anti-inflamatórios 1

6 alimentos anti-inflamatórios que devem fazer parte da sua alimentação

Alguns alimentos podem atrapalhar seus ganhos na academia, devido ao seu processo inflamatório. Saiba como evitar isso, e em quais alimentos você deve investir!

Se alimentar de maneira equilibrada é uma das bases para se obter um corpo saudável, porém, um corpo saudável não se caracteriza apenas por ser fitness, musculoso, ou definido. 

Ser saudável acima de tudo é fazer com que seu organismo funcione bem, para que assim você consiga obter o corpo sarado que sempre desejou.

Por isso, saber como se alimentar, e quais alimentos você deve acrescentar ou cortar de vez da sua dieta é essencial para quem treina. Só assim você consegue colher os frutos que plantou com tanto esforço diante de horas e dias seguidos de muito treino pesado. 

É por isso que o post de hoje vai falar sobre os alimentos que podem reduzir os processos inflamatórios do seu organismo. E se você acha que isso não tem nada a ver com ter um corpo em forma, é melhor continuar lendo!

Confira uma lista com 6 alimentos anti-inflamatórios e porque eles devem fazer parte da sua dieta!

6 alimentos anti-inflamatórios que devem fazer parte da sua alimentação

Muitos dos processos inflamatórios que acontecem no organismo, ocorrem ou são iniciados a partir da forma como nos alimentamos.

O processo inflamatório é prejudicial à saúde de forma geral, mas para quem treina pode ser pior ainda, pois pode atrapalhar o rendimento físico, bem como os resultados desejados.

Por exemplo, o consumo de alimentos industrializados, ricos em açúcar e frituras fazem parte de uma alimentação que favorece os processos inflamatórios.

Não há compensação, ou seja, não existe um alimento que reverte o processo inflamatório causado por outro alimento. Mas, existem alguns alimentos, nutriente e suplementos que podem amenizar os processos inflamatórios. Se liga!

1- Curcumina

anti-inflamatórios

A curcumina é um composto encontrado no açafrão, que possui potente ação antioxidante e anti-inflamatória.¹ 

Por estes benefícios, essa substância auxilia na redução dos processos inflamatórios e suas consequências, como o aumento da chance de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, envelhecimento precoce, entre outros.

Essa substância pode ser consumida através de suplementos alimentares, mas também através do açafrão, que é uma especiaria muito usada em receitas. Vale lembrar que sua concentração é maior em suplementos alimentares.

2- Probióticos

anti-inflamatórios 2

Alimentos probióticos são culturas bacterianas vivas que consumimos em alimentos fermentados, eles ajudam a reequilibrar as bactérias benignas ao intestino, criando um ambiente onde elas podem recuperar a força.

Quando ocorre processos inflamatórios no organismo, o funcionamento intestinal é prejudicado, bem como esse órgão se torna mais permeável, ou seja, favorece a penetração de bactérias em nossa corrente sanguínea.

Isso pode levar a diversos problemas de saúde, além de atrapalhar de forma geral o funcionamento do organismo e até a absorção de nutrientes importantes.

Portanto, além de uma alimentação saudável de forma geral, o uso de alimentos probióticos auxiliam na melhora do funcionamento do intestino, reduzindo aquela sensação de inchaço.

Exemplo de alimentos probióticos: iogurte, leite fermentado, queijo cotagge, kombucha, etc.

3- Vitamina B

anti-inflamatórios 3

O organismo possui mecanismos que modulam e minimizam o processo inflamatório de forma independente. Um desses processos utiliza as vitaminas do complexo B como combustível, ou seja, para que o organismo consiga trabalhar de forma adequada, o consumo de vitaminas B é essencial.

Existem vários tipos dessa vitamina e é importante obter uma quantidade adequada de cada tipo.

Elas podem ser encontradas em peixes, levedura de cerveja, fígado, castanhas, abacate e vegetais verdes, como couve e espinafre. E também podem ser consumidas através de suplementos alimentares.

4- Extrato de alcachofra

anti-inflamatórios 4

Este alimento estimula uma proteína que regula a indução do gene antioxidante, que, por sua vez, ativam genes responsáveis pela desintoxicação.

Ou seja, quando esta proteína é ativada, os níveis de inflamação consequentemente diminuem. Logo, este suplemento pode ajudar a dar aquele impulso adicional ao processo anti-inflamatório.

5- Cebola e alho

anti-inflamatórios 5

Muitos acreditam que esses alimentos só servem para temperar e dar gosto às receitas, mas essa dupla é muito importante para combater o processo inflamatório.

Eles são inclusive considerados alimentos funcionais, pois também auxiliam na redução do colesterol e pressão sanguínea, e na melhora do sistema imunológico.

6- Peixes

anti-inflamatórios 6

Você já deve ter ouvido inúmeras vezes quão saudável é uma alimentação rica em peixes, como os peixes marinhos como sardinha, salmão, atum, anchova, arenque, etc.

Isso porque os peixes são alimentos ricos em proteína e a maior parte de sua gordura são as gorduras boas, como o ômega 3. Essa gordura por sua vez, apresenta diversos benefícios à saúde, como a ação anti-inflamatória.

 

¹SUETH-SANTIAGO, V. et al. Curcumina, o pó dourado do açafrão-da-terra: introspecções sobre química e atividades biológicas. Quím. Nova, v. 38, n. 4, Mar. 2015. (LINK)

LEIA MAIS: Comida Japonesa: ela pode não ser tão saudável quanto você pensa
LEIA MAIS: Açaí: descubra quais os efeitos desse super alimento na sua dieta

Comentários