ficar mais forte - treino de força

3 motivos que explicam porque você não está ficando mais forte

Se ficar forte é o seu objetivo, e os ganhos não estão aparecendo como você espera, preste atenção nesses motivos, que podem ser a causa do problema!

Para a maioria das pessoas, ganhar força é um dos principais objetivos do treino. Até porque, músculos fortes tendem a ser maiores. E uma pessoa forte em geral também tem a saúde forte e um bom condicionamento físico.

Todo mundo que impressionar os outros levantando cargas elevadas. Todo mundo quer ser capaz de fazer várias flexões e barras, principalmente variações avançadas e difíceis.

Só que muita gente que busca tudo isso falha miseravelmente repetidas vezes na busca por esse objetivo. E alguns até desistem no meio do caminho.

Se você está sofrendo para obter os ganhos de força que tanto procura, existem motivos que podem explicar esse fracasso. Veja alguns deles, porque a solução para o seu problema pode estar em resolver essas questões.

Se liga:

3 motivos que explicam porque você não está ficando mais forte

1- Inconsistência

Talvez o maior e mais comum dos erros é esperar que os resultados apareçam do dia para a noite.

É bem verdade que quando você está começando, os primeiros resultados tendem a ser relativamente rápidos, mas isso não é uma certeza e não é algo constante.

Se os ganhos de força fossem lineares – isto é, se o ritmo de ganhos fosse para sempre o mesmo dos primeiros meses de trabalho – o mundo seria populado por gigantes capazes de levantar carros com as próprias mãos.

A dura realidade é que quanto mais forte você fica, mais difícil se torna continuar aumentando a força.

É por isso que muita gente entra na academia e se dedica nos primeiros meses, quando os ganhos são mais fáceis, mas acaba desistindo depois, quando continuar ganhando se torna mais complicado.

Aliás, é neste momento que a esmagadora maioria das pessoas desiste. Ou diminui o ritmo.

Deveria ser o contrário. A cada sessão, você tem que treinar mais pesado, se dedicar cada vez mais. E sempre aumentar o ritmo, ao invés de diminui-lo.

A repetição é a chave para o sucesso, junto com a disciplina e a resiliência, a persistência. O treino precisa ser constante – fazer uma sessão aqui e ali definitivamente não vai te ajudar a ter ganhos significativos.

Como diz o ditado, “desistir é para os fracos”. Se você não estiver sempre na pegada, vai acabar fraco, mesmo.

2- Prioridades

Pode ser que você chegue na academia pela primeira com um objetivo claro na sua cabeça. A hora que começar a treinar, é fácil perder o foco, abraçar vários outros objetivos, estabelecer milhares de metas.

Claro que não é ruim ter metas ambiciosas e querer conquistar uma série de coisas, mas sem foco você não vai a lugar algum.

Além de forte você também quer um shape insano, trincado, rasgado, resistente? Quer ser capaz de agachar com meia tonelada e fazer supino com 200kg?

Tudo bem, mas escolha dê um passo de cada vez, mire em um alvo por vez. É aquela velha história: é impossível abraçar o mundo. Quem tudo quer, nada tem.

Estabeleça a sua prioridade e dê atenção total à ela. Você vai ter tempo para novas prioridades, novos objetivos, novas conquistas. Mas tudo a seu tempo.

Se o seu objetivo é ficar forte, estabeleça um treino de força e mantenha-se nele até cumprir a missão. Não se preocupe se você está ficando com o corpo ideal ou se está chegando perto de outro objetivo.

Quando você cumprir uma tarefa, aí sim você parte para a outra.

3- Volume

Se um pouco já é bom, muito é ainda melhor, certo? Num mundo onde as pessoas adoram excessos, isso possivelmente é verdade. Mas quando se trata de musculação, definitivamente não é assim que as coisas funcionam.

Especialmente num treino cujo objetivo são os ganhos de força. Isso porque, logo de cara, você deve saber que treinos de força devem focar em poucas repetições – que permitem cargas maiores.

Logo, não adianta sair fazendo mil reps por sessão, que você não vai ficar mais forte – vai, provavelmente, ficar mais resistente, o que obviamente não é ruim, apenas não é seu objetivo.

Se você treina 3 vezes por semana e tem ganhos de força, treinar todos os dias vai te transformar no Hulk? É claro que não! Só vai te deixar mais cansado e piorar sua performance a cada sessão.

Se você observar atletas de outros esportes – por exemplo, do basquete -, vai notar que muitos deles são fortes como touros, mesmo fazendo musculação apenas algumas poucas vezes por semana.

Não adianta treinar como um maluco, não é isso que vai acelerar seus resultados. O segredo está em achar a quantidade ideal de treino para estimular seus ganhos de força.

Converse com um profissional de Educação Física, monte um treino adequado para seu objetivo e suas necessidades individuais, e acredite no plano. Siga-o à risca.

E se ele estiver funcionando, não significa que você pode aumentá-lo. A ideia de que “em time que está ganhando não se mexe” se aplica perfeitamente à sua programação na academia (pelo menos no que diz respeito ao volume do treino).

Se você quer ganhar força, não precisa treinar todo dia. Faça sessões intensas, focadas em séries com poucas repetições e muita carga. Se você quer levantar cargas elevadas, precisa treinar com cargas elevadas.

E aí, pronto para alavancar seus ganhos e se tornar forte de verdade?

LEIA MAIS: 4 razões para mulheres investirem em treinos de força 
LEIA MAIS: Qual o número de repetições ideal? 
LEIA MAIS: 7 estratégias para ganhos de força significativos

Comentários