5 músculos que você precisa trabalhar se quiser um abdômen trincado

Se você quer desenvolver o abdômen, precisa trabalhar músculos que não estão nessa região, mas são essenciais para te fazer chegar lá!

A gente já falou em um outro post sobre os três passos para ter um abdômen trincado. Então, se você leu, já deve saber que não adianta só fazer abdominal.

Não apenas porque você precisa queimar gordura para fazer seu six-pack sair do “esconderijo”, mas também porque você precisa estimular vários outros músculos.

Os exercícios abdominais em geral trabalham apenas os quatro principais músculos do abdômen – transverso abdominal, reto abdominal, oblíquo interno e oblíquo externo.

Mas só isso não é suficiente. Você precisa trabalhar vários outros músculos, inclusive alguns que aparentemente não têm relação com o seu desejado six-pack.

Veja abaixo alguns desses músculos e porque você precisa desenvolver se quer ter mesmo um abdômen sinistro.

5 músculos para trabalhar se você quiser um abdômen trincado

1- Flexores do pescoço

pescoço

Se você notar que sua cabeça é o que “puxa” o resto do corpo quando faz um abdominal, ou que sua cabeça o empura em direção ao chão na prancha, então você não está trabalhando o abdômen como deveria nesses exercícios.

A cabeça precisa estar sempre alinhada aos ombros, para evitar esses problemas e garantir que os músculos abdominais sejam os mais exigidos nesses exercícios.

Uma das causas para os problemas citados acima é a fraqueza dos flexores de pescoço. Logo, é importante trabalhar esses músculos para que você consiga trabalhar os músculos abdominais direito.

Seu personal trainer ou um professor da sua academia pode indicar a melhor forma para você trabalhar o pescoço – ou, se quiser tentar um método para atletas avançados (com supervisão de um especialista, claro), a gente já mostrou aqui o que fazer.

2- Diafragma

A maioria dos marombas não gasta muito tempo pensando na importância do diafragma – exceto aqueles que cantam ou sofrem com soluços frequentes.

Mas esse músculo localizados abaixo dos pulmões, se estiver forte, é capaz de aumentar consideravelmente a estabilidade do core.

A baixa estabilidade aumenta o risco de lesões e compromete seriamente a sua performance. Ou seja, se esse músculo continuar “abandonado”, seu treino de abdômen não será tão bom.

A melhor forma de trabalhar o diafragma é através da respiração. Por isso, você pode tentar usar técnicas de respiração quando estiver em repouso ou aproveitar atividades como a ioga.

É fato que, fazendo isso, você vai treinar mais e melhor e seus músculos abdominais vão se desenvolver mais rápida e efetivamente.

3- Psoas

alongamento flexores de quadril

Parte do grupo muscular chamado flexores do quadril. Ele vai da espinha à pelvis e, como a maioria das pessoas passa grande parte do dia sentada, tende e ficar fraco e encurtado.

Isso afeta diretamente os músculos abdominais e alguns outros, como os glúteos.

A melhor forma de trabalhar esses músculos é com exercícios de relaxamento e alongamento, como ioga, pilates e até shiatsu – neste post você pode ver algumas opções de exercícios.

Você pode não acreditar, mas é uma grande verdade: os resultados do seu treino podem melhorar absurdamente depois de trabalhar os psoas maior e menor.

4- Serrátil anterior

Esse músculo percorre a caixa torácica e é essencial na estabilização dos ombros. Preste atenção quando fizer uma prancha: se os seus ombros pendem para baixo, você precisa dar mais atenção a este músculo.

Com o serrátil anterior desenvolvido, você vai fazer prancha e flexões com muito mais facilidade. E ainda vai ter um tórax mais definido.

Uma boa forma de trabalhar esse músculo é na própria prancha, pressionando a palma da mão contra o solo e movendo as escapulas em direções opostas, forçando-as para fora e voltando à posição inicial.

Algumas séries com 10 a 12 repetições desse movimento, duas ou três vezes por semana, já vai te ajudar muito.

5- Adutores

treino de pernas trabalhar coxa panturrilha

Os músculos adutores são os músculos internos das coxas.

Quando funcionando corretamente, esses músculos atuam em colaboração com os abdominais. O problema é que o core e os músculos abdominais da maioria das pessoas são fracos, e isso sobrecarrega os adutores.

Um dos melhores exercícios para treinar esses músculos é o agachamento sumô, mas existem várias outras opções para ativar os músculos internos das coxas e um professor ou personal trainer pode incluir no seu programa de pernas facilmente.

Comentários