alimentos congelados

5 dicas para você congelar seus alimentos da maneira correta

Os alimentos não devem ser congelados de qualquer maneira. É preciso fazer tudo com cuidado, desde cozinhar, guardar no recipiente correto e descongelar

Preparar os alimentos para a semana ou até para o mês todo é uma ótima forma de facilitar sua vida e diminuir seu tempo na cozinha.

Além disso, planejar e fazer tudo com antecedência evita que você saia da dieta e consuma alimentos que não façam parte do seu plano alimentar.

Isso vale tanto para o dia a dia, para não ter passar horas na cozinha todos os dias, tanto para aquele dias em que você não tem tempo ou bate aquela fome inesperada.

O problema é que não dá para fazer uma grande quantidade de alimentos e deixar na geladeira porque eles estragam.

Então, o seu melhor amigo vai ser o congelador.

Congelar os alimentos aumenta a durabilidade deles, alguns alimentos podem ficar até um ano no congelador, e é a melhor forma de armazenar suas refeições.

Mas, para que os alimentos não sejam contaminados antes ou durante o congelamento e/ou que não percam suas propriedades nutricionais, alguns passos devem ser seguidos.

Veja algumas dicas de como congelar os alimentos, da melhor forma.

Se liga:

5 dicas para você congelar seus alimentos da maneira correta

1. Recipientes corretos

pote hermético

Os recipientes certos são fundamentais, pois garantem o isolamento do alimento e a contaminação do mesmo.

Você deve escolher recipientes que fecham bem, preferencialmente os que têm fechamento hermético.

Além disso, eles não podem soltar cheiro e devem ser resistente ao congelamento.

Pode parecer besteira, mas diversos recipientes vendidos não são resistentes ao calor.

2. Porções

Porções

As porções devem ser definidas de acordo com a sua alimentação. O ideal é que você congele os alimentos para uma refeição ou no máximo duas por recipiente.

Assim, quando você descongelar o alimento, não vai ter que guardar por mais de um dia na geladeira ou ter que jogar fora porque não comeu tudo.

Então, separe as porções dos alimentos de acordo com o seu plano alimentar.

3. Como congelar

Cada tipo de alimento tem uma recomendação diferente de como ele deve ser congelado.

Ou seja, congelar uma carne é diferente de congelar uma fruta, desde de como ela é separada e preparada até o recipiente que ela vai ser colocada.

A escolha certa do recipiente, bem como o preparo correto dos alimentos, é fundamental para manter as propriedades nutricionais e evitar contaminação dos alimentos.

Independente do alimento e do recipiente (pote, plástico, saquinho, etc.), o ar deve ser retirado e o alimento não deve ter contato com o ar.

Além disso, todos os alimentos devem ser higienizados antes de serem preparados.

E os alimentos que não precisam de cozimento, como as frutas, precisam ser higienizados antes do congelamento.

Vale lembrar que essas dicas valem para os alimentos que são congelado prontos ou pré-prontos para consumo e não os que ainda vão ser preparados.

Por isso, é bom ficar de olho de como deve ser o processo e o congelamento de cada tipo de alimento. 

4. Como congelar cada tipo de alimento

Congelar os alimentos é uma ótima opção para consumir comida caseira diariamente.

No entanto, para manter o sabor e valor nutricional das receitas é necessário tomar alguns cuidados no processo de congelamento.

Veja como congelar os mais comuns no dia a dia.

– Legumes e verduras

Para não perder os nutrientes, esse alimentos devem ser cozidos e passar por um processo chamado de branqueamento, que é um choque térmico nos alimentos antes de serem congelados.

Ou seja, você deve cozinhar os alimentos normalmente e em seguida mergulhar os alimentos em água gelada.

Isso evita a contaminação microbiológica, pois o alimento não fica exposto em temperatura ambiente. Além disso, o processo de branqueamento interrompe o cozimento do alimento, para que não passem do ponto e conserva os nutrientes, cor e sabor do alimento antes de ser congelado.

Depois separe pequenas porções pequena, como mencionado anteriormente, em saquinhos, filmes ou potes plásticos, sem que fiquem em contato com o ar. Eles podem ficar no congelador por até 18 meses.

No caso das verduras, elas devem estar bem sequinhas para serem congeladas.

– Frutas

frutasfrutas

As frutas devem ser congeladas sem casca e caroço, em sacos ou potes plásticos.

Corte as frutas em pedaços antes para melhorar a acomodação das frutas e permitir que você consiga descongelar ou pegar apenas o que vai consumir.

A banana e a pera podem ter o sabor alterado, mas ainda sim dá para congelar.

Você também pode congelar as frutas em forma de purê. Ou seja, amassar as frutas e congelar.

Você pode armazenar os purês de frutas em forminhas de gelo, para ficar mais fácil a utilização.

Congelar em forminas de gelo é uma ótima forma para utilizar as frutas no preparo de sucos, shakes, smoothie e outros.

Lembre-se de tampar as forminhas com filme plástico. As frutas duram um pouco menos que os vegetais, cerca de um ano.

– Carnes

carnes

Para congelar as carnes, elas devem estar frescas e livre de temperos. O tempero só pode ser usado quando a carne for preparada.

O ideal é congelar peças menores ou cortadas, pois as peças grandes demoram mais tempo para congelar criando cristais de gelo, o que pode alterar sua qualidade.

Portanto, fazer porções de peças grandes e separá-las em embalagens menores, ajuda a manter a qualidade do produto e também descongela mais rápido.

Isso permite que você tire do congelador e consuma a carne no mesmo dia. Você também pode congelar as carnes cozidas.

Por exemplo, frango cozido desfiado. Você prepara o frango, porciona em potes os sacos plásticos e congela.

O ideal é não utilizar temperos ou utilizar poucos temperos e deixar para temperar e finalizar após o congelamento.

Vale lembrar que tanto cru quando cozido, as carnes devem ser armazenadas em recipientes sem o contato com o ar para evitar contaminação das mesmas.

Se for congelada cozida, deve ter muito atenção ao preparo da carne, para não ter contaminação durante seu cozimento.

Além disso, o ideal é descongelar as carnes na geladeira.

5. Descongelar

Descongelar o alimento também é um ponto importante para evitar a contaminação do mesmo e a perda da qualidade.

O ideal é descongelar os alimentos na geladeira. É claro que demora um pouco mais do que descongelar os congelados em temperatura ambiente, mas é mais seguro – evita a contaminação de micro-organismo e o alimento perde menos água, preservando seu sabor.

Em relação as frutas, quando você for bater com sucos, smoothies e shakes, você não precisa descongelar as frutas.

Caso contrário, você pode descongelar, mas o ideal é que ela não seja totalmente descongelada, pois algumas podem ficar muito mole.

  
 

Comentários