óleo

Óleo de coco: os benefícios desse pré-treino na queima de gordura

Se você se preocupa com a alimentação, certamente já ouviu falar sobre o óleo de coco.

Essa gordura vegetal ganhou muito destaque recentemente, seja por seus benefícios quando usado na alimentação, seja pelos benefícios como cosmético – a mulherada que costuma usá-lo para hidratar o cabelo e cuidar da pele sabem bem disso.

Mas é na cozinha que o óleo de coco pode ajudar quem treinar pesado, promovendo uma alimentação mais saudável e um treino mais eficiente. Sim… porque o óleo de coco é um ótimo pré-treino e pode ajudar a deixar sua sessão ainda mais eficiente!

Talvez você não saiba, mas o óleo de coco extra virgem é um termogênico natural, que auxilia bastante na queima de gordura corporal.

E todo mundo sabe que eliminando a gordura, os músculos que você trabalha na academia aparecem, não é mesmo?

Deixa a frescura de lado, e confira aí alguns bons motivos pra você começar a consumir o óleo de coco agora, e ficar com um abdômen ainda mais rasgado. Se liga!

Óleo de coco: os benefícios desse pré-treino na queima de gordura

Os benefícios para a saúde

O óleo de coco é formado por ácidos graxos de cadeia média, também conhecido como triglicerídeos de cadeia média (TCM).

Quando absorvido pelo fígado, ele se transforma em energia, evitando o acúmulo de gordura corporal.

Além de queimar aquela gordura localizada e acelerar o metabolismo do seu corpo, o óleo de coco também desperta a sensação de saciedade.

Por isso tem sido tão utilizado na dieta daqueles que querem perder calorias, mas é claro que tudo isso agregado a alguma atividade física.

Outro benefício do óleo de coco para a saúde é que ele contém substâncias que atuam como potente anti-inflamatório, antiviral e antibacteriano.

Auxiliando diretamente na imunidade do seu corpo e te protegendo de doenças como herpes, e gastrite bacteriana.

Alguns estudos provam que o óleo de coco contém mais de 40% de ácido láurico, substância encontrada em abundância no leite materno.

No corpo esse ácido é convertido para a substância monolaurina que é muito útil na luta contra vírus e doenças.

O óleo de coco ainda combate o colesterol ruim (LDL) graças ao seu alto nível de HDL, que é o colesterol bom, e assim previne a hipertensão arterial.

Como e onde consumir?

Visto que o óleo de coco ajuda e muito na queima de gorduras, ele vem sendo frequentemente utilizado como pré-treino, já que é um termogênico natural e também acelera o metabolismo.

Você pode consumir duas colheres de sopa por dia do óleo puro, pelo menos 30 minutos antes de se exercitar, ou se preferir pode misturá-lo com outros alimentos.

Uma boa pedida é tomar uma colher de sopa do óleo de coco com o café antes do treino.

A cafeína estimula o sistema nervoso e aumenta o seu desempenho na hora de treinar, te dando mais energia.

Por isso o café se torna um ótimo complemento, agindo como um potente termogênico.

Mas se você não é muito chegado em café, o óleo de coco pode ser usado para temperar saladas, misturado com sucos e vitaminas.

Cuidado com os exageros!

Apesar de ser uma gordura do bem, o alto consumo do óleo de coco pode causar o efeito contrário.

Se ingerido em grandes quantidades ele pode causar diarreias, e fazer tão mal para o coração como outras gorduras e óleos convencionais.

Tome no máximo de 2 a 3 colheres de sopa por dia, e continue com seus treinos de rotina.

E não se esqueça de manter uma dieta balanceada!

 

Leia mais: GORDURAS BOAS: 7 BENEFÍCIOS PARA QUEM QUER FICAR GIGANTE

Comentários