detalhes desenvolvimento muscular

4 erros que podem comprometer o seu desenvolvimento muscular

Na hora de treinar, preste atenção aos detalhes. Eles podem mudar seu treino e seu desenvolvimento muscular – para o bem e para o mal.

Na hora de treinar, preste atenção aos detalhes. Eles podem mudar seu treino e sua vida – para o bem e para o mal.

Entre esses detalhes, estão alguns erros que você pode cometer sem nem perceber, mas que certamente terão influência negativa sobre os seus resultados.

São vários os detalhes que podem afetar seus resultados. Aqui, mostraremos 4 deles. Confira abaixo e veja se você comete algum:

4 erros que podem comprometer o seu desenvolvimento muscular

1- Companheiros de treino errados

detalhes 1

Existe um ditado que diz que todo mundo é o produto das cinco pessoas com quem mais se convive.

É claro que a análise é um tanto exagerada, mas se você escolher as pessoas erradas para ficarem ao seu redor durante seus treinos, o risco de isso te atrapalhar de alguma forma é considerável.

Escolha parceiros de treino que não seja folgados, preguiçosos e pessimistas. Prefira pessoas que tenham atitude e objetivos parecidos com os seus.

Essa convivência vai ajudar o dois, e os resultados tendem a ser mais efetivos e mais rápidos!

2- Abusar do cardio

Exercícios cardiorrespiratórios são essenciais. Todo atleta deve fazer. Mas é precisa saber o que está fazendo.

Você sabia, por exemplo, que um estudo da Universidade de Tampa (EUA) mostrou que adicionar uma corrida intensa a um treino de musculação pode diminuir o ganho de força em 50%?

Não… não estamos falando para você não fazer cardio. Mas evite exageros e escolhe uma atividade que lhe seja útil – caminhadas e HIITs curtos são ótimas opções, que não afetam o ganho de força.

O cardio é essencial para acelerar a queima de gordura e deixar você rasgado. Também é importante no processo de recuperação muscular e no condicionamento físico.

Mas é preciso saber o que está fazendo.

3- Treinar só em máquinas

detalhes 2

Os aparelhos (ou máquinas) são ótimos, mas não podem ser a única opção.

É verdade que os aparelhos super-modernos das novas academias são chamativos – principalmente para quem está começando – mas é preciso variar os exercícios.

As máquinas eliminam a estabilização e restringem a amplitude de movimento. Isso é bom para isolar músculos, mas não pode ser o único exercício.

É preciso trabalhar também grandes grupos musculares, movimentando o corpo de uma forma diferente, que as máquinas não possibilitam – apenas os pesos livres.

Mas não vá de um extremo ao outro: existe momento de usar máquinas, e misturar tanto elas quanto os pesos livres no seu programa é o ideal.

4- Não se manter hidratado

Uma desidratação mínima, de 2 ou 3%, já é suficiente para afetar consideravelmente sua performance atlética.

Desisdratação não é só o que acontece com quem cruza o deserto do Saara a pé. Deixar de beber água por algumas horas já pode deixar seu corpo com menos hidratação do que ele precisa.

Beba. Muita. Água.

Assim você mantém seu corpo funcionando direito e sua performance no nível mais alto.

 

Comentários