café da manhã

Café da manhã: porque você deve focar no consumo de proteínas

Consumo de alimentos ricos em proteínas no café da manhã pode aumentar seus ganhos – não importa se o seu objetivo é queimar gordura ou crescer

Todo mundo já sabe que o café da manhã é uma das principais refeições do dia e todo praticante de atividade física também sabe da importância do consumo de proteína. 

A proteína é essencial no processo de hipertrofia, mas também é muito importante para quem quer perder peso, pois é um nutriente que diminui a fome e ajuda na redução da ingestão calórica ao longo dia, colaborando para a perda de peso – e é a ciência quem diz, não a gente, como mostra este estudo

Existem evidências científicas claras de que a dieta com maior proporção de proteína aumenta a perda de peso e de gordura corporal, ao mesmo tempo em que desacelera a perda de massa magra durante o processo de emagrecimento. 

Apesar de tudo isso, na maioria das vezes o consumo deste nutriente é deixado de lado no café da manhã, basicamente porque, de modo geral, os alimentos comuns dessa refeição não contêm grande quantidade de proteína.

Só que deixar de consumir proteína ou consumir uma quantidade baixa do nutriente no café da manhã é um grande erro. A ciência já comprovou isso, e estudos garantem que seus ganhos – seja de hipertrofia ou queima de gordura – poderia ser muito maiores se você priorizasse a proteína na primeira refeição do dia.

A gente decidiu listar alguns estudos que comprovam essa teoria. Se liga:

Café da manhã: porque você deve focar no consumo de proteínas

café da manha ovos proteinas

Evidência 1: um estudo recente, realizado em 2005, concluiu que o consumo de uma alta quantidade de proteína (35g) preveniu o ganho de gordura corporal, em relação ao consumo de 13g de proteína. Além disso, o estudo evidenciou que o grupo que recebeu 35g de proteína no café da manhã, reduziu a fome diária. Veja o estudo completo clicando aqui

Evidência 2: Outro estudo, realizado com adolescentes, mostrou que o consumo de 35g de proteína no café da manhã auxilia na diminuição do consumo de alimentos ricos em gordura no lanche da noite e melhorou a saciedade e o controle da ingestão alimentar. Veja o estudo completo clicando aqui

Evidência 3: em 2015, outro estudo, feito com mulheres pré-menopáusicas com excesso de peso, concluiu que um café da manhã que forneça de 30 a 39 g de proteína colaboram para um maior controle do apetite, menor glicemia pós-prandial e insulinemia e ainda reduz a ingestão subseqüente no almoço, em relação ao grupo com baixo consumo de proteína ou que não tomou café da manhã. Veja o estudo completo clicando aqui

Além de colaborar para a perda gordura corporal, a ingestão de proteína no café da manhã se mostrou importante para a síntese de proteínas: estudo publicado no The Journal of Nutrition mostrou que o consumo de uma quantidade moderada de proteína em cada refeição estimulou a síntese de proteínas musculares de forma mais eficaz do que o consumir mais proteína nas refeições noturnas. Veja o estudo completo clicando aqui

O estudo acima mostra que a correta distribuição do consumo de proteína ao longo do dia, em todas as refeições – e isso inclui o café da manhã! – ajuda a manter o estado anabólico, colaborando para o ganho de peso e ainda ajuda a manter o peso e gordura corporal.

E seu desjejum matinal, como anda? Ovos, pasta de amendoim, e outros alimentos ricos em proteína são fundamentais nessa refeição. E, se você achar a missão complicada, não é nada que um shake de Whey Protein não possa resolver!

Comentários