bcaa

Como tomar BCAA e potencializar os seus resultados!

Suplemento pode oferecer ótimos resultados para quem treina pesado. Veja como tirar o máximo deste tipo de produto!

Você já ouviu falar em BCAA?

Aqui você vai saber tudo sobre esse suplemento e como ele pode potencializar os seus resultados e fazer seus músculos ficarem ainda mais definidos.

Vai conhecer as diferentes versões de BCAA à venda no mercado e as quantidades que você deve tomar para “monstrar” de forma mais rápida e eficaz.

Também vai ficar por dentro dos alimentos que são fontes naturais de BCAA, dos efeitos que os aminoácidos causam no corpo e da famosa combinação de BCCA com Whey Protein.

Além disso tudo, descobrirá cinco benefícios que você terá ao tomar BCAA e aprenderá a receita de três shakes para você bombar ainda mais nos treinos. É informação para maromba nenhum colocar defeito, não é não?!

Então fique atento à leitura e às dicas que serão apresentadas!

O que é BCAA?

O BCAA é um suplemento que possui em sua composição 3 aminoácidos de cadeia ramificada.

Vale lembrar que os aminoácidos que fazem parte da composição do BCAA não são produzidos de forma natural pelo corpo humano e, por isso, devemos ingeri-los por meio da alimentação.

Mas só a alimentação não supre a quantidade necessária de aminoácidos que o corpo necessita, por isso a complementação com suplementos alimentares é tão importante.

O nome BCAA é uma sigla inglesa que significa Branched Chain Amino Acids, que em livre tradução para nosso idioma significa Aminoácidos de Cadeia Ramificada.

Os aminoácidos que fazem parte desse grupo são: valina, leucina e isoleucina.

O BCAA chega a representar um terço do total de aminoácidos que existem em nossos músculos e, por isso, eles são tão importantes para que o corpo desenvolva massa muscular magra.

É por esse motivo, que todo maromba que se preze precisa tomar BCAA, se quiser manter ou melhorar o corpo bombado.

Quais são as versões do BCAA presentes no mercado?

Adquirir suplemento à base de BCAA é muito fácil, pois ele é encontrado até mesmo em farmácias e não necessita de receita médica para a venda, embora sempre seja indicada a consulta com médico ou nutricionista antes de iniciar o uso de um novo suplemento alimentar.

É importante que você saiba que o suplemento BCAA se apresenta no mercado, normalmente, em três formas: líquido, pó e em cápsulas.

A escolha pela forma mais adequada do consumo é sua, pois a forma de apresentação deste suplemento não vai interferir de forma significativa no efeito do mesmo.

A maioria dos atletas opta pela versão em pó, uma vez que ela pode ser preparada em forma de shake, com sabores agradáveis, como o de laranja.

No entanto, não há nenhuma objeção caso queira tomar o suplemento em forma líquida ou em cápsulas.

Agora que você já sabe quais são as versões do BCAA presentes no mercado, vamos falar sobre como, de fato, o BCAA pode melhorar o desenvolvimento de massa muscular.

Como tomar BCAA?

Especialistas afirmam que, para realmente fazer efeito e auxiliar no crescimento dos músculos, o BCAA deve ser tomado diariamente.

A quantidade diária ideal para o uso do suplemento varia de acordo com o peso da pessoa. Em média, entre 0,2 e 1g de BCAA por quilo de peso corporal, mas, para saber a quantidade ideal, a melhor opção é conversar com um médico ou nutricionista.

É recomendável tomar o BCAA em duas porções, uma antes e outra após o treino – alguns tomam também durante os exercícios.

Essa recomendação é feita porque no pré-treino o BCAA pode potencializar sua energia para realizar os exercícios, já no pós-treino o suplemento ajuda na recuperação dos músculos e promove o aumento da massa muscular, tão desejada pelos marombas.

Quais são as fontes naturais de BCAA?

Além de consumir o BCAA na forma de suplemento, você também pode ingeri-lo de forma natural, por meio de uma alimentação rica em valina, leucina e isoleucina.

Os alimentos que são fontes desses aminoácidos são vegetais como o feijão-branco, a lentilha e o grão-de-bico, carnes como o atum, o frango, a carne bovina e o salmão, e alimentos gerais já conhecidos pela turma da maromba como gema de ovo e amêndoas.

Para quem não tem o hábito de pegar pesado todos os dias na academia e se contenta com um corpo magro, apenas ter uma alimentação equilibrada e seguir uma dieta com variações dos alimentos citados já é suficiente para produzir o BCAA necessário para sua rotina.

Bombados como você que puxam ferro todo dia precisam de suplementação se quiser ficar ainda mais monstro. Porém uma coisa não substituiu a outra: manter uma dieta rica é tão importante quanto tomar o suplemento.

O ideal é que você faça as duas coisas, sempre que possível e evitando exageros.

Quais são os efeitos do BCAA?

Conforme dito anteriormente, um dos principais efeitos é a recuperação de lesões musculares ocorridas durante os treinos intensos.

É bastante comum que o corpo entre em estado catabólico durante a execução dos exercícios, por isso o organismo precisa estar abastecido de nutrientes durante o treino.

Entre outros benefícios, o BCAA aumenta o estímulo à produção de insulina, hormônio anabólico que permite que os aminoácidos e outros nutrientes sejam absorvidos pelo corpo de forma mais eficaz.

Esses nutrientes absorvidos funcionam como uma espécie de “matéria-prima” para a construção dos músculos. Tudo o que você precisava para “monstrar” ainda mais, não é mesmo?

O BCAA apresenta efeitos colaterais?

Uma dúvida muito frequente apresentada pelos marombeiros é se o BCAA causa algum tipo de efeito colateral em quem o consome, pois muito se fala sobre esse assunto.

Na internet existem várias teorias conspiratórias absurdas, dizendo até que o BCAA causa impotência sexual. Tudo balela!

Se usado corretamente e nas doses orientadas pelo nutricionista, não há nenhum efeito colateral causado pelo BCAA. Não acredite em tudo que lê na internet!

Procure sempre por fontes confiáveis ou artigos científicos para tirar suas informações.

É permitido tomar BCAA se já estiver tomando Whey Protein?

O Whey Protein é um dos suplementos mais conhecidos por quem frequenta academia e seu uso é muito comum por quem deseja criar músculos.

O que muitos atletas têm dúvida é a respeito de tomar BCAA junto com o Whey Protein.

Assim como alguns sites de credibilidade duvidosa dizem que o BCAA apresenta efeitos colaterais, há os que dizem que a combinação com Whey Protein não é saudável. Outra grande mentira. E temos como provar!

Um estudo realizado recentemente nos Estados Unidos prova que o BCAA e o Whey Protein juntos podem provocar resultados ainda mais satisfatórios para quem quer virar um monstro de academia.

Isso mesmo! Continue lendo e saiba mais sobre a pesquisa realizada.

Os pesquisadores realizaram o estudo com atletas, que foram separados em dois grupos. O primeiro grupo foi sujeitado a beber um shake de proteína, contendo Whey Protein dos tipos concentrado e isolado.

Já o segundo grupo, tomou o mesmo shake, porém acrescentado de 3 g BCAA e 5 g de glutamina. Esse procedimento foi realizado diariamente durante dez semanas.

Durante o período do estudo, os pesquisadores monitoraram os atletas, que continuaram fazendo seus treinos diários sem nenhuma alteração.

A cada semana era medida a força muscular dos participantes, através de exercícios de supino reto e leg press, sempre utilizando o peso corporal.

Resultado: ao final da pesquisa foi constatado que os participantes que beberam apenas o shake com Whey Protein conseguiram aumentar duas repetições em suas séries de exercícios.

Já o grupo que bebeu o shake de Whey Protein com BCAA e glutamina teve esse número triplicado, aumentando a série de exercícios em oito repetições.

Comprovação científica vem da ciência, e não de blogs fajutos que qualquer frango que se acha o maromba pode criar na internet. 😉

Quais os benefícios de tomar BCAA?

Pensa que acabou? Ainda não! Além de tudo que já foi dito, separamos mais cinco benefícios que você terá ao tomar BCAA.

Veja como os aminoácidos podem ajudar os marombas a construírem ainda mais músculos:

1 – Aumenta a liberação de hormônios

A ingestão de BCAA pode fazer com que seu corpo seja estimulado a liberar hormônios benéficos para seu físico como a testosterona, a insulina e o GH, conhecido como o hormônio do crescimento.

Estes hormônios contribuem para os resultados que você deseja alcançar.

Além disso eles podem também ser benéficos em outros sentidos. A testosterona, por exemplo, faz com que diversos aspectos de sua vida melhorem, inclusive o sexual, fazendo com que sua malhação seja melhor até mesmo fora da academia.

2 – Melhora seu sistema imunológico

Outro benefício é a melhora da imunidade. Isso ocorre porque há um aumento na glutamina, um dos aminoácidos mais importantes para o sistema imunológico corporal.

Isso é muito relevante, afinal, monstro que é monstro não pode se abater com gripes resfriadinhos, não é, não?

Por isso, sua imunidade precisa estar sempre em alta e, para isso, nada como tomar BCAA.

3 – Melhora a resistência física

O BCAA é facilmente convertido em glicose pelo corpo, dando aquele gás que você precisa na hora de fazer mais séries de exercícios.

4 – Ajuda na construção de músculos

O BCAA faz com que a proteína seja melhor aproveitada pelo corpo, fazendo com que seus músculos se desenvolvam mais e de maneira mais rápida, conforme comprovado pela pesquisa anteriormente apresentada.

Mas o suplemento não faz milagres, então nada de relaxar! Você vai ter que continuar tendo que pegar muito pesado na malhação se quiser ter resultados satisfatórios.

5 – Auxilia na recuperação dos músculos no pós-treino

Dependendo do tipo de treino que você realiza pode sentir algumas dores musculares. Isso acontece, principalmente, quando você treina mais do que está acostumado ou não descansa o suficiente no pós-treino.

Sofrer com esse problema é bastante comum, e até a combater essa dor incômoda o BCAA ajuda.

Os aminoácidos que compõem o BCAA agem diretamente nos tecidos musculares, recuperando-os de forma mais rápida e evitando as dores.

Como preparar shakes com BCAA?

A sheikeira é uma grande companheira dos marombas, não é mesmo? Então pegue a sua e corra para preparar essas três superdicas de shake com BCAA para você “monstrar” rápido e com saúde.

Com essa combinação de shakes, certamente você vai virar um monstro de fazer inveja aos colegas de academia.

Shake atômico para pré-treino: misture 300 ml de água gelada com Whey Protein isolado, creatina e BCAA.

Shake power para intra-treino: misture 300 ml de água gelada com Whey Protein isolado, L-glutamina e BCAA.

Shake proteico para pós-treino: misture 300 ml de água gelada a 1 porção de gelatina diet pronta, Whey Protein isolada, creatina e BCAA.

Coloque as quantidades de cada suplemento de acordo com a recomendação do fabricante do produto ou de seu nutricionista.

Phoenix BCAA

Entre as variadas opções do suplemento de aminoácidos disponíveis no mercado está o Phoenix, BCAA da Iridium Labs, com garantia de qualidade, de procedência e de satisfação.

A fórmula de Phoenix oferece diversos benefícios para os praticantes de atividades físicas, sejam eles amadores ou profissionais. Isso acontece de duas maneiras distintas e complementares.

Quando consumido antes do treino, Phoenix evita a perda muscular, já que os aminoácidos presentes nos músculos não são retirados.

No caso do consumo pós-treino, o que acontece é o auxílio na reconstrução muscular e ajuda na recuperação de lesões musculares.

Para saber mais sobre o produto, clique aqui!

Agora que você já sabe como tomar o suplemento e porque deve fazer isso, entre para o debate sobre o assunto no espaço destinado para os comentários.

Informação boa deve ser compartilhada, então, se você sabe alguma boa dica que não foi dita aqui, conte para nós e os demais leitores. Com certeza você estará agregando muito!

 

 

Comentários

 

3 comments on “Como tomar BCAA e potencializar os seus resultados!

  • LUIS EMILIO says:

    Bom Dia
    Poderiam me informar qual das três composições: “valina, leucina e isoleucina” temos que ter mais em um BCAA, pois em todos a quantidade é diferente. Falam que uma delas é a principal e temos que observar na hora da compra do BCAA.
    No aguardo, desde já, agradeço.
    Att.
    Luís Emílio

    • Olá, Luis! Todos esses aminoácidos são essenciais e devem ser ingeridos através da alimentação ou de suplementação, e todos são igualmente importantes. No entanto, a leucina tem efeitos particulares diferentes e mais estudos comprovando seus efeitos – o que não significa que você deve focar apenas nele!

Comments are closed.