exercicios peitoral

Os 5 melhores exercícios para você desenvolver o peitoral

Não é fácil encontrar quem realmente sabe trabalhar o peitoral, mas aqui vamos mostrar 5 exercícios que podem fazer isso por você!

Um peitoral definido chama a atenção, e ter esse músculo bem desenvolvido é passo fundamental para um shape insano.

O ponto é que não é fácil encontrar quem realmente sabe trabalhar esse grupo muscular. Considerando que a maioria dos marombas sabe definir volume e intensidade, e tem uma alimentação adequada, a dificuldade certamente está na escolha dos exercícios.

Mas nós vamos ajudar a resolver esse problema. Mostraremos aqui seis exercícios para trabalhar o seu peitoral e fazê-lo se desenvolver rapida e notadamente. Se liga!

Os 5 melhores exercícios para você desenvolver o peitoral

1- Supino declinado com halteres

Exercicios Peitoral - supino declinado com halteres

Supino com halteres é um ótimo exercício – a gente já falou sobre isso neste outro post. E a gente também já falou sobre o estudo de EMG que mostra que o supino declinado com halteres é o exercício que promove a maior ativação dos músculos peitorais.

A taxa chega a 93% – o declinado com a barra atinge 89%. Isso significa que não existe exercício que trabalhe mais intensa e ativamente o peitoral.

Faça. Ponto.

2- Supino

exercicios peitoral - supino

Tradição. O supino ajuda a desenvolver os músculos do peito há décadas. E atletas fãs de exercícios funcionais podem reclamar o quanto quiserem, que não vai mudar nada – isso é um fato.

Os peitorais mais desenvolvidos de todos os tempos tinha esse exercício como base para o programa de treino de peitoral. Apenas um exemplo: Arnold. Schwarzenegger.

E, no caso dos peitorais, fazer supino tem uma vantagem em relação aos halteres: como é mais estável, você consegue usar cargas mais elevadas.

3- Supino com pegada reversa

exercicios peitoral - supino reverse grip

Existe um estudo recente de análise eletromiográfica que comprova que o supino com pegada reversa promove uma ativação dos músculos do peito bastante alta – comparável à do supino declinado com halteres.

Isso significa que poucos exercícios trabalham tão bem esse grupo muscular. Além disso, o supino com pegada reversa evita um problema que é a principal reclamação dos supineiros: as dores nos ombros.

Apenas virar a mão na hora de segurar a barra é suficiente para diminuir a pressão sobre os ombros, e ainda para aumentar o trabalho de tríceps – além do peitoral, claro, que é o mais trabalhado no exercício.

4- Flexão com pesos

Exercicios Peitoral - flexao com peso

Adicionar alguma carga à flexão tradicional faz os músculos terem que trabalhar mais e ainda ajuda a manter o seu rage de repetições baixo, o que é bom para a hipertrofia (não a única opção, porém bom).

Você pode usar um peso comum, daqueles que vão na barra, ou um cinto, ou simplesmente um saco de areia nas suas costas. O ponto mais importante neste exercício é fazer com as mãos próximas uma da outra, para maximizar a atividade no peitoral.

Isso ficou comprovado com um estudo da Mayo Clinic (EUA), que em 2005 testou o EMG da flexão com mãos distantes, próximas e na direção dos ombros – as mãos próximas foi disparado a mais eficiente na ativação do peitoral.

5- Crucifixo no cabo

exercicios peitoral - crucifixo cabo 2

Quando o assunto é treino de peitoral, a maioria das pessoas só pensa (e faz) supino e variações. Por isso, acrescentar umas séries no cabo vão dar aos seus músculos um estímulo diferente – o que, por si só, já é excelente.

Mas, além de oferecer um estímulo diferente do supino, o crucifixo no cabo é ótimo para o desenvolvimento muscular do peitoral, porque promove ótima tensão ao longo de todo o movimento.

É diferente, por exemplo, do crucifixo com halteres, em que a tensão só existe em parte do movimento – em outra, a gravidade se encarrega de diminuir o esforço do peitoral.

 

 

Comentários