carboidratos, ciclo

Ciclo de carboidratos te ajuda a perder calorias sem prejudicar seu treino

Se você quer perder, saiba que é possível fazer um ciclo de carboidratos sem ter que cortá-los da sua dieta. Fique ligado!

Você já ouviu falar em ciclo de carboidratos? Se o seu atual objetivo é perder peso, estar poderia ser uma boa opção. 

Esqueça dietas low carb e afins. Com o ciclo de carboidratos você não precisará fazer nada muito drástico na sua alimentação, apenas precisará ser disciplinado e seguir o plano à risca.

E não pense que isso irá prejudicar seu rendimento no seu treino, não. Ao contrário, irá te ajudar.

É claro que, antes de sair fazendo mudanças na sua dieta, é essencial conversar com um nutricionista antes. De qualquer forma, ter conhecimento é importante até para você questionar o especialista sobre a possibilidade de colocar em prática.

Se liga:

Ciclo de carboidratos te ajuda a perder calorias sem prejudicar seu treino

O que é

O carb cycling (ciclo de carboidrato), como o próprio nome diz, é uma estratégia que alterna a ingestão de carboidratos na forma de ciclos.

Ela é feita por pessoas que desejam perder gordura corporal, sem afetar o desempenho físico.

Como é o processo?

Pode ser realizado de diferentes maneiras: diariamente, semanalmente ou anualmente. Ou seja, uma pessoa pode alternar a ingestão de carboidratos entre uma quantidade baixa, moderada e alta.

Ou a pessoa pode passar períodos mais longos ingerindo uma baixa, moderada e alta quantidade do nutriente.

Uma semana ‘padrão’ da estratégia carb cycling é: dois dias de alta ingestão de carbo, dois dias com ingestão moderada e três dias de baixa ingestão.

Mas, há outros protocolos existente e você ainda ajustar de acordo com as suas necessidade e rotina.

É possível alternar os dias, por exemplo, consumindo no primeiro dia uma alta ingestão, no dia seguinte uma quantidade moderada e no outro uma baixa e assim por diante.

Em alguns protocolos ainda há um ou mais dias em que há uma ingestão próxima a zero de carboidratos, em média 30g por dia, enquanto outros adotam essa quantidade para o dia de baixa ingestão de carboidratos.

Como há diversos protocolos, você pode ver qual melhor se ajusta para a sua rotina e suas necessidades.

A quantidade de carboidratos para cada um dos ciclos também varia de protocolo para protocolo e outras individualidades, como intensidade e tempo de treino.

Objetivo e benefícios do ciclo de carboidrato

carboidratos

Essa estratégia manipula e alterna a ingestão de carboidratos para que a pessoa consiga queimar mais gordura, sem interferir negativamente no desempenho físico.

A redução do consumo de carboidrato, apesar de poder ajudar na redução de gordura corporal, pode afetar a performance físico, já que é fonte de energia preferida pelo organismo.

Por isso, quando se alterna o consumo de carbo, você pode evitar a queda de rendimento.

Fundamentos da estratégia

Essa estratégia se baseia na necessidade de calorias ou de glicose que o corpo precisa, por exemplo, nos dias de treinos mais intensos, você precisa fornecer mais carboidrato para seu organismo.

Ou seja, nos dias de alto consumo de carboidratos você irá reabastecer o estoque de glicogênio muscular, promovendo um melhor rendimento físico.

Além disso, nesses dias você pode melhorar a função de hormônios que regulam a saciedade e o apetite, auxiliando assim na regulação do peso.

Já nos dias de baixo carboidrato, você pode ajudar o seu corpo a queimar mais gordura, para que ela seja utilizada como fonte de energia a longo prazo.

É por isso então que você consegue aumentar a queima de gordura e ainda assim manter o bom rendimento físico.

O que muda mais na dieta

Como o principal objetivo dessa estratégia é ajudar quem deseja reduzir gordura corporal, as calorias da sua dieta não devem ser deixadas de lado.

Um dos pontos chaves para a perda de perda de peso é a redução da ingestão de calorias.

E, independentemente de utilizar essa estratégia, você deve respeitar o consumo calórico total, bem como a quantidade de nutrientes que você deve ingerir por dia, de acordo com as suas necessidades.

O valor calórico total é diretamente influenciado pela quantidade de carboidrato, proteína e gorduras.

Logo, se você reduz o consumo de um dos nutrientes em um dia, neste caso o carbo, você deve fazer os ajustes necessários de acordo com os seus objetivos.

Nessa estratégia, o consumo de proteína vai ser quase igual e é a gordura é que vai ser ajustada de acordo com o consumo de carboidrato.

Ou seja, em um dia de alto consumo de carboidrato, o consumo de gordura deve ser menor. Já em um dia de baixa ingestão de carbo, você deve aumentar o consumo de gorduras.

Você pode aumentar a ingestão de gorduras com o consumo de fontes alimentares de gordura saudáveis e que podem ajudar ainda mais no rendimento físico.

Como o TCM, que é uma fonte de gordura saudável e de rápida absorção, sendo uma boa fonte de energia para exercícios físicos.

Kimera Extreme pode te ajudar

Kimera Extreme, por exemplo, é um suplemento que contém cafeína e TCM, ingredientes que vão te dar um gás extras para o treino, já que aumentam a disposição e energia, para treinos mais pesados.

É claro que como qualquer outra dieta, essa pode não ser a melhor estratégia alimentar para os seus objetivos e as suas necessidades nutricionais.

Portanto, consulte seu nutricionista e veja qual é o melhor plano a ser seguido.

LEIA MAIS: 7 dicas básicas de alimentação para quem está começando no bodybuilding
LEIA MAIS: 6 maneiras diferentes e saudáveis de consumir o abacate
LEIA MAIS: Os tipos de queijo que combinam (ou não) com seu objetivo na academia

Comentários