carne vermelha - alimentos

10 alimentos que você pode estar comendo da maneira errada

A forma como você consome determinados alimentos pode ser definitiva para tornar sua alimentação saudável e equilibrada, ou não.

É claro que comer uma maçã da maneira “errada” não vai tornar esse alimento prejudicial à sua saúde, mas pode diminuir ou até eliminar os benefícios do alimento.

Isso se aplica a uma série de hábitos e de alimentos – e em alguns casos pode fazer com que os efeitos sejam sim prejudiciais.

Quer conhecer alguns exemplos disso na prática? Então se liga aí embaixo:

10 alimentos que você pode estar comendo da maneira errada

1- Maçã

Se você come maçãs descascadas ou como parte de receitas quentes, está desperdiçando grande parte de seu valor nutricional. A casca da maçã é particularmente rica em nutrientes, como fibras e antioxidantes.

Se você deixar de consumir a casca da maçã, você perde alguns do seus principais benefícios, como a melhora do funcionamento do intestino, o aumento da sensação de saciedade, prevenção do envelhecimento precoce e algumas doenças, efeito anti-inflamatório, entre outros.

2- Vegetais

Se você cozinha os vegetais, você elimina junto com o cozimento diversas vitaminas e outros nutrientes destes alimentos.

Isso porque no cozimento o alimento pode perder grande parte dos seus nutrientes para a água, que é jogada fora. Ou seja, você joga fora vários nutrientes importantes para a saúde.

Para evitar isso, cozinhe os legumes à vapor, assim mais nutrientes são preservados.

3- Carnes

músculos - carne

O ponto da carne é importante e precisa ser considerado. Se a carne estiver muito mal passada, você corre risco de ingerir bactérias e outros microorganismos capazes de causar problemas de saúde. Se muito passada, pode “desenvolver” substâncias tóxicas.

Isso acontece porque quando a carne queima ou passa do ponto, uma substância tóxica que é cancerígena se cria no alimento.

Portanto, o ideal consumir a carne sempre ao ponto. Nem muito crua, nem muito passada.

4- Pistache

O pistache é um alimento bem nutritivo, mas deve ser consumido com moderação, pois contém alto número de calorias e, quando salgado

Se você compra o pistache já descascado, você está perdendo a chance de perder algumas calorias ao descascar e ainda não consegue ver o quanto comeu. Quando você compra o pistache sem descascar, você sabe exatamente quanto comeu pelas cascas que tirou e isso evita o exagero.

5- Espinafre

músculos - espinafre

Espinafre cru é uma excelente opção para as saladas, mas as versões cozidas a vapor ou até refogadas, podem aumentar os benefícios deste alimento

Cozinhar o espinafre diminui o ácido oxálico (antinutricional), aumentando a absorção das vitaminas A e E, proteína, fibra, zinco, cálcio e seu nutriente conhecido – o ferro.

6- Alho

Se você corta ou tritura o alho imediatamente antes de utilizá-lo, você pode estar desperdiçando seu principal componente benéfico à saúde.

A alliin e a enzima alliinase, que catalisa a conversão de alliin em alicina, o composto promotor de saúde, estão fisicamente separadas e só entram em contato quando o alho é esmagado. E alguns minutos são necessários para que isso aconteça: 5 à 10 minutos.

7- Azeite

tom brady azeite

Algumas pessoas não temperam as saladas com azeite por acreditarem que faz mal ou que engorda – e acabam usando esse alimento apenas em receitas quentes.

É bem verdade que a salada fica mais calórica se você usar azeite no tempero, mas como se trata de uma fonte de gorduras boas, que são essenciais para o organismo, isso é sim uma boa opção.

Além disso, o azeite é muito mais saudável quando consumido na temperatura ambiente – e não aquecido como em receitas quentes.

Para completar, consumir gorduras boas junto com as fibras da salada aumenta a sensação de saciedade e também melhora a absorção de alguns nutrientes.

8- Sucos

Se você utiliza os sucos naturais para substituir as porções de frutas que você deve consumir ao longo do dia, você está deixando de consumir diversos nutrientes e ainda está ingerindo mais calorias.

Ao preparar os sucos, algumas vitaminas são oxidadas e alguns nutrientes, como a fibra, são perdidos. O suco pode sim ser consumido, mas dê preferência às frutas inteiras.

Outro detalhe importante é que os sucos devem ser consumido imediatamente após o preparo, para evitar a perda de nutrientes – e, claro, com moderação.

9- Iogurte

iogurte

Ao contrário do que as pessoas imaginam, nem sempre o iogurte é uma opção saudável. Alguns iogurtes vendidos como saudáveis são cheios de açúcares, calorias e aditivos químicos prejudiciais à saúde.

Já os iogurtes naturais, sem adição de açúcar e aditivos são opções saudáveis, mas como são ricos em Cálcio não é interessante consumir nos lanches com outros alimentos ricos em Ferro, já que o Cálcio compete com o Ferro pela absorção.

Ou seja, a maneira adequada de consumir iogurte é comprando as versões realmente saudáveis e ingeri-los puros, sem alimentos ricos em Ferro junto.

10- Doces

Se você é aquele tipo de pessoa que não consegue ficar sem comer um doce, é melhor planejar o horário que vai consumir o doce do que consumir quando tiver vontade.

Quando você consome um alimento cheio de açúcar no meio da tarde, você eleva rapidamente o nível de açúcar e insulina no sangue, provocando um maior acúmulo de gordura corporal.

Isso poderia ser evitado, por exemplo, se o doce fosse consumido após uma refeição.

 

 

LEIA MAIS: In natura, processados e ultraprocessados: as diferença entre cada um 
VEJA MAIS: A Nutri Responde: as dúvidas da galera sobre nutrição esportiva

Comentários