Casal fitness, cozinha

A melhor alimentação para manutenção do peso e para evitar o ‘efeito sanfona’

Perder peso não é difícil, basta ingerir menos calorias do que você gasta por dia. A dificuldade para quem quer emagrecer é depois dessa etapa: a hora de preservas o ganhos e fazer a manutenção do peso conquistado. 

É normal ver pessoas emagrecerem e, depois de alcançar o objetivo, recuperar todo o peso perdido – é o famoso “efeito sanfona”.

Muitos acreditam que as restrições alimentares são essenciais e a solução para a manutenção do peso. Porém, isso não é verdade.

Saca só:

A melhor alimentação para manutenção do peso e para evitar o ‘efeito sanfona’

alimentacao dieta nutricao alimentos musculos

Restrição pode ser prejudicial

Muitas vezes restringir o número de calorias, bem como seguir regimes por mais tempo que o necessário pode provocar um posterior ganho de peso.

Em um estudo recente, pesquisadores avaliaram por dez anos os fatores associados com a manutenção do peso em jovens adultos.

O estudo incluiu 2.452 mulheres e 2.227 homens com idade média no início do estudo de 24 anos.

A manutenção do peso foi definida como o peso corporal mantido dentro de mais ou menos 5% do índice de massa corporal (IMC) inicial.

E foram examinados o papel de vários fatores sociodemográficos e de estilo de vida na manutenção do peso.

O estudo observou que poucos jovens adultos conseguiram manter o peso durante dez anos – apenas 28,6% das mulheres e 23% dos homens.

E a perda de peso foi incomum 7,5% e 3,8%, respectivamente.

A maioria dos participantes do estudo ganharam peso, sendo que o ganho de peso médio por ano foi de 0,9 kg nas mulheres e 1 kg nos homens.

Fatores em mulheres e homens

Entre as mulheres, o exercício foi um fator associado à manutenção de peso.

Entretanto, mulheres com dois ou mais filhos, que fizeram uso frequente de bebidas doces, alimentação irregular, histórico de dieta para perda intencional de peso e baixa satisfação com a vida estiveram associados ao ganho de peso.

Entre os homens, maior IMC inicial e maior escolaridade foram associados com manutenção de peso, enquanto que comer irregularmente, histórico de dieta para perda intencional e tabagismo foram associados ao ganho de peso.

Com isso, o estudo concluiu que apenas um quarto dos jovens adultos conseguiu resistir ao ganho de peso.

E que comer regularmente e não ter histórico de dieta para perda de peso foram associados à manutenção de peso corporal em mulheres jovens e homens.

Opte por uma alimentação equilibrada

Frango

Ou seja, manter uma alimentação equilibrada e saudável à longo prazo está associado a uma manutenção de peso, enquanto fazer dietas restritivas pode provocar um ganho de peso a longo prazo.

Um dieta restritiva pode sim ajudar a queimar mais calorias e tornar a perda de peso mais efetiva, mas com este estudo pode-se dizer que manter o peso pode ser mais efetivo à longo prazo.

As dietas restritivas ainda podem trazer alguns malefícios para a saúde se forem feitas sem uma orientação adequada de nutricionistas.

É muito comum e super fácil de achar dietas com baixas calorias na internet e revistas, porém essas dietas não foram pensadas e calculadas de acordo com as suas necessidades e podem estar bem fora da sua realidade.

Essas dietas ainda, geralmente, não apresentam uma grande variedade de alimentos e quando seguidas por muito tempo, podem causar algumas deficiências nutricionais.

Por isso, o ideal é que você sempre mantenha uma alimentação equilibrada, para evitar grandes oscilações na balança.

Além disso, uma rotina alimentar equilibrada não só é fundamental para a manutenção de peso, mas também para a saúde de forma geral.

REFERÊNCIAS:

MUSTELIN, Linda. et al. Successful weight maintainers among young adults – A ten-year prospective population study. Eating Behaviors. Ano de publicação: 2018.

LEIA MAIS: 6 maneiras diferentes e saudáveis de consumir o abacate
LEIA MAIS: 6 dicas de lanche da tarde fit para driblar a falta de tempo
LEIA MAIS: As 5 melhores fontes de carboidratos segundo quem entende do assunto

Comentários