Torre Washington

8 bodybuilders que acabam com qualquer estereótipo sobre vegetarianos

Pode parecer inacreditável, mas ainda há quem ache que vegetarianos não podem ter um shape insano e que só quem come alimentos de origem animal pode desenvolver músculos grandes e definidos.

Pior: tem gente que ainda acha que vegetarianos não são saudáveis e sofrem com deficientes nutricionais.  É claro que vegetarianos precisam prestar mais atenção a isso, mas ideia de que é impossível foi desmistificada faz tempo.

E esses caras que a gente listou aí embaixo são a prova viva disso: eles contrariam qualquer argumento anti-vegetarianismo. É claro que ninguém é obrigado a parar de comer carne… mas parar de repetir que “só assim dá pra crescer” já é um bom começo.

Se liga:

8 bodybuilders que acabam com qualquer estereótipo sobre vegetarianos

1. Anastasia Zinchenko

 

O primeiro perfil é da bodybuilder e powerlifter Anastasia Zinchenko. Além de esportista, ela é PhD em bioquímica pela Universidade de Cambridge.

Ela faz diversas pesquisas de nutrição e exercícios relacionados ao bodybuilding.

Sua intenção com o veganismo é fazer um bem a si mesma, mas também ao meio-ambiente e aos animais.

Se você ficou interessado, pode se ligar no plano de dieta que ela mesma montou, aqui.

2. Torre Washington

 

Torre Washington é um bodybuilder sinistro. A pessoa percebe isso só de olhar pro shape insano dele.

Vegano desde 1998, ou seja, há 20 anos, escolheu o bodybuilding como esporte por poder construir o corpo da maneira como ele quisesse.
“Como se fosse um engenheiro”, como ele mesmo diz.

De acordo com o atleta, no começo foi bem difícil, pois as pessoas não tinham o mesmo conhecimento que se tem hoje, as mesmas informações.

Mas ele não desistiu e só conseguiu evoluir. Em 2009 competiu pela primeira vez e ficou no 3o lugar.

3. Erin Fergus

 

Vegana há quatro anos, a fisiculturista Erin Fergus optou por esse estilo de vida após algumas reuniões com a PETA.

Ela fez história ao conseguir entrar na categoria Women’s Physique Pro e poder competir de igual para igual com as outras competidoras.

4. Max Seabrook

 

Dos bodybuilders desta lista, Max Seabrook é um dos mais multifacetados. Ativista pelos direitos dos animais, é também um futuro médico, personal trainer e bacharelado em biomedicina.

Quando perguntado sobre sua opção em se tornar vegano, ele não hesitou em dizer que foi a melhor decisão de sua vida.

5. Laurel Bergeron

 

Outra fisiculturista, Laurel Bergeron afirma que não é difícil construir um shape bacana sendo vegana.

Muito ativa nas redes sociais, gosta de inspirar e mostrar as pessoas que é possível sim levar uma vida muito mais saudável sendo vegano.

6. Korin Sutton

 

Korin Sutton tem um livro digital na internet com mais de 50 receitas veganas para ter uma vida mais saudável, seja a pessoa bodybuilder ou não.

Sobre sua escolha em ser vegano, diz que é porque ama a vida e respeita todas as espécies vivas do planeta.

7. Samantha Shorkey

 

Outra bodybuilder vegana de responsa é Samantha Shorkey, que compete profissionalmente desde 2014.

Neste mesmo ano, ela foi campeã do 2014 INBF South Western Natural Championships.

Sobre o veganismo, ela é precisa.

“Eu faço o meu melhor para tomar decisões conscientes para não contribuir com morte e sofrimento dos animais”.

8. Dominick Thompson

 

Dominick Thompson é o último dos bodybuilders da lista. Mas não se limita apenas a isso.

O cara também é Ironman! Pra você ver que mesmo sem comer carne é possível ter toda energia necessária para qualquer esporte.

Ele era vegetariano, e se tornou vegano por diversos motivos.

“É complicado ver que animais são torturados de maneira cruel para satisfazer as vontades do ser humano”.

LEIA MAIS: Proteína de ervilha isolada: tudo o que você precisa saber a respeito
LEIA MAIS: As 5 melhores fontes de proteínas de origem vegetal para sua dieta
LEIA MAIS: Coco: os benefícios da fruta e seus derivados para o seu organismo

Comentários