Suor, Thaysa

4 fatos sobre suor que todo mundo que treina deveria saber

Para muitos o suor pode ser considerado algo banal, que acontece por consequência do seu trabalho físico durante treino. Mas não é somente isso…

Todo atleta sabe o quanto o suor é importante para o bom funcionamento do organismo.

Só que além do seu papel na regulação da temperatura corporal, existem vários outros pontos relacionados ao suor que você precisa saber, porque podem te ajudar.

Por exemplo, a relação com a hidratação, com a intensidade do treino, com o estresse e muito mais.

Se você treina pesado, tem que lidar com o suor a cada sessão. E é por suar com frequência que você tem obrigação de entender melhor o assunto e saber como lidar com isso da melhor forma. 

4 fatos sobre suor que todo mundo que treina deveria saber

1 – Água antes, durante e depois

hidratação água

Se hidratar é fundamental não só para quem pratica musculação, mas para qualquer pessoa. Afinal nosso corpo é composto de 70% de água.

Mas uma pessoa que pratica musculação, se não se hidratar depois do exercício, pode perder resistência e força muscular.

Isso porque caso ela não se hidrate de maneira adequada no pós-treino, o organismo pode entender que você ainda está treinando, e aí surgem os problemas.

2 – Stress pode piorar o odor do suor

Se você é uma pessoa zen, não passará por esses problemas. Esteja onde estiver. No trabalho, academia, em casa.

Mas uma pessoa que anda sob um stress em nível elevado, poderá passar por situações desagradáveis, principalmente em situações onde estejam outras pessoas, conforme pesquisa.

Isso porque o corpo esfria com o suor vindo das glândulas sudoríparas écrinas, que deixam o suor sem cheiro algum.

Entretanto, quando você está sob stress, o suor vem das glândulas sudoríparas apócrinas, que carregam um pouco de proteínas e gorduras.

Este suor quando misturado com as bactérias encontradas na pele acabam causando o mau odor.

3 – Desidratação prejudica o treino – e a saúde!

efeitos do alcool cansaço ressaca

O core de uma pessoa que pratica exercícios tem a temperatura elevada durante a musculação.

Isso é normal, uma vez que você está estimulando o corpo todo em uma determinada atividade física.

Entretanto, se você não está bem hidratado, você não suará tanto, e aí a temperatura do seu core aumentará de uma maneira mais rápida.

Desta maneira, você passará por situações adversas como fadiga muscular, perda de energia e baixo rendimento nos exercícios..

4 – O suor não faz de você o Superman

calor

Por mais que o suor seja muito importante contra o superaquecimento de seu corpo, você não está livre de todos os perigos do calor.

Experimente treinar em um calor intenso, por exemplo de 40ºC. Mesmo que você se hidrate, poderá ter problemas.

Isso porque se o seu suor não for capaz de conter a temperatura do core, ele só irá aumentar.

Seu corpo quando perceber que não foi capaz de refrigerar o seu corpo fará com que outros sistemas do organismo se desliguem, o que é muito perigoso.

Portanto, hidrate-se sempre. Mais uma vez. Isso não vale apenas para quando você estiver se exercitando, vale para tudo em sua vida. Água é extremamente importante ao organismo.

Mas, quando estiver treinando, beba água, cuidado com o calor excessivo. Mais do que ficar com um corpo de acordo com o objetivo, é não prejudicar seu corpo de maneira que o impeça de alcançar o que almeja.

LEIA MAIS: Hidratação durante o exercício e a importância de beber muita água
LEIA MAIS: Cuidados com a prática de exercícios físicos no calor

 

Comentários