CrossFit: 4 lições que todo maromba deveria aprender

Você pode odiar CrossFit e nunca querer praticar essa modalidade. Mas não dá para negar que ele pode ensinar boas lições

Se você pensa que CrossFit é só mais uma modinha que vai passar com o tempo, é melhor começar a rever sua opinião e deixar o preconceito para trás!

A modalidade se torna a cada dia mais forte e se estabelece não apenas no Brasil como no mundo.

Da mesma maneira que o CrossFit leva consigo cada vez mais seguidores e defensores, é também alvo de muitas críticas, principalmente por parte dos apaixonados por musculação.

Mas mesmo quem é “hater” da modalidade tem lições valiosas a serem aprendidas com o CrossFit.

Independentemente de concordar ou não com seu protocolo de treinamento, esses exercícios funcionais trazem benefícios que ninguém pode negar.

Amando ou odiando, o CrossFit chegou para ficar e tem trazido algumas coisas incríveis para a nossa cultura, tanto dentro como fora da academia.  

Por isso, mesmo que você não curta e nem pratique, é bom você ficar ligado nesses ensinamentos. Se liga:

CrossFit: 4 lições que todo maromba deveria aprender

1- Nada de distrações!

Desafio CrossFit

No CrossFit os exercícios são tão dinâmicos, que não sobra tempo para distrações como por exemplo ficar olhando o celular, muito menos tirar uma selfie.

Aliás, nem espelho há dentro do box de CrossFit. É claro que o espelho das academias de musculação não estão lá para isso – eles têm uma função importante para quem leva o treino a sério -, mas é fato que muita gente acaba usando apenas para satisfazer o ego, tirar foto e perder o foco no que realmente importa: seu treino. 

Sem distrações, a maioria dos “crossfiteiros” ficam o tempo inteiro focados nos exercícios, e isso é uma qualidade que todos deveriam levar consigo na hora de praticar qualquer esporte. 

Por isso, na hora de treinar, guarde o celular no bolso e diga adeus a todas as coisas que possam te distrair no momento. 

E foco nos músculos!

2- Broderagem

CrossFit friends

Há anos – talvez décadas – as academias eram lugares onde os atletas se encontravam com com o intuito de treinar juntos. Formando uma comunidade de pessoas que se ajudavam, se motivavam e se respeitavam.

Claro que isso foi bem antes dos celulares tomarem conta das academias, e deixarem as pessoas mais introspectivas, e menos interessadas em manter uma interação com o outro.

Ficar o tempo todo de fone de ouvido, por exemplo, pode ajudar a manter a concentração, mas é fato que cria uma “bolha” e deixa as pessoas totalmente isoladas.

Um dos pontos fortes do CrossFit é que traz de volta os bons tempos da academia comunitária. É bem provável que todos do seu box saibam o seu nome, te motivem e te ajudem na hora de executar algum exercício.

Construir relações dentro da academia, fazer amigos, pode ser ótimo não só para a sua performance, mas também torna o ambiente mais divertido.

Faz com que você se sinta parte de um time, e torna a sua experiência de treinar muito mais excitante.

3- Definir objetivos reais

CrossFit

Para que você está treinando? O que será necessário para chegar lá? Você já traçou quais metas e objetivos pretende alcançar ao entrar na academia?

A maioria dos marombas não tem o costume de levar esses questionamentos em consideração quando decidem começar a treinar.

É claro que a maior parte tem como objetivo buscar o corpo perfeito, mas não há uma meta real definida anteriormente.

Já com os “crossfiteiros” é diferente. Eles estabelecem metas para bater, e contam com a ajuda dos companheiros de CrossFit para obter a motivação necessária para alcançá-los.

E cada vez que uma meta é alcançada, além de trazer aquela sensação boa de satisfação, ainda te da mais garra para se desafiar ainda mais!

Mas você não precisa ser um “crossfiteiro” para traçar suas próprias metas. Antes de ir para a academia, sente-se e escreva o que você realmente espera atingir com esse treino. Afinal, por que você vai à academia todos os dias?

4- Sair da sua zona de conforto

Se você vai à academia todos os dias, faz a mesma rotina de treinos, e nunca sai da sua zona de conforto, talvez você acabe se cansando de fazer sempre as mesmas coisas, e treinar acabe se tornando um exercício chato.

Muitos boxes de CrossFit encorajam seus membros a saírem bastante da sua zona de conforto. Tanto que muitos novatos quando se iniciam no mundo do CrossFit se sentem vislumbrados com aquela experiência de fazer algo novo todos os dias.  

Às vezes, só o que você precisa para sair da rotina da musculação é sair da sua zona de conforto, e tentar fazer uma ou outra mudança no seu treino.

É claro que você não precisa virar fã de CrossFit e começar a fazer esse tipo de treino, mas é fato que a modalidade trouxe alguns princípios importantes e efetivos, que qualquer maromba pode facilmente aplicar.

Então chuta esse preconceito pra longe e, mesmo que você nunca vá praticar CrossFit na vida, tente tirar coisas boas do esporte e adaptar às suas atividades. Você só tem a ganhar com isso.

LEIA MAIS: [VÍDEO] As dicas dos especialistas para quem quer começar a fazer CrossFit 
LEIA MAIS: KVRA Games: atletas dão dicas para quem quer competir em eventos de CrossFit

Comentários