correndo, homem

Entenda: fazer corrida sem planejamento não trará resultados

Você que treina para algum esporte específico, é preciso fazer um bom planejamento de acordo com o esporte praticado para obter os resultados desejados

É muito comum atletas de final de semana, ou mesmo semiprofissionais, cometerem um erro simples nos treinos: fazerem no treino o que não fazem na competição.

Diversos atletas de diversas modalidades acreditam que o treinamento se resume a correr alguns quilômetros todos os dias.

Sem padrão, sem um planejamento.

Simplesmente correm e acham que isso vai dar o gás e preparo necessário para o esporte que praticam.

Às vezes fazem isso com frequência e intensidade, treinam duro, mas, mesmo assim, quando vão às suas respectivas modalidades acabam não rendendo o esperado.

A primeira coisa a fazer é analisar o seu esporte. Nenhum esporte coletivo, por exemplo, se corre quilômetros de forma ininterrupta.

Quer saber mais e corrigir alguns erros?

Então, se liga:

Entenda: fazer corrida sem planejamento não trará resultados

corrida

Como funciona?

Em um jogo de futebol, por exemplo, os atletas amadores podem correr 6, 8 até 10 km.

Os profissionais chegam a mais de 12 km em alguns casos.

É uma boa distância, mas eles não acontecem de forma ininterrupta.

O que acontece, na verdade, é uma série de tiros rápidos espaçados com uma série de caminhadas ou corridas lentas.

Por exemplo, um jogo de basquete ou handebol acontece o mesmo que no futebol: tiros rápidos e multidirecionais.

Além disso, ainda podem ser substituídos e voltar a quadra, ou seja permitem uma boa recuperação.

Defina a corrida de acordo com o esporte

homem, músculo, correndo

Percorrer grandes distâncias lentamente não prepara um atleta para correr pequenas distâncias rapidamente.

Existe na área de treinamento esportivo um conceito conhecido como especificidade do treinamento.

O preceito do conceito, como diz o nome, mostra que a melhor forma de condicionar um atleta é reproduzir os sistemas energéticos exigidos no jogo deste esporte.

Se você vai participar de uma corrida de rua, corra distâncias mais longas.

Agora se vai disputar um jogo como futebol, que exige arranque, velocidade e deslocamentos em diferentes direções então aplique isso em seu treinamento.

Os melhores atletas em suas modalidades são aqueles que correm mais rápido, saltam mais alto e tem uma resposta explosiva mais rápida.

O condicionamento cardio importa sim, mas treinar para o esporte de forma específica é ainda mais fundamental.

Levante pesos, salte, corra rápido!

correndocorrendoHomem, correndo, corrida

Os atletas de modalidades como as de quadra já citadas ou mesmo o tênis, que pode durar mais de 2 ou 3 horas, devem realizar sprints e desacelerar, muitas vezes de altas velocidades para estarem preparados para o jogo.

Eles conseguirão desenvolver essa capacidade em corridas de 8 km?

É provável que não. A mesma lógica pode se aplicar a quase qualquer esporte de força.

No futebol americano, em geral, o atleta corre 90 metros ou menos. As jogadas levam 5 segundos.

Existe quase 40 segundos de repouso entre as jogadas. Como você se condiciona para o futebol americano?

Provavelmente com corridas rápidas e curtas, com intervalos de 30 a 40 segundos.

Essa é a questão-chave para analisar o esporte. Observar o jogo.

Observar os grandes jogadores. Procurar denominadores comuns.

Não focar aquilo que não conseguem fazer; tentar perceber por que os grandes atletas desempenham tão bem.

Não continuar a aceitar o que é visto como conhecimento comum se isso desafia o senso comum.

Resumindo, um atleta que deseja ser mais rápido e ficar muito bem preparado precisa treinar do mesmo modo como os melhores atletas treinam.

E como fazer isso? É simples.

Deve-se usar uma combinação de treinamento de força e treinamento intervalado para se preparar de acordo com a especificidade do esporte.

 

LEIA MAIS: Suplementação com Creatina e Glutamina pode fazer a diferença na sua corrida
LEIA MAIS: 12 dicas de saúde e alimentação pra melhorar seu desempenho na corrida

Comentários