faça esse exercício. Você só tem a ganhar.

Não precisamos lembrar que se for fazer, é pra fazer bem feito, né? E que pra fazer bem feito, principalmente se você não está acostumado com o movimento, é bom contar com suporte de um especialista, claro.

5 razões para você colocar o mergulho no seu treino

1- Melhorar o desempenho no supino

mergulho-6

O supino é o queridinho de todo maromba. Se você quer impressionar nesse exercício, o mergulho certamente poderá te ajudar.

Os dois exercícios trabalham basicamente os mesmos músculos – tríceps, peito, ombro. A ênfase é um pouco diferente – no supino, é maior no peito; no mergulho, é maior no tríceps.

Só que é possível mudar o mergulho para que ele foque mais no peitoral (como mostraremos a seguir), o que pode ser ainda mais útil para o seu supino.

Mesmo sem isso, ainda assim ele vai ser útil. Porque ao mesmo tempo em que os dois exercícios formam a base um para o outro, eles também se complementam.

Se você quer levantar mais peso no supino, coloque os mergulhos no seu treino. Se achar o peso corporal muito fácil, use pesos no mergulho e aumente a dificuldade do exercício (tem foto disso aí embaixo)!

2- Exercício versátil

mergulho-2

O mergulho é um exercício de empurrar que trabalha principalmente ombros, peito e tríceps, com ênfase maior no último. Mas não precisa ser sempre assim.

É possível ajustar o exercício para que o foco seja maior no peitoral – e assim ele se torna um dos mais eficientes exercícios para este músculo.

Para fazer isso, incline o tronco para frente (algo como 45 graus) e mantenha os cotovelos para fora. Isso vai jogar o trabalho principalmente para o peito – a foto do Arnold aqui em cima mostra exatamente essa variação.

Ao mesmo tempo, manter o tronco reto e os cotovelos junto ao corpo coloca o esforço maior nos tríceps. Ou seja, pequenas mudanças podem fazer grande diferença no mergulho.

Para completar, você pode fazer em qualquer lugar, sem depender da academia. Primeiro, porque barras paralelas estão em qualquer parque e até em praças e praias. Depois, porque dá para fazer o exercício mesmo sem as barras paralelas, usando mesas ou bancos – como você pode ver na foto abaixo.

É ou não é um exercício versátil?

3- Estabilizar o core e as costas

mergulho-4

Para fazer um bom mergulho, você precisa manter o corpo inteiro tensionado. O resultado é que o exercício trabalha mais do que os membros superiores.

O core e as costas, e até as pernas, são outras partes do corpo que vão ser afetadas positivamente por esse exercício.

É claro que o mergulho não vai fazer pelas pernas o que faz o agachamento; ou pelas costas o que faz uma barra fixa… mas é alguma coisa.

Por isso, o mergulho é um exercício que ajuda não apenas na academia e na busca pelo shape perfeito, mas também no seu dia a dia.

LEIA MAIS: 7 variações de flexão de braço pra trincar o peitoral
VEJA MAIS: Chadoy Leon: o monstro que faz mais de 1.000 flexões por dia

4- Melhor que flexão

mergulho-3

 

Outro famoso (e eficiente) exercício cujo movimento é de empurrar e que usa o peso corporal como carga é a flexão. Os dois são, inclusive, os dois melhores exercícios de cadeia cinética fechada (CCF) para membros superiores.

Os exercícios CCF são aqueles em que o corpo se movimenta enquanto as mãos (e/ou os pés) ficam numa posição fixa.

Apesar de ser um ótimo exercício, a flexão é menos eficiente que o mergulho. No mergulho, você consegue levantar absolutamente todo o seu peso, enquanto na flexão parte dele fica apoiada no chão, sobre os pés.

Então, se você não é muito fã dos exercícios de peso corporal e quer fazer apenas um, fique com o mergulho. Seus benefícios serão maiores do que qualquer outro.

5- Prevenção de lesões

mergulho-5

Quando feito corretamente, o mergulho reduz o risco de lesão nas articulações ao mesmo tempo que desenvolve tríceps, peito e ombro.

O mergulho também ajuda a desenvolver estabilidade e controle motor, funções essenciais para qualquer treino que se preze.

A gente já falou sobre isso neste outro post: são duas coisas fundamentais tanto para uma boa performance quanto para evitar problemas físicos.

Logo, fazer o mergulho vai ajudar a garantir que você não perca um dia de treino por causa de contusões, ao mesmo tempo em que ajuda a melhorar seu desempenho em outros exercícios.

Comentários