tríceps

5 exercícios para trabalhar o tríceps como ele merece

Quando o assunto é treino de braços, é triste ver que muito maromba só pensa no bíceps. O tríceps é tão ou mais importante se você quer um braço insano

É até um pouco triste que, quando o assunto é treino de braços, a maioria dos marombas só pense no bíceps. Porque o tríceps é tão ou até mais importante se você quer ter um braço insano.

Enquanto o bíceps é composto por duas “cabeças” (a interna e a externa) o tríceps é dividido em três porções – lateral, medial e longa. O tríceps é maior e a maior parte do músculo dos braços vem dele – e não do bíceps.

Então, se você quer um braço realmente impressionante, você é obrigado a dar a atenção merecido ao tríceps.

E isso significa colocar alguns exercícios no seu “arm day” que trabalhem especificamente com esse músculo. Ou, até, que você faça uma session exclusiva!

Veja alguns desses exercícios aí embaixo!

5 exercícios para trabalhar o tríceps como ele merece

1- Supino Inclinado com Pegada Fechada

triceps-supino

É um exercício composto, que trabalha diversos grupos musculares simultaneamente. Mas o tríceps é o primário!

A pegada fechada promove uma maior tensão no tríceps do que a pegada convencional, mais aberta.

Ao mesmo tempo, a inclinação do banco tira um pouco da pressão da carga dos ombros e joga sobre essa área dos braços que você quer trabalhar.

Sugestão: 4 séries X 6-10 reps

2- Pulley Tríceps Unilateral

triceps-pulley

É um dos melhores exercícios, mas precisa de cuidado na execução e na postura, para que o foco seja realmente no tríceps, excluindo uma possível ativação de ombros.

O fato de ser unilateral também é uma vantagem, pois permite um treino adaptado às suas necessidades e mais específico e completo em cada lado do corpo.

Sugestão: 3 séries X 10-15 reps

3- Paralelas

triceps-barras-paralelas

Dificilmente você vai conseguir fazer algum exercício de tríceps com uma carga tão elevada quanto nas paralelas.

Mas, além disso, as paralelas ainda têm a vantagem de trabalhar as três “cabeças” dos tríceps, diferente da maioria dos exercícios, que trabalham uma ou duas, em geral.

Claro que trabalhar cada “cabeça” individualmente também é importante, mas um exercício que atinge as trÊs simultaneamente é essencial no seu treino.

Para finalizar: você já reparou nos tríceps dos caras da ginástica? O treino nas barras paralelas é o responsável por isso.

4- Francês no Cabo

triceps-frances

É um exercício eficiente porque isola e exige muito do tríceps.

Além disso, ainda promove tensão muscular durante toda a amplitude de movimento – diferente dos halteres, que não tensionam o músculo no início e no fim do movimento.

A execução unilateral ainda aumenta a amplitude de movimento, o que intensifica o estímulo no músculo a cada exercício.

Sugestão: 3 séries X 12-15 reps

5- Testa com Halteres

triceps-testa

Muita gente costuma fazer o tríceps testa com barra, mas os halteres têm algumas vantagens. A primeira é que ele permite o trabalho unilateral, que a gente já falou em alguns ítens acima.

A segunda é o fato de ser um equipamento com menor risco de lesão, porque, na pior das hipóteses, caso haja algum problema, é só jogar os halteres de lado e pronto – diferente da barra que, sem um spotter, pode cair sobre você.

E, por último, porque os halteres são muito eficazes para se trabalhar com pouco peso. Nesta variação, o recrutamento neuromotor e de equilíbrio são muito altos, mesmo com pouca carga.

Sugestão: 4 séries x 8-12 reps

 

 

Comentários