cansaço academia

O que causa o cansaço excessivo e como impedir que atrapalhe seu treino

O cansaço pode atrapalhar seu desempenho na academia, mas muitas vezes suas causas são mais graves do que você imagina. Saiba como evitá-las!

Você sempre está cansado? Por mais que durma bem, se alimente bem e tenha a mesma rotina, ainda se sente cansado?

Muitas pessoas acreditam que o cansaço é causado apenas pelo excesso de trabalho, preocupação ou exercício físico. Mas se fosse isso, esse sintoma passaria com um bom período de descanso e uma boa noite de sono.

Acontece que aquele cansaço que você sente o tempo todo, sem nenhuma razão específica e que é muito comum, pode ter outras causas.

E ele prejudica de forma geral o seu rendimento no trabalho, a sua vida pessoal, e principalmente o seu treino, podendo prejudicar os seus resultados. 

Veja 4 motivos pelos quais você pode estar sentindo cansaço o tempo todo, e saiba como reverter essa situação para que você volte a treinar com mais ânimo!

É claro que esses motivos não são as únicas explicações possíveis, mas são das causas principais. De qualquer forma, conversar com um médico é sempre uma boa pedida para garantir a melhor solução para o seu caso.

O que causa o cansaço excessivo e como impedir que atrapalhe seu treino

1- Estilo de vida sedentário

cansaço 2

Ao contrário do que muitos pensam, ficar sentado durante o dia todo não vai repor suas energias e te deixar mais disposto. A falta de exercício reduz o seu desejo de querer ser ativo, com isso você sente menos vontade e disposição.

Além disso, o exercício físico vai te ajudar a reduzir os estoques de energia, melhorando o seu sono, com isso você consegue dormir melhor, recuperar seu sono e ter mais disposição no dia seguinte para as atividades.

Quanto mais sedentário, mais cansado e indisposto vai sentir. Então, se não deu para ir na academia, faça uma caminhada ou até alguns exercícios em casa. Isso vai garantir sua energia, uma boa noite de sono e energia para os dias seguintes.

2- Anemia

cansaço anemia

A anemia é um doença sanguínea causada por diversos fatores, sendo os principais a dieta pobre em nutrientes – principalmente o Ferro – infecções, doenças crônicas e alguns distúrbios intestinais.

Ela acontece porque os glóbulos vermelhos contêm hemoglobina, que ajuda a transportar oxigênio dos pulmões para os tecidos. E a anemia é caracterizada pelo baixo número de glóbulos vermelhos ou quantidade insuficiente de hemoglobina.

Essa falta de oxigênio nos tecidos leva a uma fadiga, que é o principal sintoma da anemia, e consequentemente uma pessoa com anemia se sente indisposta e cansada. Outros sintomas incluem falta de ar, tonturas e dores de cabeça.

Ela pode ser facilmente tratada, mas antes deve-se descobrir a causa e fazer o acompanhamento através do exame de sangue.

3- Sono ruim

cansaço 4

Os adultos precisam de sete a oito horas de sono por noite, mas isso geralmente não acontece. Com o dia a dia corrido, intermináveis tarefas e demanda, o sono é normalmente o primeiro a ser sacrificado.  

As horas dormidas também não devem ser o único ponto de atenção, a qualidade do sono é tão importante quanto. Alguns hábitos e mudanças podem te ajudar a dormir melhor e com isso você aproveita todo o tempo de descanso, para acordar mais disposto.

O primeiro ponto que você pode mudar é o horário do seu sono, estabeleça um horário para deitar e o siga todos os dias, mesmo aos fins de semana, para que seu corpo se acostume com isso.

Outra dica muito importante é que no horário em que você deita, deve relaxar, ou seja, ficar em silêncio e com a luz desligada. Isso também favorece a produção de alguns hormônios relacionados a indução e qualidade do sono.

Sem contar que uma boa noite de sono auxilia no desenvolvimento muscular, por isso é sempre importante descansar bem nessa hora, principalmente para quem treina.

4- Baixo açúcar no sangue

cansaço 5

A glicose é utilizada como fonte de energia, portanto, quando há uma baixa quantidade de glicose no sangue, você pode ter alguns sintomas como a fadiga. Esses sintomas podem ser mais graves com a queda ainda maior da glicemia (glicose no sangue).

Essa queda da glicemia em pessoas que não possuem diabetes pode acontecer por diversos fatores, como o uso de alguns medicamentos, a alimentação desequilibrada, o exercício físico quando acompanhado de uma má alimentação, entre outros. Já para os diabéticos, a hipoglicemia geralmente é o efeito colateral dos medicamentos.

Os exames e o acompanhamento da glicemia é muito importante para prevenir os sintomas mais leves, como a fadiga, cansaço excessivo, tontura, até os mais graves que pode até levar a morte.

Uma alimentação equilibrada também é fundamental para manter a glicemia na taxa correta, além de ser importante aliada para oferecer a energia necessária que seu corpo precisa na hora do treino.

Investir no consumo de carboidratos de alto índice glicêmico antes do treino podem te dar a energia que você precisa para ir a academia, e executar todos os exercícios com sucesso!

LEIA MAIS: Melatonina: tudo o que você precisa saber sobre esse hormônio
LEIA MAIS: Estudo comprova: treinar antes da entrevista de emprego reduz ansiedade
LEIA MAIS: Humor e estresse: como isso pode afetar seu rendimento na academia

Comentários