bcaa

Glutamina ou BCAA: o que são e como escolher o melhor suplemento para você

Entenda as diferenças entre a glutamina e o BCAA e saiba a utilidade de cada um deles na sua dieta para conseguir fazer a escolha certa de suplemento

A suplementação não é obrigatória, mas indiscutivelmente pode ajudar quem treina a ter resultados mais rápidos e efetivos.

Para ficar com um shape insano, a necessidade de macro e micronutrientes precisa ser seguida à risca e, muitas vezes, não é fácil alcançar isso só com a alimentação.

Os suplementos preenchem essa lacuna, oferecendo ao seu corpo as substâncias que não são produzidas ou ingeridas em quantidades suficientes para te ajudar a crescer e atingir seus objetivos.

Entre os suplementos mais populares, a Glutamina e o BCAA muitas vezes são mal utilizadas, ou até ignoradas, por pura falta de conhecimento.

Por isso, decidimos ajudar a acabar com esse problema, explicando em detalhes como, quando e porque usar cada um desses suplementos. Quer saber mais sobre Glutamina e BCAA? Então se liga:

Glutamina ou BCAA: o que são e como escolher o melhor suplemento para você

suplementos

Aminoácidos essenciais e não-essenciais

Tanto o BCAA quanto a glutamina são aminoácidos. E aminoácidos se agrupam para formar proteínas. Eles são classificados em essenciais e não-essenciais de acordo com a forma como são adquiridos.

Os essenciais (também conhecidos como indispensáveis) são aqueles que o organismo não é capaz de sintetizar. Logo, só conseguimos obtê-los através de fontes externas, como a alimentação – neste caso, as melhores formas são através da ingestão de carnes, ou de ovos, ou do leite e seus derivados.

Já os aminoácidos não-essenciais são aqueles que o organismo consegue produzir e são sintetizados pelo fígado. É o caso da glutamina, por exemplo.

O que é BCAA

suplemento

BCAA é a sigla para “branched-chain amino acid”, ou “aminoácidos essenciais de cadeia ramificada” em português, compostos pela leucina, a valina e a isoleucina.

Eles podem ser usados para produzir energia ou para construir novas proteínas.

O BCAA é muito utilizado por esportistas, fisiculturistas e praticantes de atividades físicas porque esses aminoácidos ajudam a evitar o catabolismo e diminuem a percepção de esforço, aumentando a resistência.

O BCAA é tão eficiente, importante e útil que a Iridium Labs não poderia deixar de fora de sua linha de produtos. São duas opções, inclusive:

  • Phoenix BCAA: 1.500 mg de Leucina e 750 mg de Valina e Isoleucina por dose, ou seja, 3g de BCAA por dose com uma proporção 2:1:1. Este produto é na forma de pó, solúvel em água e com sabor berry mix.
  • Phoenix BCAA 2500: 1.250 mg de Leucina e 625 mg de Valina e Isoleucina por dose, ou seja, possui 2,5g de BCAA por dose na mesma proporção de 2:1:1. A apresentação deste produto é em comprimidos, o que o torna mais prático.

Efeitos do BCAA no organismo

Uma grande vantagem do BCAA é que seus aminoácidos já estão livres e prontos para serem absorvidos pelo organismo.

Ele é também recomendado para algumas pessoas que são alérgicas ao leite e derivados e que não se adaptam ao whey protein.

O BCAA também age estimulando um aumento da insulina, hormônio altamente anabólico. Isso eleva a absorção de aminoácidos e outros nutrientes, consequentemente facilitando a produção de proteínas, além de permitir uma maior entrada de glicose nas células, dando mais energia durante os treinos.

Só é preciso tomar cuidado os diabéticos ou aqueles que têm propensão a desenvolvê-la.

Recomendação de uso

Por todas as características citadas, recomenda-se o uso do BCAA antes e depois dos treinos, ou de acordo com a orientação do seu nutricionista.

O que é glutamina

glutamina bcaa creatina suplemento

A glutamina é um aminoácido não-essencial, sintetizada a partir do ácido glutâmico, da valina e da isoleucina.

É fonte de energia para o sistema imune, ou seja, sua ausência pode aumentar a incidência de doenças, e participa do processo de crescimento muscular através da estimulação da síntese de proteínas.

Apesar de ser produzida pelo corpo e representar cerca de 60% do tecido muscular esquelético, em muitos casos a suplementação de glutamina é recomendada, porque a demanda nos músculos de atletas e praticantes assíduos de atividades físicas é maior do que o corpo é capaz de produzir.

A Iridium Labs também tem sua glutamina, a Hydra Glutamina, que possui 5g de Glutamina por dose, com doses os suficiente para pelo menos 60 dias de consumo.

Efeitos da glutamina no organismo

Esse aminoácido tem grande potencial para turbinar os treinos, aumentando o desempenho do atleta e auxiliando na recuperação após os exercícios, evitando o catabolismo e o overtraning.

A glutamina melhora a renovação das células. E isso implica no aumento da imunidade e fortalecimento de tecidos, como unhas e cabelos.

E é justamente por gerar uma renovação diária dos tecidos que a glutamina acarreta uma melhora na velocidade e qualidade da recuperação muscular. Ela também possui importante papel na formação da glicose, o que contribui para seu treino no sentido de obtenção de energia.

Recomendação de uso

Para os praticantes de esportes e treinos mais intensos, é recomendado seu consumo no pós-treino e antes de dormir.

LEIA MAIS: Whey feminino: tudo o que você precisa saber a respeito 
LEIA MAIS: Suplementação de carboidrato durante o treino: quem (e quando) deve ser feita? 
LEIA MAIS: 5 razões para fazer suplementação com creatina

Glutamina X BCAA

bcaa-alimentacao-suplemento

Geralmente, não há problemas em se tomar o BCAA e a glutamina juntos, inclusive o BCAA até melhora os níveis plasmáticos e a absorção de glutamina para a recuperação pós-treino.

O ideal é que se consulte seu nutricionista, mas não existem muitas contraindicações.

Observe algumas comparações entre os dois aminoácidos:

Características comuns

  • Melhoria no desempenho físico;
  • Aumento da produtividade nos treinos;
  • Redução da fadiga muscular;
  • Diminuição da lesão no pós-treino.
  • Melhora da recuperação muscular

Qual tem o melhor desempenho no pré-treino?

O BCAA, pois ele inicia a síntese proteica mais rapidamente, aumentando consideravelmente o seu ânimo para treinar e também aumenta a absorção de nutrientes que são utilizados pelas células durante o treino.

Qual tem o melhor desempenho no pós-treino?

A glutamina, pois possui alto potencial na restauração e recuperação dos tecidos.

suplementação treino suplemento intra treino carb 2

Afinal, como escolher?

É importante bater na tecla da alimentação. De nada adianta treinar e suplementar e não se alimentar de forma correta.

E vale lembrar: não só de frango e batata doce vive quem treina. É necessário incluir outros grupos alimentares na sua rotina para que o corpo responda bem a todos os estímulos. Um bom exemplo são as gorduras boas.

Claro que tudo deve ser ingerido nas quantidades certas e apenas quem poderá lhe indicar isso será o nutricionista, que também é a pessoa certa a te indicar os suplementos segundo sua necessidade metabólica.

Cumprida essa etapa, é hora de escolher as melhores marcas para comprar. É essencial optar um produto de qualidade para obter o retorno esperado – se quiser saber mais sobre os produtos Iridium Labs, é só clicar aqui.

 

 

Comentários