4 dicas construir músculos que não estão crescendo melhores resultados

4 dicas para desenvolver músculos que não estão crescendo

A resposta corporal não é a mesma para todos os músculos treinados, e é normal que uns cresçam mais que outros. Mas você pode mudar isso.

Todo mundo que treina tem os seus pontos fracos. E não estamos falando de questões psicológicas, mas em relação ao próprio corpo. Ao desenvolvimento muscular.

Seja um atleta profissional ou alguém em busca de um shape mais bonito, é muito provável que tenha facilidade em desenvolver alguns músculos, e dificuldade com outros.

Não ter a mesma resposta corporal para todos os músculos treinados é um problema comum entre os praticantes de musculação.

Muitas vezes, por mais que o treino tenha sido pensado por um profissional qualificado, visando o crescimento equilibrado de todos os músculos, os estímulos para determinados grupos musculares são mais eficazes do que para outros.

Se você também enfrenta esse tipo de problema e tem dificuldade de desenvolver algum músculo específico, confira dicas valiosas para superar essa dificuldade!

4 dicas para desenvolver músculos que não estão crescendo

Aumente a frequência do treino desse músculo

leg press

Uma boa técnica para desenvolver um músculo que está estagnado é aumentando o número de vezes em que você treina aquele grupo muscular.

Se você está buscando desenvolver mais o antebraço, por exemplo, comece a incluir exercícios que o estimulem três vezes por semana.

Dessa forma, o estímulo extra e diferente do que está acostumado o ajudará bastante no desenvolvimento dessa musculatura.

Mas tenha cuidado: se a frequência do treino é aumentada, o volume, em contrapartida, deve ser diminuído, evitando que ocorram lesões ou que você entre em overtraining.

Uma média de dois exercícios por dia, com execução de três séries de cada, é o mais indicado para que o músculo não seja sobrecarregado.

Além do volume, a intensidade também deve ser diminuída, evitando levar o músculo até o limite em todos os exercícios.

Assim, o músculo será estimulado e na medida certa, sem prejudicar a próxima sessão de treino.

Comece a isolar o músculo em questão

rosca concentrada

Em geral, profissionais de educação física preferem indicar exercícios compostos, que trabalham mais de um grupo muscular ou articulação ao mesmo tempo.

Contudo, os exercícios isolados podem ser muito favoráveis em casos de desenvolvimento muscular diferenciado.

Para ativar um músculo específico, é fundamental fazer exercícios em que você sinta, de fato, o esforço daquele músculo.

Cada pessoa sente mais um músculo ou outro com algum exercício em particular.

Para definir qual o exercício isolado é mais eficaz para você, experimente alguns e certifique-se de que a execução está correta, com o auxílio de um professor.

LEIA MAIS: Trapézio na orelha: 7 dicas (e um treino) para chegar lá!
LEIA MAIS: 5 alimentos que aumentam os níveis de testosterona
LEIA MAIS: Aeróbico em jejum: vale a pena?

Varie os estímulos realizados frequentemente

Se o seu corpo está acostumado a reagir de uma forma quando estimulado com uma certa velocidade e volume de treino, nada mais simples do que alterar o estímulo para que o corpo tenha uma reação diferente e desenvolva o músculo que se deseja.

Dessa forma, alterar o número de séries realizadas de algum exercício, o número de repetições, o tempo de descanso entre as séries e, até mesmo, a velocidade da execução dos movimentos, pode ser uma ótima solução para fazer crescer o músculo que está estagnado.

Aposte em técnicas avançadas

tecnicas avançadas treinamento treino dropsets sst superseries

As técnicas que conjugam dois ou três exercícios sem descanso entre eles, como Bi-Set e outras técnicas avançadas de treinamento, são muito eficazes para desenvolver a musculatura.

É interessante realizar exercícios compostos conjugados com exercícios isolados, para potencializar o desgaste muscular.

Assim, com a exaustão muscular causada pela supersérie, o corpo trabalhará mais tempo reconstruindo as fibras musculares desgastadas, resultando no crescimento deste músculo.

Lembre-se de que é preciso experimentar um método de cada vez, para evitar o desgaste da sua musculatura e poder analisar qual desses métodos traz mais resultados para o seu corpo.

Você também sofre com o desenvolvimento irregular de músculos? Já colocou algum desses métodos em prática? Nunca é tarde para começar!

LEIA MAIS: GVT: saiba tudo sobre o treino de hipertrofia que faz sucesso há quase 50 anos 
LEIA MAIS: É melhor treinar grandes grupos ou músculos isolados? 
LEIA MAIS: Pesos livres ou aparelhos? Descubra o melhor para o seu treino!

4 dicas para construir músculos que não estão crescendo

Comentários