homem ganhar músculo dormir dormindo melatonina hábitos ruins

4 hábitos ruins que podem jogar sua dedicação aos treinos no lixo

Alguns hábitos ruins relacionados aos 3 pilares do desenvolvimento físico – treino, dieta e descanso – podem comprometer seus resultados. Veja o que evitar!

Para ter resultados significativos no corpo, você precisa criar uma rotina. Isso vale para os três pilares do desenvolvimento físico: treino, dieta e descanso. Só que, se você adicionar hábitos ruins no meio desta rotina, vai acabar jogando todo o seu esforço no lixo.

E aí não adianta se dedicar ao treino, comer direito, dar atenção ao processo de recuperação muscular. No meio de tudo isso, existem detalhes que podem fazer toda a diferença. E você precisar dar toda a atenção do mundo à eles.

Os hábitos ruins capazes de comprometer seus ganhos são vários, possivelmente milhares, por isso é impossível falar de todos. Cabe a você prestar atenção em tudo o que você faz no dia a dia e evitar erros diários que podem colocar treino, dieta ou descanso em risco.

Aqui, mostraremos alguns desses hábitos equivocados, que são bem comuns e problemáticos, mas que podem ser facilmente corrigidos e evitados. Se liga:

4 hábitos ruins que podem jogar sua dedicação aos treinos no lixo

1- Dormir mal

qualidade do sono

 

O sono é parte essencial do processo de desenvolvimento muscular. É neste momento que o corpo produz a maior quantidade dos hormônios envolvidos, como testosterona e GH, e também o momento em que você realmente relaxa músculos e mente.

Se você tiver um sono ruim – que pode ser um sono curto ou simplesmente um noite mal dormida – vai atrapalhar esses processos e muito provavelmente passar o dia todo cansado, o que vai comprometer sua performance física.

Dormir bem pode te deixar mais animado, motivado e disposto, além de favorecer as funções do organismo em prol do seu desenvolvimento físico.

Procure dormir pelo menos 8 horas por noite em ambiente escuro, silencioso e com temperatura agradável. Criar um “ritual” para dormir também é útil, para evitar dormir com TV ligada, por exemplo.

2- Falha na hidratação

beber agua hidratacao treino

 

Esse é um dos problemas mais comuns não apenas de quem treina, mas da grande maioria das pessoas. A água participa de basicamente todos os processos e funções do organismo.

Adivinha? Sim, desenvolvimento físico e muscular estão nessa lista, é claro. Além disso, a falta de hidratação adequada vai fazer com que você se sinta cansado e sem energia.

Não existe um número exato do quanto de água você deve beber por dia. Uma boa medida é a urina: se estiver amarela, você precisa de mais água.

Outra boa ideia é ter sempre uma garrafinha de água por perto, para que você vá bebendo ao longo do dia – e isso vale para o treino, o trabalho, o trânsito, ou seja lá onde você costuma passar muito tempo por dia.

3- Não fazer aquecimento

dwayne johnson - the-rock - aquecimento

Todo mundo que treina se acha muito forte e resistente, praticamente indestrutível, mas a hora que você se lesionar – e, se você treina pesado certamente isso vai acontecer, mais cedo ou mais tarde – você vai se arrepender.

Só que a prevenção de lesões nem é o principal argumento a favor do aquecimento. O mais importante é que fazer um bom aquecimento vai melhorar sua performance e maximizar seu treino – e, consequentemente, também seus ganhos e resultados.

Um bom aquecimento prepara o corpo para o esforço que virá a seguir, permitindo melhorar a amplitude dos movimentos e até levantar cargas maiores.

Então, pare de frescura e preconceito e faça um bom aquecimento em todas as sessões.

4- Não ter um plano traçado

personal trainer iridium labs

Estabelecer aonde você quer chegar e o que pretende fazer para atingir esse objetivo é essencial. É preciso saber de antemão qual será o seu próximo passo, principalmente depois que você não é mais um atleta iniciante.

Esse “improviso” de definir a próxima etapa “no susto”, em cima da hora, na loucura e sem planejamento só funciona quando você está começando a treinar. Depois, é preciso ter um caminho traçado.

Fazer uns supinos aqui e uns agachamentos acolá pode funcionar no começo, mas depois estará longe do suficiente.

Você precisa montar um plano a longo prazo, definir os melhores exercícios para chegar ao seu objetivo, conhecer a progressão do treinamento, fazer uma periodização adequada.

Converse direito com um profissional de educação física, busque conhecimento em lugares como o Feito de Iridium, e faça seu planejamento a longo prazo.

Assim você se prepara com antecedência, consegue prever problemas, fazer ajustes antes de um erro ser colocado em prática, e assim se manter sempre no caminho certo.

 

Comentários