corpo vascularizado

8 dicas para fazer as veias “saltarem” e desenvolver um shape vascularizado

Um corpo vascularizado é prova de baixo índice de gordura e músculos desenvolvidos. Veja como fazer as veias “saltarem” pelo seu corpo!

Quase todo mundo que treina pesado quer um corpo vascularizado – isto é, com o máximo de veias e artérias visíveis. E isso não é apenas por uma questão de estética, mas porque é quase um reflexo do corpo.

Isso porque a vascularização depende principalmente de dois fatores: baixíssimo índice de gordura corporal e desenvolvimento muscular.

Ou seja, alguém que tem muitas veias e artérias à mostra provavelmente treina muito pesado e há bastante tempo.

Existem claro, vários magrelos com boa vascularização, e isso acontece justamente por causa da pouca gordura corporal. No entanto, com músculos menores, essa vascularização nunca será comparável à de um bodybuilder.

No bodybuilding, inclusive, a vascularização é critério essencial de julgamento, pois é assim que os juízes observam o índice de gordura corporal dos atletas durante a competição.

Existe muita gente que acha um corpo muito vascularizado horrível – principalmente as pessoas que nunca entraram numa academia na vida.

Se você não é desses, veja como fazer para chegar lá, sem apelar para remédios, substâncias controladas ou proibidas, e
com a saúde em primeiro lugar. Se liga:

8 dicas para fazer as veias “saltarem” e desenvolver um shape vascularizado

vascularizado

1- Redução da gordura corporal

Essa é possivelmente a principal e mais importante questão. Para ver as veias “saltando” pelo seu corpo, você precisa de um corpo com baixo índice de gordura corporal.

Claro que existem pessoas gigantescas com um shape vascularizado, mas isso não é o padrão. Em geral, quanto menos gordura corporal você tiver, maior a oportunidade de desenvolver uma maior vascularização.

  • 15% ou mais de gordura corporal: você está carregando muita gordura e dificilmente vai ver alguma vascularização, mesmo depois de treinar. Você precisa melhorar a alimentação e focar o treino na queima de gordura.
  • 12-14% de gordura corporal: é possível ver algumas veias “pipocarem” pelo corpo, especialmente no braço – até a veia cefálica (no bíceps) pode “dar as caras” se você conseguir um bom pump no treino.
  • 8-11% de gordura corporal: com a pequena quantidade de gordura, você deverá ver muito mais vascularização – o quanto e onde depende também da sua genética, mas é provável que ombros e quadríceps já tenham alguma coisa.
  • 7% ou menos de gordura corporal: Chegar a um índice de gordura corporal tão baixo depende de muito esforço e dedicação. E tem suas recompensas. Neste caso, a vascularização é muito provável, principalmente se você treina pesado.

2- Desenvolvimento muscular

Não adianta só queimar rios de gordura para fazer as veias ficarem visíveis pelo seu corpo. Treinar pesado é essencial.

Quanto mais massa muscular você desenvolver, mais perto suas veias ficarão da camada mais superficial da pele. Os músculos dependem de nutrientes, que são entregues justamente pelas veias e artérias.

Logo, o aumento da massa muscular está diretamente relacionado ao aumento da vascularização. A hipertrofia é essencial para um shape vascularizado, especialmente para quem tem menos de 15% de gordura corporal.

3- Saúde cardiovascular

Melhorar sua saúde cardiovascular e o seu condicionamento físico como um todo também é uma etapa fundamental na busca por um corpo com veias visíveis.

Quanto melhor o sangue circular por veias e artérias ao longo de todo o corpo, melhor. Para isso, treino específico e boa alimentação são fundamentais.

Atividades físicas longas como corridas e caminhadas, praticar esportes como futebol ou basquete e fazer treinos intensos como os HIITs são ótimas opções para melhorar a saúde cardiovascular.

4- Retenção de líquidos

A retenção de líquidos é capaz de arruinar a vascularização do seu corpo. Por isso, é preciso tomar algumas medidas que evitem ou acabem com esse problema.

Alguns dos sintomas mais comuns causados pela retenção de líquidos são:

  • Inchaço abdominal
  • Dores nas juntas e articulações
  • Pernas, tornozelos e pés inchados
  • Inchaço no rosto e nas mãos
  • Variação intensa do peso corporal

Se você notar alguns desses sintomas, você provavelmente está mantendo hábitos prejudiciais à saúde e precisa fazer escolhas mais saudáveis e úteis.

Além da dieta – equilibrada, com baixo consumo de sódio, etc. – existem algumas outras coisas que você deve fazer:

  • Medicações: alguns remédios causam retenção de líquidos. Só use remédios sob orientação médica.
  • Saúde cardíaca: a saúde cardiovascular faz o corpo reter água
  • Muito tempo sentado (ou de pé): se você trabalha na mesma posição o dia todo, a gravidade coloca mais sangue nas extremidades do corpo, como mãos e pés. Tire alguns minutos para andar alguns metros durante o expediente se você tem um emprego que não promove atividade física.
  • Bebidas alcoólicas: o maior número de idas ao banheiro é uma pegadinha. O consumo de álcool promove retenção de líquidos!
  • Escolhas saudáveis: de modo geral, atitudes saudáveis vão evitar não apenas a retenção como vários outros problemas. Pense nisso quando refletir sobre seus hábitos!

vascularizado

5- Consumo de água

Beber bastante água ao longo do dia é um hábito com forte influência positiva sobre diversos aspectos da sua saúde. A hidratação corporal, claro, é uma delas, assim como a menor retenção de líquidos e muito mais.

A desidratação, por menor que seja, vai afetar não apenas a sua performance, mas a parte estética também – e isso inclui as veias. No caso da retenção de líquidos, o item acima explica o suficiente.

6- Diuréticos naturais

Existem vários alimentos com efeito diurético. Eles ajudam você a se livrar do acúmulo de líquidos no corpo, o que vai ajudar você a conseguir uma shape mais vascularizado.

Alguns dos mais importantes e que devem estar na sua dieta são:

  • Salsão
  • Cebola
  • Aspargos
  • Melancia
  • Berinjela

Diuréticos naturais são eficientes, mas se a retenção de líquidos for algo muito intenso no seu corpo, a suplementação com chás diuréticos como Kiron certamente serão mais rápidos e eficientes.

Também é fundamental manter uma dieta equilibrada e o consumo de sódio moderado.

vascularização

 

7- Sódio e potássio

A gente já falou bastante do sódio nos itens acima, mas não custa reforçar: o consumo excessivo desse nutriente aumenta muito a retenção de líquidos e prejudica a saúde cardiovascular.

Logo, como essas são duas coisas que você precisa cuidar para ter um shape vascularizado, o consumo de sódio deve ser obrigatoriamente moderado.

O potássio, por outro lado, ajuda as células a se livrarem do líquido acumulado – ou seja, ele é essencial para “drenar” seu organismo.

Assim, é importante equilibrar o consumo de potássio com o de sódio, pois assim o primeiro “compensa” parte do efeito negativo do segundo.

A banana é o alimento fonte de potássio mais conhecido, mas existem vários outros igualmente comuns e baratos que podem oferecer tanto (ou mais) deste nutriente quanto a banana – a gente mostrou alguns neste outro post aqui.

8- Temperatura corporal

A elevação da temperatura corporal aumenta a circulação sanguínea e ajuda o sistema circulatório a relaxar e dilatar.

Por isso, além da atividade física, que já aumenta a temperatura do corpo, alimentos e suplementos termogênicos vão colaborar ainda mais para o efeito vascularizado que você busca.

É claro que, além dessas 10 dicas, existem outras coisas que influenciam na conquista de um corpo com veias visíveis. A genética é a principal delas.

Isso não significa que só algumas pessoas vão alcançar um shape vascularizado, mas que algumas tem mais facilidade do que outras e, claro, uns ficam mais vascularizados do que outros.

Por isso, é importante fazer o seu melhor e buscar o seu limite, sem usar outra pessoa como referência para onde você quer chegar, simplesmente porque isso pode ser impossível para você.

Para quem quer um corpo vascularizado apenas para se exibir nas redes sociais, a dica é tirar a foto logo após o treino. É o momento em que as veias estarão mais dilatadas e visíveis.

Pronto para fazer as veias “saltarem” pelo seu corpo?

Comentários