suplementação, suplementos

Os 7 maiores mitos já criados sobre a suplementação

Suplementos vão além de construir músculos, da musculação. Ajudam também a cuidar melhor da saúde, por exemplo. Mas existem mitos que precisam ser desvendados…

O tema suplementação e o consumo de suplementos vem crescendo cada vez mais, seja pela preocupação com a estética, pela saúde ou ambos.

A questão é que, com este crescimento, alguns mitos acabaram surgindo sobre este tema.

Mitos que envolvem tanto o efeito positivo do produto, quanto aqueles em relação aos efeitos negativos que um suplemento pode causar.

Eles foram criados por leigos, matérias sem fundamentos ou pesquisa muito antigas onde havia muitas contradições ou conflito de interesse.

Um grande exemplo é a creatina, que por diversos anos foi vista como causadora de problemas renais e apesar de diversos estudos não evidenciarem tal efeito, ainda há muitos que acham que a creatina causa pedra nos rins e outros problemas.

Independentemente de como eles surgiram, eles não podem ser passados adiante ou influenciar no seu plano alimentar visto que não têm fundamento nenhum.

Veja agora os principais mitos sobre os suplementos.

Se liga:

Os 7 maiores mitos já criados sobre a suplementação

creatina

1. Creatina causa problemas renais

O mito surgiu devido o aumento dos níveis de Creatinina – marcador de problema renal.

Porém, este aumento não significa necessariamente danos renais e outros marcadores de função renal devem ser avaliados.

Após o surgimento da hipótese de problema renal, diversos estudos foram realizados para avaliar o consumo da Creatina e sua função.

Entretanto, até agora não há evidências sustentáveis de que essa substância apresenta riscos a pessoas saudáveis.

Dessa forma, dizer que a Creatina é causadora de problemas renais, em quantidades recomendadas, é um grande equívoco.

Vale lembrar que a orientação de um médico é sempre interessante e indispensável para portadores de enfermidades, gestantes, nutrizes e crianças.

2. Creatina não aumenta massa muscular, só retém líquido

Outro grande mito em relação a Creatina é que ela não aumenta de fato o ganho de massa muscular.

O efeito ergogênico da Creatina já é bem aceito, mas muitos acreditam que ela não influencia na hipertrofia e no ganho de força muscular, que ela apenas aumenta a retenção de líquidos, deixando a pessoa aparentemente mais forte.

Porém, diversas evidências científicas vêm mostrando que o suplemento está sim relacionado com o aumento de força e massa muscular.

Um estudo, por exemplo, mostrou que a suplementação de creatina pode aumentar a concentração intramuscular de IGF-I, que estimula o crescimento das células musculares.

Além disso, a retenção de líquidos provocada pela Creatina, vista como efeito colateral, além de ser um sinal de que há mais energia reservada, estimula a síntese de proteínas, favorecendo a hipertrofia.

3. Whey Protein engorda

Muitas pessoas acham que o Whey Protein engorda, porém isso não acontece de forma isolada.

O Whey Protein é um suplemento com alto teor de proteína e, consequentemente, uma quantidade razoável de calorias.

Porém, se consumido de forma correta, de acordo com as suas necessidades nutricionais, ele não colabora para o aumento de gordura corporal.

Pelo contrário, ele ajuda no ganho de massa muscular e até na perda de gordura corporal.

Dessa forma, de forma isolada o Whey Protein não provoca o ganho de peso, sendo errado dizer que Whey engorda.

4. Whey só é indicado para quem ganhar massa muscular

ganhos - whey protein

O Whey é considerado um dos melhores suplementos para o ganho de massa muscular, já que é composto por proteínas de alto valor biológico e possui uma excelente absorção.

Mas o que muitos não sabem é que o Whey Protein possui diversos outros benefícios e que podem ser interessantes para diversos públicos e objetivos.

Se você quer secar, por exemplo, o whey pode ser uma excelente opção, já que ele possui uma grande quantidade de proteína e baixa de carboidratos.

Principalmente na forma isolada e hidrolisada, e por contribuir para o aumento de massa muscular que, por sua vez, está relacionada com uma maior queima de gordura corporal.

Logo, o whey pode ser consumido para diversos objetivos, desde que suas doses e forma de uso estejam ajustadas de acordo com o seu objetivo.

5. Whey Protein é um ótimo substituto de refeições

Whey Protein

Como mencionado acima, o Whey é um suplemento composto pela proteína do soro do leite, ou seja, contém alta quantidade de proteína e baixa quantidade de carboidrato e gordura.

Se em determinada refeição você precisa de uma grande quantidade de proteína e baixa em outros nutrientes, ou se você estiver em uma dieta específica, ele pode ser utilizado como substituto de uma refeição.

Porém, isso deve ser feito com acompanhamento de nutricionista ou médico. De forma geral, não é recomendado substituir refeições completas pelo Whey.

Porque você deixará de comer a quantidade necessária dos outros nutrientes, que pode levar a alguns problemas de saúde.

Assim, é errado dizer que ele é um ótimo substituto de refeição, quando é indicado apenas para algumas refeições.

Além de que, em determinados casos, deve ser levado sempre em consideração a individualidade e necessidades nutricionais de cada um.

6. Termogênicos não podem ser usados por quem quer ganhar massa muscular

kimera extreme - termogênico

É claro que termogênico não é a melhor opção de suplemento para quem quer ganhar massa muscular, mas isso não significa que ele não pode ser consumido por quem busca hipertrofia.

Os termogênicos não ajudam no ganho de massa muscular, mas eles podem ser boas opções para aquelas pessoas que além de desejarem a hipertrofia, querem perder gordura corporal ao mesmo tempo.

Se sua alimentação estiver equilibrada de acordo com as suas necessidades, os termogênicos não vão atrapalhar o ganho de massa muscular.

Além disso, alguns termogênicos, como o Kimera, aumentam a energia e disposição, que pode ainda colaborar para um melhor rendimento físico.

Consequentemente, melhores resultados, tanto no ganho de massa muscular quanto na perda de gordura.

7. Cafeína e Creatina não podem ser consumidos junto

suplementação de cafeína

Alguns estudos sugeriram que a Cafeína pode anular ou reduzir o efeito da Creatina quando consumidas juntas.

Porém, não existem evidências claras e sustentáveis para confirmar tal afirmação. Dessa forma não se pode dizer que eles não devem ser consumidos juntos.

Para evitar algum tipo de interação, o que pode ser feito é consumir os suplementos em horários diferentes.

Como a Creatina não tem um horário ideal para ser consumida, você pode consumir no horário contrário ao consumo de cafeína, que normalmente é feito antes do treino.

De qualquer forma, o consumo de suplementos sempre deve ser orientado de forma individual, por sua nutricionista ou médico.

LEIA MAIS: Suplementos antes do treino: quais os melhores e como tomá-los?
LEIA MAIS: Suplementos: 11 dicas imprescindíveis na hora de comprar
LEIA MAIS: 6 hábitos que podem provocar ganho de peso e você nem imagina

 

 

Comentários