dores musculares

O que são dores musculares tardias (DOMS) e porque evitá-las em excesso

As dores musculares pós-treino podem ser sinal de que a sessão foi produtiva. Mas pode significar mais do que isso – inclusive que o seu treino está errado.

Se você faz musculação, com certeza já ouviu alguém comentando: “Está sentindo dores depois do treino? Ótimo! É sinal de que o treino foi bom!”

Isso vale para muitos momentos, mas se as dores forem muito fortes, isso pode ser um problema.

Quando se sente dores em excesso após uma sessão de treinamento, a principal causa é a execução errada de algum exercício ou a sobrecarga de um grupo muscular específico – e não um indicativo de que o treino foi bom.

Por isso, fizemos um post para que você entenda melhor a origem das dores musculares causadas pela musculação e evitar que elas estejam presentes pelos motivos errados. Vamos lá?

A dor vem da produção de ácido lático?

É muito comum ver esta resposta com relação às dores musculares pós-treino.

O ácido lático é uma substância produzida ao longo da atividade física, que, quando se acumula nos músculos, impede que se realize mais esforço com os músculos que estão sendo estimulados.

É, muitas vezes, a causa de se malhar até atingir a falha muscular e não conseguir realizar mais nenhuma repetição.

O ácido lático causa uma sensação de queimação no músculo, e impede a execução de mais esforço.

Porém, ele é removido quase que completamente dos músculos treinados em um período de 30 minutos após o término das atividades.

Ou seja, as dores musculares tardias, que aparecem horas depois do treino, não podem ser associadas ao acúmulo de ácido lático.

Então, o que são as dores musculares tardias (DOMS)?

Estas dores musculares são a reação de processo inflamatório do corpo ao estímulo de microlesões causadas durante o treino.

Porém – como falamos – nem sempre essas dores após a musculação são um indicativo de que o treino foi produtivo.

Vamos destrinchar um pouco mais os níveis de dor para esclarecer a aparição dessas dores musculares tardias – e como elas são um sinal de que seu treino tem problemas (e não que ele é muito bom).

Dor leve ao ser estimulado

É comum que se sinta, por exemplo, uma dor leve no músculo que foi treinado no dia anterior.

Se, ao fazer uma contração deste músculo — mesmo que em atividades normais, como caminhar ou levantar algum objeto do chão — você sentir uma dor leve, pode ficar feliz: muito provavelmente, essa resposta significa que o treino foi, de fato, produtivo.

Dor forte ao ser estimulado

Se estiver sentindo dores muito intensas depois de um dia ou mais do treino, fique atento!

Peça ajuda para algum educador físico de confiança para avaliar se a execução dos seus movimentos está sendo correta, ou se você não está sobrecarregando algum grupo muscular específico.

Faça ajustes no treino para que seu corpo se adapte à intensidade.

Dor forte ao realizar movimentos com outros músculos

Se você está sentindo dores fortes nos ombros enquanto caminha, por exemplo, é sinal de que você exagerou muito no treino de ombros.

Diminua o número de exercícios que isolam o músculo, apostando em exercícios compostos.

É importante, também, reduzir o volume e a intensidade do treino para evitar que ocorra um desgaste das articulações, podendo gerar outros problemas posteriormente.

Dor ao toque

Este nível de resposta é sentido em quem treina muito pesado.

A dor ao toque significa que o seu corpo está tentando evitar que aquela musculatura em especial receba mais microlesões, para que consiga se recuperar do treino.

E é por isso que o descanso se torna tão importante, garantindo a recuperação dos músculos e a compensação das lesões que foram causadas, gerando o aumento do volume muscular.

Então, é fácil entender que nem sempre as dores musculares são tidas como sinais positivos do corpo para um bom treino de musculação.

Muitas vezes, os músculos estão sendo sobrecarregados e o organismo está trabalhando para evitar que ele se machuque mais.

Sendo assim, quando estiver sentindo dores intensas nos músculos, faça uma pausa nos treinos, deixe o corpo se recuperar devidamente e, quando voltar aos treinos, peça a ajuda de um profissional para equilibrar os estímulos de acordo com a sua capacidade muscular.

Você já sentiu dores musculares tardias? Como fez para se recuperar? Compartilhe através dos comentários e bom treino!

Comentários

 

Comments are closed.