experimento colorado experiment

Experimento Colorado: 28kg de puro músculo em 28 dias

Projeto dos anos 70, Experimento Colorado mexe até hoje com a curiosidade de fisiculturistas do mundo todo. Saiba o que foi e veja o treino completo!

Universidade do Estado do Colorado, EUA. Maio de 1973. Arthur Jones, o “pai do HIIT“, e o fisiculturista Casey Viator dão início ao projeto que assombraria o mundo do bodybuilding por décadas: o Experimento Colorado.

A ideia? Promover uma hipertrofia significativa no menor período de tempo possível. Mais precisamente, fazer Viator ganhar uma quantidade absurda de massa muscular treinando dia sim, dia não, durante 28 dias, sob a supervisão de especialistas e dentro das instalações da universidade.

O resultado foi impressionante. Viator ganhou absurdos 28kg de músculos e fez com que milhares de pessoas ao redor do mundo duvidassem da veracidade do projeto. Mas as imagens não mentem: Viator se transformou em um monstro em pouquíssimo tempo!

Conheça essa história e, no final deste post, baixe de graça o treino completo do Experimento Colorado!

A história

casey-viator-2

Um dos relatos mais fieis do Experimento Colorado veio de Ellignton Darden, pesquisador e PhD que trabalhou por 20 anos com Arthur Jones, na empresa de equipamentos de musculação que ele criou – a Nautilus.

Segundo Darden, tudo que aconteceu no Experimento foi registrado e acompanhado por especialistas da Universidade – e já foram publicados em diversos livros de fisiculturismo, alguns dele próprio.

A ideia de Arthur Jones, embora não divulgada publicamento, possivelmente tem relação com seu objetivo de comprovar a eficiência dos treinamentos de alta intensidade.

Os conceitos desenvolvidos (e defendidos) por Jones criaram uma “escola” no fisiculturismo que era o contrário da “escola Arnold”.

Enquanto o segundo treinava por horas e horas diárias, Jones preferia a alta em intensidade, com treinos curtos e cargas suficientes para executar os exercícios até a falha muscular.

O Experimento Colorado seria a oportunidade perfeita para a comprovação da eficácia do seu método.

Dados relevantes do Experimento Colorado

  • Em abril de 1973, o Dr. James Johnson, do Departamento de Radiologia, tirou as medidas de Casey Viator
  • Casey Viator, então com 21 anos, media 1,73 m e pesava exatos 75,69 kg, com 13,8% de gordura corporal
  • O Experimento durou do dia 1º ao dia 29 de maio de 1973
  • Casey Viator não usou absolutamente nenhum tipo de droga ou esteroide anabolizante
  • Os treinos foram realizados no Laboratório de Fisiologia da Universidade do Colorado, comandado pelo Dr. Elliot Plese’s, utilizando 20 equipamentos da Nautilus – alguns, inclusive, ainda eram protótipos
  • Arthur Jones treinou Casey Viator pessoalmente, levando-o a seu limite em cada exercício
  • No final do Experimento, Viator pesava 96,22 kg e tinha apenas 2,47% de gordura corporal
  • Ao todo, ele ganhou cerca de 20,5 kg, mas, considerando que ele perdeu 8,13 kg de gordura, se chega aos quase 29 kg de puro músculo!

Por que Casey Viator?

casey-viatorQuando competiu no Mr. America de 1971, Casey pesava 98,8 kg – muito mais do que o seu peso no momento do início do Experimento.

Isso significa que Viator já tivera um corpo minimamento musculoso – não era um magrelo ou um gordinho que de repente virou um monstro. Ele estava apenas fora de forma e precisa reconstruir sua massa muscular.

Em janeiro de 1973, Casey sofreu um acidente que o impediu de treinar e o levou à depressão e a um estilo de vida pouco (ou nada) saudável.

Assim, a escolha de Casey unia o útil ao agradável: ele tinha o biotipo certo e o Experimento poderia recuperá-lo após 5 meses sem treinar e com problemas psicológicos.

Treino e Dieta

Os registros mostram que Viator não ingeriu nenhum tipo de droga ou medicamento. Apenas fez acompanhamento nutricional e treinou pesado.

Não há muitos detalhes divulgados sobre a dieta de Casey Viator – apenas que ele comia seis vezes por dia e nunca ultrapassou 5.000 calorias por dia, ficando em torno de 4.000 quase todos os dias.

O atleta também teve um controle rigoroso sobre tudo que comia, como contagem de macros e outros nutrientes, mas os valores não foram tornados públicos.

Já com relação ao treino, as sessões tinham, segundo os registros, uma média de 12 exercícios cada, com duração total aproximada de 33,6 minutos.

Os exercícios de Casey Viator eram realizados quase sempre com repetições negativas – ou seja, com foco total na fase excêntrica do movimento – mas em alguns dias também da forma convencional.

Veja outras as principais características do treino no Experimento Colorado

  • Série super intensa: apenas uma série, na maior intensidade possível
  • Convencional: fazer a execução convencional dos movimentos, com as fases excêntrica e concêntrica
  • Série negativa: foco total na fase excêntrica, inclusive com apoio para não precisar fazer esforço na fase concêntrica
  • Rep range: se manter entre 7 e 10 reps nos treinos convencionais ou entre 6 e 8 reps no treino de repetição negativa
  • Progressão: promove a progressão constante da carga e eventualmente do número de repetições (ou as duas coisas juntas)
  • Condicionamento metabólico: descanso inferior a um minuto entre as séries, com objetivo de chegar a 30 segundos após algumas sessões
  • Parceiro de treino: alguém para ser spotter é essencial, já que o treino é muito intenso
  • Anotações: no Experimento Colorado, todos os detalhes foram registrados e isso foi essencial para o sucesso da empreitada

QUER O TREINO COMPLETO DO EXPERIMENTO COLORADO? PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO E FAÇA O DOWNLOAD GRÁTIS!

O resultado

casey-before-after-front-colorado-experiment

Após a primeira das quatro semana dos Experimento, Casey Viator ganhou 12,36 kg de músculos – quase 2 kg por dia! – e perdeu 3,1 kg de gordura.

Ao final dos 28 dias com 14 sessões de treino de altíssima intensidade e alimentação regrada, Casey Viator adicionou exatos 28,67 kg de músculos – pouco mais de 1 kg por dia.

Os números impressionantes fizeram (e ainda fazem) com que muita gente duvidasse da veracidade do Experimento, mas o fato é que ele foi todo documento e acompanhado por profissionais de renome.

Os especialistas que participaram de alguma forma do projeto – como Ellington Darden – afirmam que o caso de Casey Viator é raro, “um em um milhão”, mas que ele era favorecido geneticamente e estava reconstruindo sua massa muscular.

De qualquer forma, mesmo se você não conseguir resultados tão impressionantes, apenas uma fração do que aconteceu no Experimento Colorado pode ser suficiente para te transformar no monstro que você sempre quis.

Vale usar essa experiência para, em conjunto com seu professor ou educador físico, tentar acelerar seus ganhos.

Não esqueça de preencher o formulário acima e baixar o treino completo de graça!

Comentários